Share on Google+

Primavera, Verão, Outono, Inverno... e Primavera

  (Bom yeoreum gaeul gyeoul geurigo bom)
Sinopse Em um pequeno monastério flutuante sobre um lago vivem um velho monge e seu jovem aprendiz. Enquanto o menino explora os arredores, ele se deixa levar por seus instintos e crueldades infantis. Porém, o mestre sempre está pronto para ensinar suas lições, e mostra para o garoto que as conseqüências de pequenos atos podem durar a vida toda. O filme do diretor sul-coreano Ki-duk Kim conta a história desse jovem seguindo o ritmo das estações do ano.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Primavera, Verão, Outono, Inverno... e Primavera
Título Original Bom yeoreum gaeul gyeoul geurigo bom
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Coréia do Sul / Alemanha
Duração103 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. Califórnia Filmes

Elenco


... Old Monk
... Monk
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Jeongseon Arirang ”Traditional
Interpretada por Kim Young Im

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

04/09/2007 - Rafael Lemos

2
  Ótimo
Denunciar
Filme muito bonito, calmo, zen. História interessante, onde mostra os limites dos sentimentos humanos. Recomendo. Um dos melhores filmes orientais do início do século XXI.

07/12/2007 - Nelci Loureço Cardoso

3
  Ótimo
Denunciar
O filme e maravilhoso. Já assisti varias vezes.

23/03/2008 - Marcelo

4
  Ótimo
Denunciar
Fotografia alucinante, simplicidade e beleza num filme diferente, revela um diretor de grande sutileza que faz despertar interesse em filmes asiáticos.

14/05/2008 - Francisco Siqueira

5
  Ótimo
Denunciar
Primavera, Verão, Outono, Inverno... E Primavera! É o Samara, o ciclo eterno de nascimentos e mortes ao qual a entidade viva está submetida, enquanto estiver sob o domínio do próprio karma, que a mantém cativa, aprisionada na existência material. Primavera, Verão, Outono, Inverno... E Primavera, significa: nascimento, maturidade, envelhecimento, morte... E renascimento. Um grande filme, que nos transmite a simplicidade da existência humana, que só é possível através da verdadeira sabedoria: A sabedoria espiritual.

26/12/2008 - Alexandre Fernandes

6
  Ótimo
Denunciar
O filme aborda vários valores, símbolos, poesia e ritus de passagem na relação entre um Velho Monje e seu discípulo mais jovem, através das estações do ano. Um filme sobre O PRINCÍPIO DA IMPERMANÊNCIA: Nada permanece; Apenas a mudança é uma constante. As estações do ano, de forma poética, mostra os ritus de passagem que todos temos que passar: A infância e sua perda da inocência, a juventude e o despertar para o amor, na maturidade, o esclarecimento das experiências e a morte. Primavera, Verão, Outono, Inverno e... Primavera. A primavera seguinte, mostra a IMPERMANÊNCIA do velho, dando lugar ao novo: Não são as mesmas flores que desabrocham; Serão outras flores. A vida continua, com outras faces... Tudo passa: esta é a mensagem do filme. Se não abrirmos mão do velho, não daremos lugar ao novo...

23/03/2009 - Glória Maria Uva-jpb.

7
  Ótimo
Denunciar
O filme é uma obra de arte, pois em um lugar de região natural, muito arborizado, seu verde é predominante e lugares como este são reservas ecológicas. Significado do filme é nascimento, maturidade, envelhecimento e morte... E renascimento. E retrata a história de um monge e seus ensinamentos.

28/03/2010 - Pâmela (14 anos)

8
  Bom
Denunciar
Muito bom. Serviu muito.

01/06/2010 - Herbert (17 anos)

9
  Ótimo
Denunciar
Um dos filmes mais poéticos já feitos.

09/06/2010 - Daniel Veras (29 anos)

10
  Bom
Denunciar
Um belo filme com teor budista.

08/08/2010 - Bianca (26 anos)

11
  Ótimo
Denunciar
Belíssima fotografia, poucas falas... Um filme pra refletir. Gostei muito.

14/08/2010 - Francisco Paulo (56 anos)

12
  Ótimo
Denunciar
Ensinamento, Poesia, Beleza e Encanto. Um filme Ótimo e uma alternativa da melhor qualidade entre tantos Americanos decadentes e idiotas (hoje com raríssimas exceções) que infestam a Telona. Outro filme que vi do mesmo Diretor e que recomendo para quem não viu é Casa Vazia.

04/06/2011 - Alec (36 anos)

13
  Ótimo
Denunciar
Delicada profundidade. Se o mundo visse filmes assim, significaria que as pessoas seriam melhores do que são. Vou mostrar a meu filho que tem 19 e uma grande busca espiritual.

26/04/2012 - Sueli (49 anos)

14
  Ótimo
Denunciar
É um filme sensível à alma humana. Cheio de simbolismos e de belíssima fotografia. Vale a pena ver não uma, mas muitas vezes.

05/08/2012 - Lúcia (53 anos)

15
  Ótimo
Denunciar
Incrível, filme belíssimo.

29/05/2017 - Sportman (37 anos)

  Bom
Denunciar
Um filme simples, silencioso e sem muito investimento. Porém cativante e prende a atenção do telespectador. Pra mim não foi ótimo porque não entendi o final do mesmo. Por isso NOTA 8.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Primavera, Verão, Outono, Inverno... e Primavera (Bom yeoreum gaeul gyeoul geurigo bom)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.