Share on Google+

O Bebê de Rosemary

  (Rosemary's Baby)
Sinopse Talvez o melhor filme de terror já realizado, esta brilhante adaptação do romance best-seller de Ira Levin conta a história de um adorável casal novaiorquino que espera seu primeiro filho. Como a maioria das mulheres que são mães pela primeira vez, Rosemary (Mia Farrow) está confusa e receosa. Seu marido (John Cassavetes), um ambicioso mas mal sucedido ator, faz um pacto com o demônio pela promessa de vencer na carreira. O diretor Romam Polanski consegue extraordinárias interpretações de todo o elenco de astros. Ruth Gordon ganhou um Oscar® por seu papel, como uma super-solícita vizinha, neste clássico do suspense.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil O Bebê de Rosemary
Título Original Rosemary's Baby
Ano de Lançamento
Gênero Terror
País de Origem EUA
Duração136 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. Paramount Home Entertainment
Idade Indicativa 18 anos

Elenco


... Rosemary Woodhouse
... Guy Woodhouse
>> Ver todo o Elenco...


Trilha Sonora


“Lullaby” (não creditada)
Composta por Krzysztof Komeda
Cantada por Mia Farrow
“Für Elise”by Ludwig van Beethoven

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

30/11/2012 - Antonio (15 anos)

69
  Ótimo
Denunciar
Gente, por favor, o filme é de 1968. Para nós pode até não dar medo, mas naquela época, foi um TCHAN! O filme me prendeu, acompanhei tudo, e realmente achei bom. E você fica com aquela esperança de ver o bebê no final. É surpreendente.

30/11/2012 - Dark (18 anos)

70
  Péssimo
Denunciar
Rídiculo! Esperei muito desse filme, sempre estando entre os top de terror em todas as listas que vi, mas sinceramente nunca me decepcionei tanto com um filme quanto esse! Não tive medo em absolutamente nenhuma cena!Quando vi os creditos eu tipo olhei pra TV e me perguntei " só?"... Filmes atuais me deram mais medo que isso...

11/12/2012 - Cleiton (23 anos)

71
  Bom
Denunciar
Não é um filme de terror, é SUSPENSE. Mas é um filme empolgante, vale a pena ver. O final decepciona um pouco, mas pelas interpretações, roteiro o torna bom.

29/12/2012 - Rodrigo (37 anos)

72
  Ótimo
Denunciar
Tem gente que ouviu tanto sobre este filme que espera vê-lo pelo prisma de hoje em dia no gênero horror. Caramba, este filme é de 1968, o gênero estava mudando nessa época, antes deste filme tínhamos somente frankensteins, lobisomens e múmias em preto e branco nos cinemas (não que fossem ruins) mas é por causa desse filme (bebe de rosemary) que tivemos vários clássicos posteriores no gênero, tipo o Exorcista, o Iluminado etc. Este bebe de rosemary e bom até hoje se for visto por cinéfilos de verdade, e não por comedores de pipoca e jogadores de games. Vamos ter mais respeito por filmes que foram paradigmas para podermos ver boas obras de horror hoje em dia pessoal.

20/02/2013 - Anderson (22 anos)

73
  Ótimo
Denunciar
Assisti ao filme esses dias e adorei, tinha a curiosidade de assisti-lo, o filme é fascinante cada parte do filme, o modo como os diálogos ocorrem, as situações, aquele clima de suspense crescendo cena por cena prende a atenção de quem assisti, é um clássico dos anos 60, tem um pegada que falta nos filmes de hoje, sem falar da direção impecável, vale a pena tirar um tempinho pra ver esse super filme, já para os que não gostam é melhor assistir outra coisa, e não tentar fazer criticas desconstrutivas sobre o que eu considero uma obra prima do cinema.

20/02/2013 - Wagner Andrade (43 anos)

74
  Ótimo
Denunciar
É um terror psicológico, e não terror com vampiros, lobisomens, mortos vivos ou demônio. Alguns comentários por aqui são de pessoas ainda muito jovens e que não tem grande entendimento sobre filmes de suspense ou terror. Isto é,confundem terror com suspense psicológico. Na verdade ele uni o terror com suspense e drama ao mesmo tempo. O não mostrar o rosto do bebê é que deixou o filme mais interessante. Quer dizer, deixou o espectador na curiosidade de como era a face do bebê. Um grande clássico do horror/suspense/drama dos anos 60.

26/02/2013 - Augusto Rosa (23 anos)

75
  Ruim
Denunciar
Muito fraco... O diretor é bom, mas o resultado de seu trabalho é lastimável! Não percam suas mais de duas horas com esse filme!

08/04/2013 - Leatherface (38 anos)

76
  Ótimo
Denunciar
Comprei o blu-ray, o filme me assustou, principalmente a primeira sequência de sonho.

19/04/2013 - Miqueias (32 anos)

77
  Regular
Denunciar
Existem duas perspectivas para se analisar esse filme: 1 - Se você considerar assistir o filme como um amante do cinema, apreciando o filme com a cabeça dos anos 60, pelo o filme que representou para a época, pode ser considerado um ÓTIMO filme! 2 - Agora se você assistir esperando uma atuação e efeitos especiais dignas dos filmes atuais você vai achar PÉSSIMO mesmo! Na minha opinião, eu gosto de apreciar fazendo um equilíbrio, sou APRECIADOR de CINEMA, não um CONSUMIDOR de filmes, "O BEBÊ DE ROSEMARY" é um BOM filme, só classifiquei como regular pelo final, que não me agradou muito, o qual não vou especificar mais para evitar spoilers!

01/08/2013 - Gizele (33 anos)

78
  Ótimo
Denunciar
Muito bom! Tive a impressão de que faltou alguma coisa, mas, se tratando de adaptações, não é surpresa. O final decepciona um pouco pelo fato de não mostrar o bebê, mas nada que desmereça um ótimo.

17/09/2013 - Thalia (16 anos)

79
  Não vi
Denunciar
Só uma dica pra quem comenta: não digam o que acontece ou não no final. Isso é muito chato pra quem ainda não assistiu (assim como eu). Valeu aí, hein.

21/09/2013 - JCamargo (56 anos)

80
  Péssimo
Denunciar
Esperei tanto tempo para ver, achei que era um bom suspense, mas descobri que é um péssimo filme.

07/12/2013 - Gulherme (46 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme ótimo sobre uma mãe. Filme dos anos 60, contracultura, pré movimento hippie, jovens contestadores tomando posições de maior destaque na sociedade, até então comandada apenas por velhos. Os vilões do filme são idosos manipuladores contra uma jovem que anceia ser mãe, é angustiante ver como pouco a pouco essa menina doce e ingênua vai sendo controlada e conduzida para terríveis fins. Rosemary em dado momento suspeita de algo que não corresponde a realidade, a realidade é pior. Trama bem conduzida demonstrando o isolamento e descrédito imposto a vitima. Final brilhante: amor de mãe prevalece independente de tudo. Ideia ótima não mostrar a criança: isso fica para a imaginação do espectador, o filme fala de uma mãe não de bebês monstro, na época (graças a Deus) não havia efeitos especiais sofisticados, de forma a não impor ao diretor uma ferramenta que viesse a estragar a obra. Filme mais profundo e com mais conteúdo, não se submete ou se enquadra ao terror "visual/efeito especial", filme sobre uma mãe.

22/03/2014 - Jonhatam (19 anos)

  Péssimo
Denunciar
Patético completamente ridículo eu nem liguei em ver o rosto do bebê, de tanta chatice. Filmes do passado como poltergeist ai sim são ótimos.

24/06/2014 - Marrie (18 anos)

  Péssimo
Denunciar
Um dos filmes de terror mais aclamados de todos os tempos com um final mais tosco de todos os tempos.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Metéora (Metéora)

Copyright © 2014 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.