Share on Google+

Alô, Alô, Terezinha!


Sinopse Documentário sobre o maior fenômeno da televisão brasileira, o apresentador Abelardo Barbosa, mais famoso como Chacrinha. O diretor Nelson Hoineff fez uma enorme pesquisa sobre o comunicador, recuperando imagens digitais, para contar a aventura de Chacrinha como se fosse um programa de TV. O público assistirá ao apresentador de auditório jogando bacalhau para a platéia, soltando seus bordões, buzinando calouros ou até dando o famoso troféu abacaxi, e ainda apresentando os maiores ídolos da época como Roberto Carlos, Gilberto Gil, Wanderléia, Wanderley Cardoso, Gretchen, Sidney Magal e muitos outros.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Alô, Alô, Terezinha!
Título Original Alô, Alô, Terezinha!
Ano Lançamento
Gênero Documentário / Drama
País de Origem Brasil
Duração95 minutos
Direção
Estreia no Brasil 30/10/2009
Estúdio/Distrib. Imovision
Idade Indicativa 12 anos

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

10/11/2009 - Luiz Curcio (56 anos)

9
  Ruim
Denunciar
Chacrinha merecia coisa melhor. O filme é muito fraco, tanto no roteiro e direção, como no visual, totalmente embaçado, principalmente quando apresenta aquelas imagens antigas. O Filme, na verdade, deveria ser chamado " AS CHACRETES", são elas que mais aparecem no filme da vida antiga e na atual. Vai ser um fracasso de bilheteria. Quando assistir não tinha dez pessoas no cinema do Iguatemi. Portanto, nota 3.

01/12/2009 - William (39 anos)

10
  Bom
Denunciar
Vou ter que contrariar as opiniões dos cizudos e mal encarados críticos. Lamentavelmente este ano para produções brasileiras não foi lá muito generosa, então tudo que temos de bom até aqui foi este documentário.

04/12/2009 - Beto Barbosa (45 anos)

11
  Ótimo
Denunciar
Este filme me transportou aos bons anos 80 e monstra aos que dizem que nesta vida todos são substituíveis menos o velho guerreiro com humor ácido e alegre nos contempla com quase 1 hora e meia. Muito bom.

07/01/2010 - Fabricio Villa Forte (21 anos)

12
  Bom
Denunciar
Tratando-se de um documentário, não espera-se de nada. Apenas entrevistas e arquivos recuperados. O documentário é bom, fala apenas sobre o Chacrinha e o programa dele com relatos dos entrevistados. Talvez possa vir um filme sobre a vida dele, o documentário servirá de espelho para isto, fica a dica.

04/05/2010 - Simone Frazão Botelho Gui (45 anos)

13
  Regular
Denunciar
É importante dizer que não se trata de uma biografia. Achei um bocado triste o enfoque dos calouros, mas bem realista os relatos das chacretes. Evidencia as diferenças que existem entre os 2 lados das câmeras. Ainda acho que ele merecia um filme biográfico. Afinal de contas ele fez parte da cultura do nosso país.

17/08/2010 - Vinicius (31 anos)

14
  Regular
Denunciar
Deprimente como o filme explora o fracasso dos humildes. Quase todo mundo que se envolveu com o Chacrinha se deu MUITO mal. Tirando, obviamente, os peixes grandes (os cantores que comiam as chacretes, e as envolviam com drogas). A cena da índia potira, agora uma senhora, nua numa fonte municipal é de dar ânsias de vômito. Sem comentar no sofrimento ad aeternum que os ex-calouros demonstram viver. Por trás da famosa aura saudosista que sempre cerca o "velho palhaço", o documentário deixa escapar que havia sim muito abuso, maldade e exploração. Uma pena. Vale como retrato de uma época da TV em que as coisas funcionavam de modo diferente. Aliás, será?

22/08/2010 - Cicero Antonio Simoes Par (47 anos)

15
  Ótimo
Denunciar
Chacrinha era fenomenal, único e inesquecível. Não se pode levar a sério suas brincadeiras com os calouros, suas buzinadas, suas bacalhoadas na platéia... Era tudo uma grande brincadeira. Desrespeito é o que as novelas fazem hoje, desmoralizando a família, o casamento e o que ainda resta de decente na sociedade. Chacrinha era vida e alegria. Adorei o filme.

02/01/2011 - Lucas (13 anos)

16
  Ótimo
Denunciar
Eu não era da época, mas eu tenho o filme minha mãe minha e minha tia viram o filme e gostaram! Adorei o filme conheci mais sobre o chacrinha.

21/05/2011 - Lucas (13 anos)

17
  Ótimo
Denunciar
Este filme me levou os anos 80.

12/08/2011 - Isaura (49 anos)

18
  Péssimo
Denunciar
Um lixo, deprimente, de autoria sadomasoquista ao sofrimento alheio, sem cultura, sem homenagear o chacrinha, mancha a imagem do chacrinha como homem de família e humilha a sua viúva. Fere diversos direitos constitucionais, além de ter sido liberado para a produtora recurso público sem na realidade ter nada de cultura, pois possui cenas de pornografia (uma mulher de quase 70 anos nua numa fonte, palavras de baixo calão e violência de direitos da personalidade das chacretes.

22/10/2011 - Jezz (56 anos)

19
  Ótimo
Denunciar
Estou revendo o filme pela terceira vez e sem equívocos o documentário é dono de muitos méritos. O filme consegue atingir seus objetivos: presta uma homenagem ao incomparável e genial comunicador de massas, o Chacrinha, e ainda revive, com muita poesia e sensibilidade, aqueles tempos áureos da cultura popular do Brasil (de Roberto Carlos á Cazuza, Baby Consuelo, Ney Matogrosso e Raul Seixas, entre tantos outros que se apresentavam no programa). Não há nada de sádico, nem de deprimente, como se referem tolamente alguns comentários por aqui. O tempo passa, liquida com tudo e todos - e disso ninguém escapa. Mas aqueles que construíram um estilo, que fundamentaram um marco, ou que foram absolutamente originais, criativos, únicos, como é caso do Chacrinha, esses justificam, no mínimo, o belo filme "Alô, alô Terezinha" - um retrato do que o brasileiro tem (ou tinha) demais autêntico: o deboche, a anarquia, a 'carnavalização' do non-sense da vida.

09/11/2011 - Osmar (54 anos)

20
  Regular
Denunciar
Achei que o filme foi apenas regular, porque tem momentos que poderiam ser excluídos do filme, o que deixou mais pobre a história, e deviam ter trabalhado mais nas informações da vida pessoal do Chacrinha tb, que e um icone da TV e da comunicação brasileira, e interessante de se assistir sim, mas deviam ter feito uma homenagem maior ao chacrinha, ele merecia algo mais trabalhado e menos tosco tb... Vale um 5...

09/11/2011 - Lenilson Ferreira (50 anos)

21
  Ótimo
Denunciar
Emocionante. Vibrante e muito dinâmico. Conta parte da história do país ao contar a vida do Chacrinha. Confesso que eu não gostava dele quando era jovem, mas, hoje, vejo a importância que ele teve para a história do país e para nossa formação cultural. Quero comprar o documentário para dar a oportunidade de meus amigos assisti-lo. Lenilso Ferreira. Psicanalista.

06/02/2013 - Ocimar Falcão (47 anos)

22
  Ótimo
Denunciar
Gostei do Filme. Tive a oportunidade de assistir a vários programas do Chacrinha pela TV, hoje sou Cineasta, achei a montagem muito boa, no conjunto, achei ótimo, retrata muito bem a história a que se propõe. Parabéns!

07/01/2014 - Harlei Cursino Vieira (36 anos)

  Ótimo
Denunciar
O Programa do Chacrinha era muito bom e reunia artistas de uma época que não volta mais, ao mesmo tempo em que era muito divertido, diferente dos programas atuais.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Alô, Alô, Terezinha! (Alô, Alô, Terezinha!)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.