Share on Google+

Lawrence da Arábia

  (Lawrence of Arabia)
Sinopse Em 1935, quando pilotava sua motocicleta, T.E.Lawrence (Peter O'Toole) morre em um acidente e, em seu funeral, é lembrado de várias formas. Deste momento em diante, em flashback, conhecemos a história de um tenente do Exército Inglês no Norte da África, que durante a 1ª Guerra Mundial, insatisfeito em colorir mapas, aceita uma missão como observador na atual Arábia Saudita e acaba colaborando de forma decisiva para a união das tribos árabes contra os turcos.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Lawrence da Arábia
Título Original Lawrence of Arabia
Ano de Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Reino Unido
Duração216 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. Sony Pictures
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... T.E. Lawrence
... Prince Feisal
>> Ver todo o Elenco...


Trilha Sonora


“The Man Who Broke the Bank at Monte Carlo”(1892) (não creditada)
Música e Letra de Fred Gilbert
Sung a cappella by Peter O'Toole
“Overture”Música de Maurice Jarre
Interpretada por London Philharmonic Orchestra
Conducted by Maurice Jarre
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

18/11/2011 - Glória Drummond (65 anos)

11
  Ótimo
Denunciar
Um dos grandes épicos de todos os tempos. Reuniu atores representativos dos personagens : O´Toole o líder branco de olhos azuis siameses, magnífico na túnica branca com os seus cabelos dourados e Shariff o árabe genuíno, moreno, olhos ardentes que emprestaria a um outro personagem - Dr. Zivago. Lindos atores que viveram no imaginário da minha geração, aquela da Maria Antônia, de 1968, da velha USP... Saudosismo à parte, anos depois revendo Lawrence of Arabian compreendi a extensão do conflito no Oriente e a questão do petróleo, até hoje o grande motivo de todas as intervenções... Um filme sem a presença de mulheres, que não fizeram nenhuma falta, tal a dramaticidade das cenas, as belezas captadas pelas câmeras, a onipresença do deserto, a tentativa turca de dominar a península arábica. Na segunda da vez que vi esse filme, já com os 35" que foram retirados dos 222", que pareceram muito longos para os exibidores, deu para perceber a advertência de Lawrence numa conferência de cúpula do então denominado mudo árabe. Não é um filme para os jovens cinéfilos, sem a devida cultura para entendê-lo. Daí as notas péssimo e regular que recebeu. Sem um devido preparo para entender a questão socio-política-econômica, não há condição de suportar o longo tempo do filme. A minha nota extrapola o Ótimo. É um dos filmes que desejo rever. Não só pela beleza e atuação dos atores principais, como pelo talento de Anthony Queen, o eterno Zorba.

31/12/2011 - Benedito (49 anos)

12
  Ótimo
Denunciar
Um dos marcos para o cinema. Produção grandiosa, roteiro perfeito, longo, mas não cansativo, talvez um grande mérito do filme que trata de uma figura lendária, mas que existiu. Enfim assistam é obrigatório. Pessoal da interfilmes aumentem por favor a cotação dos filmes, este não é só ótimo, mas excelente.

02/01/2012 - Esmeralda (54 anos)

13
  Ótimo
Denunciar
O filme realmente é um dos maiores épicos da história do cinema, e a tríade de atores tem todo nosso respeito, o cenário muito lindo e a Arabia com seus mistérios é fascinante, seu povo sofrido e milenar merece todo nosso respeito.

10/01/2012 - Sofia (30 anos)

14
  Ótimo
Denunciar
O filme é maravilhoso. Os atores são lindos e talentosos. A trama bem elaborada prende do começo ao fim. Amei.

17/04/2012 - Eduardo (46 anos)

15
  Ótimo
Denunciar
Gostei muito, o tempo do filme, não atrapalha se prestar atenção na história dele, a paisagem é maravilhosa, ótimo filme, excelentes atores.

10/06/2012 - Kadu Lima (30 anos)

16
  Ótimo
Denunciar
Um clássico do cinema com paisagens incríveis e uma história bem elaborada.

02/11/2012 - Maria Reneude de Sá (64 anos)

17
  Ótimo
Denunciar
Extraordinário! Fotografia fantástica! Tomadas em câmera aberta espetaculares, sem digitação, computação gráfica e outros recursos tecnológicos. A música-tema mantém o telespectador preso ao clima mágico do filme. A travessia do deserto é tão perfeita que provoca no telespectador toda a aflição vivida pelos personagens. Não há palavras capazes de dar conta da grandiosidade de Lawrence da Arábia!

27/01/2013 - Rui (30 anos)

18
  Ótimo
Denunciar
Ótimo filme, na verdade um filmaço prende a atenção desde o começo e olha é fascinante. Assisti em dois DVDs 222 minutos de filme
adorei um clássico do cinema, recomendo ótimo filme.

21/05/2013 - Joeliton (27 anos)

19
  Ótimo
Denunciar
Obra de arte perfeita.

12/09/2013 - Luiz Antonio. (65 anos)

20
  Ótimo
Denunciar
Revi o filme em DVD e achei excelente. História para quem interessa pelos conflitos no oriente médio.

05/11/2013 - Francisco (62 anos)

21
  Ótimo
Denunciar
Como a Sra. Glória Drummond citou acima, se quem está assistindo não estar preparado na política, a sociedade árabe e o valor econômico da região para o mundo e entender como funciona o pensamento árabe, de fato o filme chega a ser incompreensível. Sempre que assistirmos qualquer filme é bom antes conhecer do que se trata o filme e dar uma pesquisada. Nota 1000.

05/12/2013 - Cido (41 anos)

  Ótimo
Denunciar
Também concordo com a Sra. Glória Drummond, é preciso ter uma noção mínima do mundo árabe para se assistir ao filme, pois o conhecimento não vai chegar por osmose. Adquiri o blu-ray do filme, e está magnífico, com inclusão de algumas partes que foram restauradas no finalzinho dos anos 80, inclusive com a participação do diretor David Lean, vivo à época. Esta versão final ficou com 227 minutos (ou 3h47min), mas um minuto e pouco são dos créditos da restauração. Foi incluída a dublagem clássica (que obviamente não existe nos trechos restaurados) e na edição que adquiri o filme coube todo em um único disco, e veio um disco bônus que, entre outras coisas, traz um depoimento do Peter O'Toole. Maravilhoso.

21/12/2013 - Edu (31 anos)

  Ótimo
Denunciar
Eu sugiro assistir o filme aos poucos para não ser cansativo (para quem tem o DVD).

21/12/2013 - Edu (31 anos)

  Ótimo
Denunciar
No começo do filme o Lawrence morre de forma meio banal, e o filme dá a entender que os ingleses, o Lawrence e os rebeldes árabes são os vilões e o império otomano é a vitima.

02/01/2014 - Helô (35 anos)

  Ótimo
Denunciar
Realmente um ótimo filme. Um verdadeiro trabalho de "Sétima Arte" - coisa que o Cinema é, mas, nem todos os filmes que são feitos nos fazem lembrar disso. Não é ótimo porque T. E. Lawrence fosse algum "santinho" (de fato, ele tem seus defeitos, como qualquer, ou, muitos de nós) mas, sim, pelo primor na direção do filme e no trabalho dos atores (e, mesmo, dos figurantes) que participaram do filme. Não é à toa que é o filme predileto de vários grandes diretores da atualidade, como por exemplo: Steven Spielberg. Todos os atores principais estão "grandes" neste filme: Peter O'Toole (talentosíssimo e lindo), Omar Shariff (tão jovenzinho! Uma "revelação" do Cinema para aquele ano), Alec Guinness, Hugh Griffith, Anthony Quinn (só "feras", hein?! Kkkk...) enfim, todos, todos... Justos e merecidos os prêmios recebidos, incluindo o "Oscar". Ademais, de todos os filmes feitos sobre a Primeira Guerra Mundial, LAWRENCE DA ARÁBIA é o melhor. Um grande épico do tipo que não se faz mais...

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

O Lobo atrás da Porta (O Lobo atrás da Porta)

Copyright © 2014 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.