Share on Google+

Nunca Fomos Tão Felizes


Sinopse Nunca Fomos Tão Felizes conta a história da relação de um filho com seu pai, um homem desconhecido e misterioso. O filme começa com o pai voltando ao colégio onde deixou o filho interno durante oito anos, sem lhe escrever uma carta, sem lhe dar um telefonema. Ambos vão para o Rio de Janeiro, numa viagem atribulada, onde o pai diz: quanto menos você souber sobre mim, melhor para você. Ele instala o filho em um apartamento na Av. Atlântica de frente para o mar, lhe entrega uma soma de dinheiro, e diz para o filho se virar com isso. No dia seguinte desaparece novamente. Nunca Fomos Tão Felizes é a história da descoberta do pai, de quem é esse pai. Um filme em ritmo de thriller que mobiliza o espectador. Um filme emocionante. Um marco do moderno cinema brasileiro.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Nunca Fomos Tão Felizes
Título Original Nunca Fomos Tão Felizes
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Brasil
Duração91 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. Cinema Brasil Digital

Elenco


... Beto
... Gabriel
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Dio Come ti Amo”Interpretada por Gigliola Cinquetti
“Rock the Boat”Interpretada por Leno & Lillian & Roupa Nova

Trailer



Comentários


11/09/2012 - Sérgio Sarmento (59 anos)

1
  Ótimo
Denunciar
Assisti nesta tarde NO CINEMA quando do programa IMAGENS DA VERDADE - Memória e Resistência na na América Latina. Baita filme de 1984. É mais um filme de denuncia da Ditadura Militar/Civil iniciada em 01/04/
1964. E mostra um dos vários casos de separação de pai engajado na resistência e
que teve que separar de sua família. No caso
deste filme é o abandono do filho em um colégio interno e depois de 8 anos tenta montar está mesma família com o que sobrou. Neste caso e novamente com o único filho. E mais um filme magnífico que mostra a destruição, em todas as áreas, que a ditadura
cometeu na nação. O ator Cláudio Marzo que
seguramente faz seu melhor papel no CINEMA representa o pai perseguido pela repressão
militar e civil. E Roberto Bataglin faz igualmente seu melhor papel no Cinema como o
filho reprimido pelo ordem das coisas. E, ainda, Susana Vieira, igualmente, em seu melhor papel NO CINEMA. Representa um ex namorada do ativista político Marzo e que
colabora com a causa da resistência oferecendo um lugar para estas pessoas. Filme
altamente educativo. Mas pouco visto por
quem deveria ver que é o povo brasileiro.

06/08/2013 - Michael Carvalho Silva (37 anos)

2
  Ótimo
Denunciar
Um dos melhores e mais marcantes filmes nacionais dos anos oitenta com atuações impressionantes de Roberto Bataglin, Cláudio Marzo e da eterna musa Susana Vieira que por sua vez é a Monica Vitti brasileira.

01/10/2013 - Tony (67 anos)

3
  Péssimo
Denunciar
Filme horrível! Não acrescenta nada a nada!

09/09/2018 - Antonio (40 anos)

  Péssimo
Denunciar
Lixo. Propaganda disfarçada de Cinema.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Nunca Fomos Tão Felizes (Nunca Fomos Tão Felizes)

Copyright © 2019 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.