Share on Google+

As Praias de Agnes

  (Les plages d'Agnès)
Sinopse Produzido e dirigido pela grande cineasta francesa Agnès Varda, o filme é um documentário autobiográfico que relata passagens de sua vida através de elementos que remetem ao seu passado. Clipes, fotografias e dramatizações foram usados para retratar momentos marcantes da vida de Varda.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil As Praias de Agnes
Título Original Les plages d'Agnès
Ano Lançamento
Gênero Documentário / Drama
País de Origem França
Duração110 minutos
Direção
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... A Própria
... O Próprio
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Symphonie en Si mineur, Opus 7 D. 759”(Symphonie inachevée)
Composta por Franz Schubert
(1822)
“Supplique pour être enterré à la plage de Sète”Composed, Written e
Cantada por Georges Brassens
Produzido por Georges Meyerstein-Maigret
disques Phillips
(1966)
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


20/04/2012 - Sérgio Sarmento (58 anos)

1
  Ótimo
Denunciar
Assisti nesta tarde quando de seu lançamento na minha cidade e NO CINEMA. O último filme que assisti em cinema da diretora francesa VARDÁ nascida em 1928 foi, agora, em 23/03. Um belíssimo filme chamado SEM TETO NEM LEI (1985) com a talentosa e bonita atriz francesa SANDRINE BONNAIRE (1967) e esta obra de ficção é citada e comentada neste belo ensaio, documentário autobiográfico chamado AS PRAIAS DE AGNES (2008). A obra fala fundamentalmente da vida desta brilhante diretora, talvez a melhor, do cinema francês. Começa nos falando de sua fuga juntamente com sua família da Bélgica por motivos da segunda grande guerra. Passando pela sua amizade com os diretores da Novelle Vague francesa. E cita Jean-Luc Godard, François Truffaut, Alain Tesnais. Claude Chabrol e Jacques Demy, com quem foi casada de 1961 até 1990. E foi com o diretor DEMY (1931/1990) que ela aprendeu a fazer cinema. Foi através dele que ela amou, ainda, mais a sétima arte. O que sempre chamou a minha curiosidade é por quê o título desta obra. Ela disse: " Se você abrir uma pessoa, irá achar paisagens. Se me abrir encontrará prais ". Lindo isso! É claro que no filme aparece várias prais inclusive a de sua cidade natal na Bélgica. O ensaio documentário autobiográfico é um hino a arte de viver. Portanto é claro que merece ser assistido. Mas só assista se é um cinéfilo por conhecer muitos dos filmes da diretora ou recomendo, ainda, para um grupo maior de pessoas. São aquelas que tem uma alta sensibilidade. Pois o filme é belo plasticamente e ela, a diretora, é s e n s a c i n a l.

30/12/2014 - Bessa38 (76 anos)

  Bom
Denunciar
Um documentário, semi-biográfico, traz a diretora AGNÉS VARDA, no frescor de seus 80 anos, fazendo uma retrospectiva de muito bom gosto. Dirigido ao público cativo da diretora. Agrada, porém.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

As Praias de Agnes (Les plages d'Agnès)

Copyright © 2019 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.