Share on Google+

O Anjo Azul

  (Der blaue Engel)
Sinopse Enfeitiçado pelos encantos de uma cantora de cabaré (Marlene Dietrich), um proeminente burgues (Emil Jannings) vai degradando-se crescentemente entregue a sua atração por ela. Um drama sensível, em que Dietrich interpreta o papel que a projetou em Hollywood. E sua primeira colaboração com Josef von Sternberg, em que canta Falling in Love Again. Bastante denso, e o mais importante filme da carreira do diretor.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil O Anjo Azul
Título Original Der blaue Engel
Ano Lançamento
Gênero Drama / Musical
País de Origem Alemanha
Duração124 minutos
Direção

Elenco


... Prof. Immanuel Rath
... Lola Lola
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Ich bin von Kopf bis Fuß auf Liebe eingestellt” (não creditada)
Escrita por Friedrich Hollaender
Interpretada por Marlene Dietrich
“Ein Mädchen oder Weibchen wünscht Papageno sich!” (não creditada)
(from singspiel "Die Zauberflöte")
Música de Wolfgang Amadeus Mozart
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


19/08/2007 - Rafael Lemos

1
  Não vi
Denunciar
Na verdade eu vi esse filme quando eu tinha lá pelos 8 anos, não me lembro mais. Queria reve-lo. Só me lembro da cena clássica da Marlene Dietrich dançando na cadeira (a foto que tem neste site).

29/09/2007 - Enzo

2
  Ótimo
Denunciar
Um ótimo filme, muito bom mesmo, e ainda lembro desta mesma cena clássica, da Marlene Dietrich dançando na cadeira.

30/10/2007 - Ricardo Moura

3
  Ótimo
Denunciar
É um clássico impoluto! Em plena decadência do regime nazista e de uma Alemanha cujo desemprego e a inflação se sobrepujavam, com extrema mestria, Josef Von Sternberg, expõe o drama da Alemanhã com ironia e radicalidade através dos personagem Emil Jannings (professor Rath)e de Marlene Dietrich (Lola Lola)e de um roteiro categoricamente impar. O professor Rath (rato) dono da moral e dos bons costumes, além de ser metódico e autoritário, torna-se um palhaço decadente. É excepcional!

22/11/2008 - Fernanda

4
  Ótimo
Denunciar
Marlene Dietrich é fascinante em sua personagem. Lola é toda decadência dos alemães e o professor rath é toda sua imponência. Stenberg os entrelaça, fazendo com que o filme seja um grande clássico.

27/02/2009 - José Eloízio

5
  Ótimo
Denunciar
O filme "anjo azul" enquadra entre as dezenas que aborda a figura do professor. Questões como a solidão, a solteirice e o respeito hipócrita que se tem pelo professor pela sociedade, se misturam com algo ainda permanente nos dias atuais: achar que a sala de aula é o espelho da sociedade. O que acontece justamente o contrário. Ela é uma ilha cercada pela hipocrisia e selvageria por todos os lados.

25/12/2009 - Bárbara (35 anos)

6
  Bom
Denunciar
Apesar de ser um filme bastante antigo, sua abordagem é envolvente e seu desenvolvimento é cativante, de maneira que você quer ver a história toda rapidamente. Realmente um clássico e muito belo de ser visto, principalmente para os cinéfilos que nem eu.

01/08/2010 - Lúcia (49 anos)

7
  Ótimo
Denunciar
É um filme emocionante. Diferente do que se espera, o principal personagem é o professor e não Marlene Dietrich.

08/10/2010 - Hamilton J (35 anos)

8
  Ótimo
Denunciar
"LOLA LOLA: Eles me chamam de Lola". Aí tem o início da miséria, da desgraça moral que se abate sobre o Prof. Imanuel Rath. A sarjeta, a abjeta figura em que se transforma um digno (mas, no fundo hipócrita) professor. "Herr Professor I. Rath" chega ao fundo do poço, empurrado pela bela, sinistra, inconsequente e má LOLA. É uma história de chorar. Quantos Rath não sucumbem às Lolas da vida, indo direto para o desvio que os tornam espectros de si mesmos. Ah, o amor, a loucura, a divinização, ao mesmo tempo que desmascara destrói; e o amor nas mãos de uma mulher, meu amigo, você está frito causa que ela vai retalhá-lo como a um bagaço e descartado! É como um vício maldito. Filme clássico, que revela a fabulosa Marlene Dietrich; ela e sua música não me saem da cabeça. O astro na verdade era Emil Jannings, mas parece que sucumbiu, por sua vez, à Marlene e trabalhou qual um coadjuvante. Não foi bom para ele. Um clássico é para ser visto, revisto, "trevisto" para a eternidade, porque inesquecível...

09/07/2013 - Heberte (25 anos)

9
  Regular
Denunciar
A história é boa, é um clássico. Mas a fotografia é horrível, só prende porque você quer ver a tão comentada "decadência do homem" acontecer.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

O Anjo Azul (Der blaue Engel)

Copyright © 2020 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.