Share on Google+

Júlio César

  (Julius Caesar)
Sinopse Eles são todos homens honrados. E eles todos são conspiradores tramando o assassinato do imperador. Para contar com o apoio das massas, entretanto, eles sabem que precisam que sua causa ganhe a simpatia do admirado Brutus. Júlio César (indicado para cinco Oscar, incluindo Melhor filme, e ganhador do prêmio de Melhor Direção de Arte) permanece como uma das melhores adaptações da obra de Shakespeare, sob direção Joseph L. Makiewicz (Oscar de Melhor Direção por A Malvada). À frente de um elenco de estrelas, John Gielgud interpreta o líder da conspiração, Cássio (mais tarde, estaria do outro lado da adaga no papel de César, na versão de 1970 para o filme). James Mason (ganhador do prêmio de Melhor Ator no segundo o National Board of Review) é o atormentado Brutus. E, engrandecendo ainda mais o elenco, Marlon Branco troca sua tradicional camiseta branca por uma toga romana para dar vida ao leal vingador Marco Antônio.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Júlio César
Título Original Julius Caesar
Ano Lançamento
Gênero Drama / Épico
País de Origem EUA
Duração120 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. Warner Home Video
Idade Indicativa 12 anos

Elenco


... Mark Antony
... Brutus
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


01/10/2007 - Barbara

1
  Ótimo
Denunciar
Muito bom.

07/10/2008 - Jessyca Alves de Souza

2
  Ótimo
Denunciar
É muito bom o filme.

31/10/2008 - Neta Almeida

3
  Ótimo
Denunciar
Muito bom... Bastante real... Foi emocionante.

11/09/2009 - Juliana (13 anos)

4
  Ótimo
Denunciar
Esse filme de Julio Cesar, é fantástico, simplesmente fascinante... Amei... Adorei... Supre legal.

05/05/2010 - João Paulo (13 anos)

5
  Ruim
Denunciar
O filme é muito ruim e o pior de Joseph L. Mankiewicz e demorado manotuno um porcaria.

12/09/2010 - Carlos Mário (71 anos)

6
  Ótimo
Denunciar
QUEM NÃO VIU, NÃO LEIA. Diferentemente de CLEÓPATRA, nesse filme o Diretor se foi muito bem. Fiel a história e tudo mais. Muito bom filme. A sequência da morte de Cesar é perfeito, muito diferente da porcaria da que ele filmou em CLEÓPATRA. Não é um clássico, mas é um bom filme, fiel a história. Já CLEÓPATRA, filmado pelo mesmo Diretor, é uma porcaria de filme, salvando-se apenas a riqueza dos cenários e mais alguma coisa. Também pudera, o filme custou muito dinheiro, sofrendo com as constantes doenças de E. Taylor e as "escapadas" dela com R. Burton, fatos que quase faliram Hollywood.

13/07/2011 - Patricia (20 anos)

7
  Ótimo
Denunciar
Esse filme é ótimo, pois mostra a determinação de um homem que luta pra vencer (Julio Cesar).

18/12/2011 - Fred Albano (33 anos)

8
  Ótimo
Denunciar
Super filme, espetacular, uma obra de arte.

03/01/2014 - Anderocks (39 anos)

  Bom
Denunciar
Bom roteiro, sem mais delongas. Fidedigno a história.

02/04/2015 - Leonardo (28 anos)

  Ótimo
Denunciar
Esse é o melhor filme de todos os tempos, é inacreditável a performance dos atores neste filme, tudo nele é perfeito, simplesmente o melhor.

15/10/2016 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti (revi) NO CINEMA, nesta data, quando da mostra Shakespeare no complexo Santander Cultural de minha cidade. Olha! Filme absolutamente perfeito! Concordo que é realmente um clássico cinematográfico. E um brilhante exercício DE CINEMA do cineasta norte americano Joseph Leo Mankiewicz. Um dos maiores nomes, em todos os tempos, DO CINEMA. E é uma das maiores adaptações de uma obra do conhecido "Bardo de Avon" que é William Shakespeare e levada para sétima arte. Para quem não sabe (devem ter poucos) a obra começa em 44 a.C e com uma luta pelo poder no Império Romano. Magistralmente formada por pessoas como grande líder militar e senador Júlio César. Por Cassius, Brutus e Marco Aurélio. Todos em seus apogeus em suas respectivas areas de atuação. O filme confirma o magistral talento de um ator jovem norte americano chamado Marlon Brando então com vinte e oito anos. Ele é um ator estadunidense jogado em um filme que em sua maioria os demais componentes de trabalho eram britânicos. E todos já veteranos em textos do genial escritor, ator e dramaturgo que é Shakespeare. Portanto gente "casca grossa" como podemos ver. E o cara se sai muito bem. Aquele discurso que ele dá em homenagem ao grande Julio Cesar, nas escadarias do senado, é seguramente um dos pontos altos de todas as obras cinematográficas até hoje realizadas. É obra encantadora e dar uma nota menor que ótimo (é claro, pois não existe coisa superior) seria um "crime de lesa pátria" como dizíamos no século passado. Sem dúvida, Julio Cesar, é uma obra imortal e que perdurará, com certeza, até a mudança da estratificação social se houver, é claro.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Júlio César (Julius Caesar)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.