Share on Google+

Acossado

  (À bout de souffle)
Sinopse Michel Poiccard (Jean-Paul Belmondo), um jovem francês, rouba um carro em Marselha e mata um policial durante sua fuga para o Norte. Em Paris, se envolve com Patricia (Jean Seberg), garota americana que vende o Herald Tribune nas ruas e pretende ser jornalista. Os dois vivem escondidos da polícia e ele propõe a ela uma fuga para a Itália.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Acossado
Título Original À bout de souffle
Ano Lançamento
Gênero Policial / Drama
País de Origem França
Duração90 minutos
Direção
Estreia no Brasil 08/02/2018
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Patricia Franchini
... Michel Poiccard / Laszlo Kovacs
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


10/10/2009 - Edisom67 (67 anos)

1
  Ótimo
Denunciar
Assisti é ótimo.

11/02/2011 - Bruno (25 anos)

2
  Ruim
Denunciar
Um filme cansativo de ver! Cenas e diálogos aleatórios. Assisti "A Chinesa" de Godard que é um filme com muito conteúdo! Mas "Acossado" achei perda de tempo. Talvez seja interessante para quem se interesse por técnicas cinematográfica e tal...

09/08/2011 - Hamilton de Sá Benevides (63 anos)

3
  Ótimo
Denunciar
A gente se envolve desde o começo do filme. É incrivelmente belo... Uma obra-prima.

07/01/2012 - Jales Pinheiro do Amaral (38 anos)

4
  Ótimo
Denunciar
Tinha receio deste filme ser aquele tipo de clássico que só os críticos admiram, mas ele tem uma linguagem criativa, que faz com que o filme seja ágil e que nunca percamos o interesse por ele. O casal central esbanja carisma. Muitos já devem ter conhecido sua refilmagem, "A força de um amor", com Ricahrd Gere, um bom filme, mas que não tem o mesmo brilhantismo desse filme de Godard. Se Godard tem fama de cinesta difícil não deve ser por esse filme. Nota 10,0.

01/06/2012 - Yonete Melo (43 anos)

5
  Ótimo
Denunciar
Filme maravilhoso, envolvente, romântico, sem ser piegas. Gostei muito.

23/11/2012 - Alfredo Fernandes (43 anos)

6
  Péssimo
Denunciar
Fez um certo sucesso ao ser lançado, mas com o passar do tempo mostrou-se chatérrimo, vazio, puro Godard, ou seja, insuportável.

24/07/2013 - Raquel Condulo (32 anos)

7
  Bom
Denunciar
O filme é bom, mas superestimado. Não vi toda essa profundidade. A melhor parte é ver a bela Paris em plenos anos 60.

20/03/2016 - Odair (42 anos)

  Ruim
Denunciar
Diálogos cansativos... O filme se arrasta... Só o que se salva é a trilha sonora e o ambiente dos anos 60 retratado no filme.

04/10/2016 - Julio Simi Neto (59 anos)

  Bom
Denunciar
Foi no início dos anos 60 que o cinema francês começa a ser revolucionário e este sob a direção de Godard é um dos ícones dessa revolução. Assista, o casal Belmondo e Seberg estão maravilhosos e a cena dela vendendo jornais em meio ao transito é marcante. Enfim, um clássico.

07/10/2016 - Robson (57 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme de 1960 e tão atual. Obra prima do cinema europeu. Ótimas interpretações dos atores principais.

12/02/2018 - Sérgio Sarmento (64 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti ou revi NO CINEMA, nesta data, quando de sua cópia restaurada e apresentada pelo Espaço Itaú de Cinemas fr minha cidade. Olha! É realmente uma coisa inebriante assistir após quase 60 anos de seu lançamento uma OBRA DE ARTE cinematográfica como é o filme ACOSSADO (1960) e confirmar mais uma vez (já assisti várias vezes NO CINEMA) sua importância como diversão, ideologia, mas principalmente o de um seguimento adorável como é O CINEMA. Filmado em preto e branco. Mantém suas características originais. Obra praticamente de dois atores. A linda e talentosa e com 21 aninhos JEAN SEBERG. Pois a atriz norte americana faz, ao que parece, seu filme mais famoso. Segundada por um ator francês que dali seguiria para uma carreira vitoriosa. Falo deste charmoso e talentoso Jean-Paul Belmondo. Ator que iria encontrar nas minhas andanças e em uma série de filmes nos anos 1960 e 1970. Sobre o diretor Jean-Luc Godard diria com um tremendo conhecimento de causa, pois assisti todos os seus filmes NO CINEMA, é claro. Que é sua obra cinematográfica mais simpática e fácil de ser assistida. É obra que extrapola um momento sensacional que é o da famosa escola Nouvelle Vague que é seguramente o momento "mais charmoso" da história DO CINEMA de todas as época. É claro que quem escreve isso é uma das pessoas mais românticas em matéria DE CINEMA. Sempre fui e serei um romântico em matéria de ARTE CINEMATOGRÁFICA. Enfim e definindo mais uma resenha para o site IF. Esse A BOUT DE SOUFFLE de 1960 e no original francês. Me lembrou de quando assisti ao filme no final dos anos 1960. Que coisa boa relembrar de um tempo magnífico como foi nossa adolescência e verificar que nossas emoções continuam intactas. Amém! Para tudo isso!

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Acossado (À bout de souffle)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.