Share on Google+

Amor Pleno

  (To the Wonder)
Sinopse Amor pleno, escrito e dirigido por Terrence Malick, é um romance focado em Neil (Ben Afleck), um homem que é dividido entre dois amores: Marina, a mulher europeia que veio aos Estados Unidos para ficar com ele, e Jane, uma paixão antiga de sua cidade natal com a qual ele se reconecta. Malick explora como o amor e suas várias fases e estações - paixão, afeto, obrigação, pesar, indecisão - podem transformar, destruir e redefinir vidas.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Amor Pleno
Título Original To the Wonder
Ano Lançamento
Gênero Drama / Romance
País de Origem EUA
Duração112 minutos
Direção
Estreia no Brasil 26/07/2013
Estúdio/Distrib. Paris Filmes

Elenco


... Neil
... Marina
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Harold in Italy, Op. 16, II.”Composta por Hector Berlioz
Interpretada por The San Diego Symphony Orchestra
Conducted by Yoav Talmi
“Parsifal: Prelude to Act One”Composta por Richard Wagner
Interpretada por Mariinsky Theatre Orchestra (como The Mariinsky Orchestra)
Conducted by Valery Gergiev
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

05/08/2013 - Nora (39 anos)

10
  Regular
Denunciar
O filme é realmente parado e eu esperava mais, mas assisti até o final por curiosidade. A fotografia é linda, as músicas mais ainda, no entanto há momentos em que me perdi tamanha a falta de diálogos.

28/08/2013 - Gabriel Viviani (35 anos)

11
  Ótimo
Denunciar
O filme é profundamente belo e delicado. Não se pode esperar ação porque não é o estilo, nem sequer o propósito do diretor. Vale sim não somente pela fotografia e pela música, mas também pelas reflexões filosóficas que levanta. É uma obra de arte, enfim.

09/09/2013 - Estela (30 anos)

12
  Péssimo
Denunciar
Péssimo. Um dos piores.

29/09/2013 - Erica (40 anos)

13
  Ruim
Denunciar
O filme é realmente parado demais, mas assisti até o final por curiosidade. A fotografia é linda e as músicas também, no entanto, praticamente não há diálogos. Tem horas que dá sono tamanha a chatice.

30/09/2013 - José (31 anos)

14
  Ótimo
Denunciar
Um belo (e profundo) filme sobre o amor.

05/10/2013 - Henrique (55 anos)

15
  Ruim
Denunciar
Terrence Malick é um diretor diferenciado dos todos, suas historias são estranhas onde as entrelinhas o pouco diálogo, a natureza e a trilha sonora, são suas características, A arvore da vida é lindo, mas esse Amor Pleno nada me agradou, o filme é tedioso a história não prende em nada. Agora aquela atriz é uma das mais belas mulheres da atualidade, valeu por ela, a trilha sonora e a fotografia, mas isso não segurou o filme de ser muito chato.

21/10/2013 - Silvana (46 anos)

16
  Ruim
Denunciar
Detestei o filme, não entendi nada, tudo muito parado, padre e o bem nada falam... A fotografia é belíssima, mas detestei... O outro filme dele árvore vida, não tive paciência.

31/10/2013 - Camila Vasconcellos (24 anos)

17
  Péssimo
Denunciar
Péssimo... Nada mais a declarar... Não percam seu tempo.

22/12/2013 - Tania (27 anos)

  Péssimo
Denunciar
Um lixo! Simplesmente péssimo! Não acredito que perdi meu tempo vendo esse lixo!

26/12/2013 - Vanda (31 anos)

  Não vi
Denunciar
É tania sua opinião me convenceu a não vou assisti-lo, eu tinha gravado este filme pela sky mais agora não vou ver mais, os comentários aqui são muito validos detesto filmes chatos e paradão demais.

27/12/2013 - Maria do Carmo (47 anos)

  Bom
Denunciar
Bom filme. Logo que comecei a assisti-lo me lembrei do filme "Árvore da Vida" de 2011 com Brad Pitt, Sean Penn e Jessica Chastain. E constatei logo depois, nos extras, que era do mesmo diretor desse filme. A meu ver, é um filme intenso que fala de um sentimento maior que temos na vida que é o amor. De um sentimento que te faz feliz, sofrer, sorrir, chorar, duvidar, enfim, o amor pleno e humano, na minha opinião. Gostei muito da interpretação da atriz e modelo ucraniana Olga Kurylenko (Oblivion-2013). Ela soube passar exatamente o que uma mulher intensamente apaixonada pode fazer com sua paixão usando sentimentos de doação, bondade, incerteza e até mesmo se anular por conta de um grande amor. É aí que acho que a personagem se perdeu. A atriz incorporou lindamente a personagem Marina. Já Ben Affleck, a meu ver, fez bem o personagem central, mas, não com a intensidade que o papel pedia. Gostei do filme, mas não considero ótimo, pois a densidade e abstração acabaram pecando um pouco, a meu ver (típica característica do diretor do Terrence Malick). A fotografia é belíssima. Recomendo para pessoas que gostem e entendam do gênero. Pois, pessoas que não entendem esse gênero, penso que não vão gostar.

15/03/2014 - Odair (40 anos)

  Péssimo
Denunciar
Puro Lixo! Não percam tempo... Só assisti até a primeira meia hora... Muito parado, poucos diálogos... Horrível!

04/02/2015 - André Brighi (29 anos)

  Ótimo
Denunciar
"Amor Pleno" é mais uma obra filosófica, carregada de existencialismo do que propriamente um romance. Mais uma grande película do diretor Terrence Malick, que já produziu "Além da Linha Vermelha" (1998) e "A Árvore da Vida" (2011). Aliás, este último possui a mesma dinâmica, enfatizando belíssimos cenários, expressões corporais, reflexões sobre a vida, fé e amor. O elenco é excelente. Ben Affleck cada vez mais maduro em suas atuações. Rachel McAdams e Javier Bardem nos presenteiam com uma participação especial, literalmente. Mas o destaque vai para a atriz ucraniana Olga Kurylenko, especialista em filmes de ação, mas que nos surpreende com uma interpretação leve e ao mesmo tempo consistente. E a trilha sonora é um capítulo à parte. Sinceramente não compreendo esta avaliação tão baixa para obra de tamanha qualidade. Recomendo, sem dúvidas!

25/09/2015 - Oldair (42 anos)

  Ruim
Denunciar
Um filme dispensável, vi até o final na expectativa de acontecer alguma coisa, o diretor faz muito mistério para nada, tenta seduzir pelo belo cenário, mas sinceramente, tem coisa melhor para se ver. Serve como um chá para dormir.

04/07/2017 - Palmer Lopes (43 anos)

  Bom
Denunciar
Gostei deste, com certa leveza, Belo, Delicado, um mergulho ou tentativa de mergulho nos labirintos da alma, do questionamentos dos dilemas da vida, enfrentado pelos personagens, como do sacerdote... Trabalho excelente de cada ator... Com forma de diálogo e exposição dos temas um tanto filosóficas... Claro! Exige um pouco de paciência, devido ao estilo de fazer cinema, por se tratar do diretor Terrence Malick, pra quem já conseguiu assistir (a árvore de Vida), eu particularmente amei a obra, mas é mais fácil de assistir, pra quem teve dificuldade rsrsrs... Bom proveito, desfrute e "mergulhe" um pouco... Abraço!

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Amor Pleno (To the Wonder)

Copyright © 2020 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.