Share on Google+

Amor e Raiva

  (Amore e rabbia)
Sinopse Cinco parábolas do Evangelho revistas por cinco grandes realizadores - Cinco filmes, cinco parábolas, cinco grandes realizadores. Em "Indiferença" de Carlo Lizzani, um homem envolvido num acidente de automóvel em Nova Iorque pede ajuda perante a indiferença dos que passam. Em "Agonia" de Bernardo Bertolluci, um bispo à beira da morte apercee-se que passou por esta vida sem ajudar ninguém. O terceiro filme chamas-se "A Sequência da Flor de Papel" e é realizado por Pier Paolo Pasolini. Nele, um homem passeia por Roma com uma flor de papel na mão sem se aperceber da infelicidade que o rodeia. Em "O Amor", Jean-Luc Godard conta-nos a história do amor impossível entre a revolução e a democracia,personificado num realizador do amor impossível entre a revolução e a democracia, personificado num realizador italiano e numa jovem francesa. Por fim, em "Discutamos, Discutamos" de Marco Bellocchio, um grupo de estudantes de esquerda da Universidade de Roma interrompe uma aula com os seus discursos comunistas e acaba agredido pelos colegas de direita e pela polícia.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Amor e Raiva
Título Original Amore e rabbia
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Itália / França
Duração102 minutos
Direção / / / / /

Elenco


... (segment "L'indifferenza")
... Dying Man (segment "Agonia")
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


22/07/2011 - Carlos N Mendes (44 anos)

1
  Bom
Denunciar
Sou um cara assumidamente de esquerda, mas ao assistir esses filmes 'revolucionários' da década de ouro do embate político, dou uma ponta de razão ao reacionários. Não dá para convencer ninguém sendo chato - e Godard extrapolou em seu episódio "O Amor". Ao assistir isso, também entendi o sentido da frase "o filme é uma droga, mas o diretor é um gênio"; Godard demonstra muita inteligência, mas para cativar teria que ter usado mais cinema e menos verborragia. " A Indiferência" dá impressão de não chegar a lugar nenhum; Bertolluci vai bem, apesar do excesso de alegoria (só dá para sacar qual é a dele no final); Pasolini não me atingiu (estou ficando velho e 'hollywoodizado'...). Bellochio foi quem mais gostei; traz a nós a essência daqueles anos, provavelmente os mais produtivos em termos humanos do último milênio. Irregular, mas quem quiser pode pular as histórias. Nota 7 pelo conjunto.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Amor e Raiva (Amore e rabbia)

Copyright © 2019 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.