Share on Google+

O Maior Amor do Mundo


Sinopse Antonio (José Wilker) é um famoso e bem-sucedido astrofísico brasileiro que é professor em uma universidade norte-americana e que recebe a notícia de que é vítima de uma doença fatal pouco antes de retornar ao Brasil. No Rio de Janeiro, ele descobre a verdadeira identidade de seus pais biológicos e a surpreendente história de amor entre eles em uma jornada pessoal que o leva de volta ao passado e o transporta da rica Zona Sul carioca à Baixada Fluminense, na periferia miserável da cidade.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil O Maior Amor do Mundo
Título Original O Maior Amor do Mundo
Ano de Lançamento
Gênero Comédia / Drama
País de Origem Brasil
Duração106 minutos
Direção
Estreia no Brasil 07/09/2006
Estúdio/Distrib. Sony Pictures
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... Antônio
... Luciana
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

07/11/2006 - Angela Grochenisk

10
  Bom
Denunciar
Eu gostei muito do filme, ele explora bem o contexto social da favela, mas sem apelar, é bom como drama, mas também uma ótima comédia.

01/12/2006 - André

11
  Ruim
Denunciar
Eu achei horrível.

17/02/2007 - Alexandre do Muro Amarelo

12
  Ótimo
Denunciar
Eu fui figurante desse filme e achei bom.

06/03/2007 - Vanessa

13
  Não vi
Denunciar
O filme é maravilhoso. A interpretação do Marcus Ricca está fantástica e por incrível que pareça, achei que José Wilker, apesar de um grande ator, deixou a desejar... Emoção? Faltou emoção? Mas o que mais me chamou a atenção foi uma "falha" de direção. Nos momentos em que havia diálogo em inglês, apesar de básico, não tinha legenda... acho que perdeu-se um pouco da história de Antonio, quando por ex. ele está tendo aula em inglês e podíamos ter entendido um pouco mais do que ele "amava"!

11/06/2007 - Vinno Sousa

14
  Ótimo
Denunciar
Mais um filme brilhante, de um dois maiores intelectuais e atores desse Pais,o filme mostra com nitidez o problema da má distribuição de Renda e desigualdade social e coloca a vida do astrofísico em uma encruzilhada entre o amor e a morte eminente. Simplesmente fantástico!

21/02/2008 - Fernanda

15
  Péssimo
Denunciar
Eu não gostei, acho que começou sem sentido e acabou pior ainda. Sem sentido!

20/04/2008 - Maria Rosa Lima Cardoso

16
  Ótimo
Denunciar
Filme ótimo, delicado e bem atual nota 010.

03/06/2008 - Carlos

17
  Péssimo
Denunciar
Este filme está passando agora na Globo (04/06 às 03:00h. ), não consegui assistir de tão horrível que é este filme. De 0 à 10 dou -1. Fraco demais.

20/03/2009 - Edison Mackevicius Chevro

18
  Ótimo
Denunciar
Ótimo filme, que retrata as relações humanas mais fortes, além de demonstrar o drama humano diante da realidade da morte e a busca pelas origens.

17/08/2009 - Edu (30 anos)

19
  Péssimo
Denunciar
Achei o filme muito ruim, me arrependi de ter visto, não combina nada com os atores José Wilker e Táis Araujo, não entendi nada, sem lógica nenhuma.

19/05/2010 - Deca (40 anos)

20
  Péssimo
Denunciar
Cadê "O Maior Amor do Mundo"? Fiquei esperando a história desse amor e o filme acabou! Só tem muito lixão, cenas deprimentes e sem sentindo. Horrível! Perdi 2 horas de sono...

16/07/2010 - Ivam Teixeira (51 anos)

21
  Péssimo
Denunciar
Filme muito ruim. Alguns cineastas brasileiros, são muito pretensiosos. É complicado demais para tais cineastas contar uma "história" com começo, meio e fim sem encher a paciência de quem assiste. Hugo Carvana e Sérgio Britto, estão sem função nenhuma neste filme. E José Wilker, sempre os mesmos maneirismos. Uma perda de tempo, com favela e tudo, como é de costume no cinema nacional. O maior amor é gostar de si próprio não vendo essa chatice.

30/09/2010 - Bea (51 anos)

22
  Ruim
Denunciar
Eu amo Tais Araujo, mas me pergunto quando ela vai parar de deixar que ela mesma ser retratados como "cenas sexualmente gráfico"? Ele tem "nada" a ver com o "pais" em que vive, ele tem para com o "facto" que, depois de um tempo a maioria das atrizes e atores gostaria de ser lembrado para o trabalho "positivo" que eles fizeram, não pombos-furado de "cenas de sexo constante" (e este era "RUIM").

01/10/2010 - Reginaldo Dias (44 anos)

23
  Ótimo
Denunciar
Filme pra quem tem sensibilidade. Filme sem favela no Brasil é esconder nossa realidade. Não é obrigação mostrar, mas se está no contexto, esconder pra quê... Fantástico. É 10... Evoluímos muito na arte cinematográfica... Abaixo a baixaria linguística... Temos muito que mostrar e avançar. O rumo está certo...

12/01/2011 - Elton (37 anos)

24
  Péssimo
Denunciar
Quando assisti este filme, não sabia o ano em que foi filmado e pensei que fosse mais um dos filmes nacionais do passado, não fosse alguns atores mais jovens, e que já conhecemos, diria que era um filme de 30 anos atrás, tamanha falta de sentido, contexto e a cena de sexo, na minha opinião dispensável. É muito deprimente ver uma atriz como a Taís numa cena dessas, parece mais uma pornochanchada e pra atriz que está fazendo de tudo pra ser conhecida, coisa que a Taís não precisa. Pra finalizar, acredito que um filme que você assiste por mais de 30 min e não tem uma trama que te chame atenção, não vale à pena prosseguir, apesar de tê-lo assistido até o fim, acreditando que seria um dos bons filmes nacionais que se tem feito nos últimos tempos.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Livrai-nos do Mal (Deliver Us from Evil)

Copyright © 2014 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.