Share on Google+

No Mundo de 2022 / No Mundo de 2020

  (Soylent Green)
Sinopse No ano de 2022, a população de New York e de 40 milhões de habitantes. Para alimentar os excluídos - pobres e desempregados , existem tabletes verdes chamados de SOYLENT GREEN, produzidos inicialmente através da industrialização de algas. Um policial é encarregado de investigar a morte de um magnata envolvido diretamente nesses alucinógenos consumidos pela população oprimida. Baseado no romance de Harry Harrison, SOYLENT GREEN é um clássico da ficção científica dos anos de 1970 e o último filme do grande ator Edward G. Robinson.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil No Mundo de 2022 / No Mundo de 2020
Título Original Soylent Green
Ano de Lançamento
Gênero Drama / Ficção
País de Origem EUA
Duração97 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. Continental

Elenco


... Detective Thorn
... Shirl
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Symphony No. 6 in B Minor, Op.74: 'Pathetique': I. Adagio - Allegro non Troppo”
“Symphony No. 6 in F Major, Op.68: 'Pastoral': I. Allegro ma non Troppo”
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

14/08/2012 - Lucia Helena (50 anos)

24
  Ótimo
Denunciar
Assisti este filme em um cinema no interior de São Paulo faz muitos anos e ainda hoje lembro-me de algumas cenas que marcaram muito. Sei que é um filme excelente e inesquecível. Gostaria muito de revê-lo. Vale a pena. Creio que não estamos muito longe desta realidade retratada naquele ano de 1973 prevendo o futuro que chegou tão rápido.

26/08/2012 - Renan (33 anos)

25
  Não vi
Denunciar
Minha vó sempre falou que ainda tem muito verde no mundo, e que ela está feliz porque não vai virar bolachinha... Nunca vi esse filme, mas acredito que ela estava se referindo ao mesmo.

06/11/2012 - Sergio Luiz Conde (58 anos)

26
  Ótimo
Denunciar
Desde que assisti a este filme em 1973, comecei a analisar a vida com mais observação e percebi que este filme não era comum e sim uma profecia. Daquele ano para cá só fico comparando o mundo com o filme e é impressionante, é idêntico de como vai acontecer mesmo, pelo motivo que decidi não ter filhos.

21/11/2012 - Osmar (48 anos)

27
  Ótimo
Denunciar
Realmente, o que vou dizer é redundante, mas o filme é mesmo uma profecia cuja concretização estamos testemunhando a cada dia.

01/01/2013 - Anderocks (38 anos)

28
  Ótimo
Denunciar
Inacreditável de tão bom que é esse filme.

14/02/2013 - Antônio Carlos Mosolino (69 anos)

29
  Ótimo
Denunciar
Foi muito difícil encontrar cópia deste filme. Os donos das grandes corporações agem para que certas obras desapareçam. As bibliotecas estão desaparecendo (como no filme); os alimentos estão cada vez mais industrializados; a corrupção é endêmica. O filme é uma sinopse do nosso futuro.

01/04/2013 - Carlos Jomar G.ribas (76 anos)

30
  Ótimo
Denunciar
Foi um dos filmes que mais me deixou marcas pela mensagem que fica registrada, gostaria de revê-lo, mas está muito difícil encontrar uma pista do mesmo.

05/04/2013 - Diane Liz (55 anos)

31
  Ótimo
Denunciar
Este filme foi sem querer um filme profético. Não houve filme de ficção que descrevesse melhor para onde caminha a humanidade. Impressionante.

15/06/2013 - Mauro G. (46 anos)

32
  Ótimo
Denunciar
Novamente os anos 70 mostrando o quanto o cinema era maravilhoso, O título do filme em português é: No Mundo de 2020, e este filme é uma excelente ficção, muito bom mesmo, vale muito a pena assisti-lo. Ótimo.

24/06/2013 - Jorge José Gotardi (60 anos)

33
  Ótimo
Denunciar
Vi esse filme quando era estudante, no Cine Vitória, em Curitiba-PR. Me impressionou tanto que mesmo passados mais de 35 anos, às vezes, em locais e horários mais variados, me vem à cabeça: Soylent Green... Soylente Green... Gostaria de rever esse filme, mas nunca mais tive notícias dele!

11/07/2013 - Sérgio Sarmento (59 anos)

34
  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA na tarde/noite de 24/05/1975. Olha! Que coisa legal e ver que esse filme é lembrado, como enorme prazer, por quase 30 pessoas que aqui comparecem. Porque eu igualmente tenho uma saudade imensa deste belíssimo filme. Por vários motivos! Assisti pela primeira vez no Cine Victória já extinto ( era CINEMA de calçada os de Shopping ainda não existiam ) em minha cidade. Foi com esse filme que conheci a atriz Leigh Taylor então uma "gata" de vinte e poucos anos. Foi mais um filme do grande ator americano Charlton Heston de quase cinquenta anos (um "guri" portanto). Foi o último filme do grandioso ator Eduard G. Robinson. A cena que ele pede para ouvir a 6 sinfonia de Beethovem, que é a Pastoral, foi uma das maiores emoções cinematográficas da minha vida de cinéfilo. Ali conheci uma das maiores músicas de todos o tempos que o Homem compôs. E a cena é maravilhosa, pois Sol (Robinson) está deitado e ao fundo aparecem cenas projetadas de um campo muito lindo e alguns cervos pastando (não podemos esquecer que a Terra era só tristeza pois campos não existiam mais). Lamento não poder falar mais. Pois assim contarei o filme o que não é permitido pelas regras do site. Mas quem assistiu o filme com certeza vai lembrar desta, repito, cena inesquecível. Este filme é com segurança um dos 1.000 primeiros filmes que assisti dos cerca dos 15 mil que assisti até hoje. Ah! Esse filme assisti em 1975 como sendo NO MUNDO DE 2020! Mudou de nome quando foi lançado em DVD. Mas isso de maneira alguma muda alguma coisa. Só escrevi como testemunha de uma verdade!

10/08/2013 - HHamati (64 anos)

35
  Ótimo
Denunciar
Ótimo. Seguramente um dos fortes candidatos a acertar o amanhã.

19/08/2013 - Daniel Ribeiro (52 anos)

36
  Ótimo
Denunciar
Também assisti este filme quando adolescente. E procurava-o agora na internet. Me marcou. Agora estou neste futuro ou muito próximo dele. Será este o futuro?

03/10/2013 - Ulysses (66 anos)

37
  Ótimo
Denunciar
Assisti na década de setenta e até hoje lembro dele, e recentemente o A. Jabor falou sobre o filme, é um filme muito bem bolado sensacional, vale a pena ver, quero ver se adquiro o DVD.

14/01/2014 - Antonio Jose (48 anos)

  Bom
Denunciar
A aventura e o drama são bons, mas é uma história muito sem nexo. Como pode a população crescer tanto em condições terríveis. Sabe-se, em biologia, que o número de indivíduos de uma espécie só cresce em condições favoráveis e o ser humana não foge a regra. O população cresce muito no mundo de hoje porque a expectativa de vida possou de 25 anos para 70, devido o conhecimento. Nova York do filme parece Londres do século XVIII, mas naquela época a população não passava de 250.000 hab. Na cidade, pois, quando chegava a esse ponto muito morriam de cólera. Não é uma previsão séria. É uma filme comercial, procurando seguir o senso comum da época. Acontece que em 1973, como hoje, era moda falar mal do ser humano até quando ele faz a coisa certa, como a produção de avanço tecnológico. Achei um filme divertido de qualquer modo.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

No Mundo de 2022 / No Mundo de 2020 (Soylent Green)

Copyright © 2014 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.