Share on Google+

O Último Pôr-Do-Sol

  (The Last Sunset)
Sinopse O caubói Brendan O'Malley (Kirk Douglas) chega à casa da formosa Belle Breckenridge (Dorothy Malone), casada com bruto beberrão John Becheridge (Joseph Cotten). O casal está se preparando para iniciar uma jornada com o gado até o Texas. Na cola de O'Malley está o policial Dana Tribling (Rock Hudson), que tem razões pessoais para capturá-lo. Ambos se juntam ao casal em sua jornada, mas as tensões aumentam quando John nota o crescente interesse de dana por sua mulher e de Brendan por sua filha...

Share on Google+

Informações


Título no Brasil O Último Pôr-Do-Sol
Título Original The Last Sunset
Ano Lançamento
Gênero Romance / Faroeste
País de Origem EUA
Duração112 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. Classic Line

Elenco


... Dana Stribling
... Brendan 'Bren' O'Malley
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Pretty Little Girl In The Yellow Dress”Música de Dimitri Tiomkin
Lyric by Ned Washington
“Cu Cu Ru Cu Paloma”Song by Tomás Méndez

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

11/10/2013 - M. Rodrigues (79 anos)

51
  Ótimo
Denunciar
... Já assisti várias vezes. Ótimo.

23/11/2013 - José Pereira da Costa (66 anos)

  Ótimo
Denunciar
Já assisti e classifico com um dos melhores filmes (do estilo) visto por mim.

30/07/2014 - Benedito (65 anos)

  Ótimo
Denunciar
Legitimo faroeste. Um filme marcante que fica sempre na lembrança da gente.

16/02/2015 - Martim (61 anos)

  Não vi
Denunciar
Excelente filme para ser revisto.

17/02/2015 - Carlos Ari Krasucki (58 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti ao filme nos idos de 1967 em mato grosso; era adolescente - 11 anos; foi fantástico na época.

23/03/2015 - Lauro Corona Neto (39 anos)

  Ótimo
Denunciar
Isso é filme de Western o resto é resto. Imperdível.

23/09/2015 - Gilson Rosa de Deus (45 anos)

  Ótimo
Denunciar
Um dos melhores filmes de faroeste que já assisti. Recordo de assisti-lo algumas vezes na TV Alterosa (SBT) e o veria outras tantas quantas, fosse exibido.

12/01/2016 - José Baleisão R. (75 anos)

  Bom
Denunciar
Vi este grande filme quando no início dos anos sessenta participava na Guerra Colonial de Angola, na zona de Maquela do Zombo, e é realmente inesquecível. Ainda por cima sou um grande fã do KIRK DOUGLAS... Pouco mais posso acrescentar ao que já foi comentado, apenas que sinto uma tremenda nostalgia quando revejo aquele elenco de actores fantásticos, quase todos infelizmente já desaparecidos. Um grande filme ao nível de RIO BRAVO e outras grandes produções desses tempos. Voltaria a vê-lo novamente, claro que sim!

22/04/2016 - Walmir Luiz Becker (71 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti, sim. No ano do lançamento deste filme, no Brasil, ou, mais precisamente, em Porto Alegre. Foi na década de sessenta, disso tenho certeza, tanto quanto sei que eu vivia, por aquele tempo, meus vinte muito poucos anos. A avaliação que tenho, portanto, é daquela época, daqueles ainda verdes anos. A opinião que guardo até hoje, é a de que foi um excelente faroeste. Tenho de memória a trama central do filme e o duelo final entre Kirg Douglas e Rock Hundson.

12/07/2016 - Maurício Valente (59 anos)

  Ótimo
Denunciar
Trata-se de um western completo. Excelente!

23/08/2016 - Plinio Neto de Andrade (69 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti um punhado de vezes quando menino. Nunca me esqueci, um dos melhores do gênero.

09/11/2016 - Pedro Paulo (71 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti á 55 anos atrás e ainda me lembro. É muito bom do começo ao fim. Eu queria assistir outra vez, só que, na internet, não sei se vou conseguir.

11/04/2017 - Mauro (53 anos)

  Ótimo
Denunciar
Eu tenho ele dublado.

17/01/2018 - Bolota (70 anos)

  Ótimo
Denunciar
Este é um faroeste de 1961 repleto de referências. Interessante que por alguns é considerado clássico e por outros apenas um filme razoável ou bom, com várias falhas. Seja como for, é um filme marcante e muito importante dentro do gênero. Primeiro, porque interpretado por dois ícones do cinema: Kirk Douglas (ótimo) e Rock Hudson, este último em atuação que poderia ser melhor (junto com a de Dorothy Malone) – e o filme ainda tem Carol Lynley e Joseph Cotten. Segundo, porque dirigido por Robert Aldrich (Vera Cruz, O que terá acontecido com Baby Jane?, Os doze condenados…). Terceiro, porque o roteiro foi assinado por um personagem famoso na época da perseguição americana aos comunistas (a famosa lista negra do senador McCarthy) e que ganhou o muito corajoso apoio de Kirk Douglas na ocasião: Dalton Trumbo, que teve até um filme a seu respeito, estrelado por Bryan Cranston. Quarto, porque é um filme que reúne todos os elementos dos grandes westerns: paisagens amplas, aventuras, ação, drama, suspense, romance, gado sendo transportado a grandes distâncias, a aridez das terras e dos homens…e tem algo a mais além disso, pois o roteiro acaba explorando bem o íntimo dos personagens e faz com que dramas do passado venham à tona e encontrem seu desate justamente no momento que dá título ao filme. Poderia nesse instante ter uma fotografia melhor, é certo…enaltecendo as cores do pôr do sol…Talvez uma música mais marcante na trilha (se bem que o filme tem vários números musicais e até Kirk cantando), uma atuação mais convincente de parte do elenco…Mas pelo conjunto de suas virtudes, é sem dúvidas um belo e emocionante filme. Nota 10.

08/04/2018 - Zequita (57 anos)

  Ótimo
Denunciar
AlastfimO Último Pôr-do-Sol é um grande filme desde os créditos iniciais. Ao som de uma bela trilha sonora típica de western – assinada por Ernest Gold, e que inclui também uma canção tema de Dimitri Tiomkin, dois grandes compositores –, temos diversos planos gerais, aquele tipo de tomada em que a câmara enquadra vastas paisagens, o que na pintura seria o afresco. Vemos um cavaleiro, pequenininho lá dentro daquela vasta paisagem, cavalgando a toda velocidade possível, enquanto estão sendo mostrados os créditos – um bando de nomes respeitáveis, admiráveis. Depois de algum tempo, vemos, na mesma ordem, as mesmas paisagens que já havíamos visto antes, com outro cavaleiro passando na mesma direção. O primeiro cavaleiro passa por um vilarejo onde um grupo de gente se reúne em torno de uma briga de galo, e pela primeira vez temos planos que não são gerais, em que a câmara se aproxima mais das pessoas. Num plano americano, aquele em que vemos meio corpo das pessoas, da cintura para cima, identificamos Kirk Douglas. Logo depois veremos que o segundo cavaleiro passa pelo mesmo vilarejo – estamos no México. Outro plano americano mostra que o segundo cavaleiro é Rock Hudson. Terminam os créditos iniciais. Acabei de assistir em DVD, já tinha assistido no cinema varias vezes. Nota 10.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

O Último Pôr-Do-Sol (The Last Sunset)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.