Share on Google+

Um Doce Olhar

  (Bal)
Sinopse Yusuf (Bora Altas) é uma criança que mora com os pais numa isolada área montanhosa. Para ele, a região de floresta torna-se um verdadeiro mistério e aventura a partir do momento em que ele acompanha o pai em um dia de trabalho. O filme acompanha sua incrível jornada pela busca de algum sentido a sua vida.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Um Doce Olhar
Título Original Bal
Ano de Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Turquia / Alemanha / França
Duração103 minutos
Direção
Estreia no Brasil 20/08/2010
Estúdio/Distrib. Paris Filmes

Elenco


... Yusuf
... Yakup
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

28/10/2011 - Flaviane (11 anos)

31
  Ótimo
Denunciar
O filme é muito bom eu achei super interessante mesmo, esse filme contas fatos da vida bom eu gostei muito.

06/01/2012 - Walkiria (39 anos)

32
  Ótimo
Denunciar
Excelente, lembrei bastante da minha infância, onde o professor puxava a orelha do aluno que não fazia tarefa de casa, a natureza rústica e pura, como era a minha infância, o barulhinho do mato, pude até sentir a coceirinha nas pernas quando eu andava entre os matos. Filme para quem gosta de refletir. Ótimo!

15/01/2012 - Monique (30 anos)

33
  Péssimo
Denunciar
Um dos piores filmes que já assisti na minha vida!

20/01/2012 - Edison (28 anos)

34
  Regular
Denunciar
Como não sou crítico de cinema, achei o filme muito monótono, em alguns momentos tem que ter muita paciência pra não levantar e ir pra cozinha fazer um lanchinho. Gostei das paisagens, achei interessante as grandes diferenças culturais (foi o que mais gostei), e do menino (muito sincero na interpretação e que tem realmente um doce olhar).

21/04/2012 - Stefânia (25 anos)

35
  Regular
Denunciar
Eu gostei do filme em partes: A amizade do pai com o filho, muito linda. A paz que a sala de aula que Yusuf frequenta é surreal. A localização da casa de menino é esplêndida. Assistindo imaginava o frescor que deve ser ali. Foi bom ver um pouco da cultura da Turquia, já estou saturada de ver besteirol americano. E a postura inteligente do professor ao caso de Yusuf da gagueira. Mas os meus pontos negativos que me fazem dá nota ruim é: O relacionamento frio que Yusuf tinha com a mãe, ele praticamente não a obedece. Tinha horas que dava era raiva. Pregou -se a figura de Maomé. Eu acredito em Jesus- o verdadeiro Filho enviado de Jeová. E além dos poucos diálogos que têm no filme, o que deixa o telespectador querendo mais, a morte trágica do pai de Yusuf deixa o telespectador no vácuo, pois ó filme é longo e na espera que algo muito feliz aconteça.

14/05/2012 - Renato Ladeia (61 anos)

36
  Ótimo
Denunciar
Gostei do filme. A ausência de música faz com que nos concentremos na natureza e sua sonoridade. Pássaros, barulho do vento, insetos etc. Criam um clima de expectativa e silêncio mortal. Parece que algo vai acontecer. No final o olhar da mãe, que sabe que o pai não vai mais voltar, é comovente, silencioso, mas extremamente eloquente. O desempenho do garoto Bora é fantástico.

21/05/2012 - Julio Cesar O'May (40 anos)

37
  Regular
Denunciar
Silêncio. Já diziam os antigos que um silêncio pode valer mais do que mil palavras. Em UM DOCE OLHAR o diretor parece seguir à risca este aforismo popular e mostra o dia-a-dia de um menino envolto, todo o tempo, em um mundo silencioso. Sua relação com os pais, a escola e a natureza em uma pequena localidade rural da Turquia, revela a visão de uma existência quase sempre instintiva/intuitiva, de poucas palavras. O roteiro, que usa e abusa da poética paisagem local, não privilegia maiores demonstrações de afeto. Assim sendo, o filme poderá prender a atenção do expectador sensível até o final por sua acuidade estética, mas dificilmente conseguirá ser lembrado, no futuro, pelo quesito emoção.

05/07/2012 - Wanderson (39 anos)

38
  Ruim
Denunciar
Eu esperava mais do filme, poderia explorar mais a fotografia da região que é muito bonita, e no final não teve sentido. De 1 a 10 dou nota 3.

10/08/2012 - Jacob Koen (60 anos)

39
  Ótimo
Denunciar
É indiscutivelmente um excelente filme. Uma exuberante jóia rara. Tudo nele é terno, tocante e encantador. É daqueles filmes para serem assistidos com os telefones, tanto o celular quanto o fixo, desligados. A campainha da residência também deve ser desligada, para que não se perca a um só segundo de atenção. Este maravilhoso filme merece de fato concentração exclusiva.

04/02/2013 - Carina Bortolini (32 anos)

40
  Regular
Denunciar
Apesar da bela atuação do garoto, das paisagens belíssimas e do roteiro até interessante, o filme é muito chato. Adoro filmes cult, mas a impressão que fica aqui é de forçarem a barra nos planos longos e silenciosos. Precisava filmar o menino andando do sopé ao topo da montanha? Seria enredo para um lindo curta.

27/02/2013 - Nemylla (12 anos)

41
  Ótimo
Denunciar
Amei o filme é muito interessante.

28/02/2013 - João Paulo Fernandes Lope (47 anos)

42
  Ótimo
Denunciar
Um poema como um murro no estômago. O silêncio do filme fala-nos profundamente ao ouvido (como Yusuf sussurra) e diz-nos que existe uma vida plena, para além das cidades onde vivemos assoberbados em confusão! Apesar de tudo ter um fim... Um filme belíssimo, tanto quanta a sua [aparente] simplicidade e quietude!

04/05/2013 - Emmersom (26 anos)

43
  Péssimo
Denunciar
Filmes sem história, sem noção, foca muito em cenas inúteis, horrível, se você não estiver nada pra fazer e tiver chovendo muito, vá dormi que é bem mais proveitoso.

01/06/2013 - Celso Bacelar (46 anos)

44
  Ótimo
Denunciar
Filme excelente, provando que uma história contada a partir do ponto de vista infantil sempre é interessante. Quem gosta de violência, tiros, socos, com certeza não vai gostar, mas quem aprecia o verdadeiro cinema vai adorar este filme. Recomendo assistir com os filhos. Meu filho de 10 anos gostou muito.

20/10/2013 - Atanael Lemos Corrêa (37 anos)

45
  Ótimo
Denunciar
Belíssimo! O silêncio presente no enredo do filme é perturbador porque leva-nos a pensar na essência da vida, a valorizar as pequenas coisas... Com a cultura oriental temos muito a aprender: é preciso aprender a sentir para podermos desconstruir... Enfim, peculiar!

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Festa no Céu (The Book of Life)

Copyright © 2014 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.