Share on Google+

Django Livre

  (Django Unchained)
Sinopse Django (Jamie Foxx) é um escravo, comprado pelo caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz) para auxiliá-lo em uma missão. A dupla acaba fazendo amizade e, após resolver os problemas do caçador, parte em busca por Broomhilda (Kerry Washington), esposa de Django. Para isso, eles devem enfrentar o vilão Calvin Candie (Leonardo DiCaprio), proprietário da escrava.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Django Livre
Título Original Django Unchained
Ano Lançamento
Gênero Drama / Faroeste
País de Origem EUA
Duração165 minutos
Direção
Estreia no Brasil 18/01/2013
Estúdio/Distrib. Sony Pictures

Elenco


... Django
... Dr. King Schultz
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Django Theme Song (English Version)”Escrita por Luis Bacalov
Interpretada por Luis Bacalov, Rocky Roberts
“Rito finale”(from "Cidade Violenta (1970)")
Escrita por Ennio Morricone
Conducted by Ennio Morricone e Bruno Nicolai
Universal Music Publishing Records, S.R.L.
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

24/05/2014 - Fabricio (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
É um filmaço, com um grande roteiro, atores e bastante ação. A qualidade do filme é tanta que nem parece que o filme é longo. É um roteiro onde nada é previsível e a todo momento a história evolui junto com os personagens e as cenas de ações são boas além de serem bastante intensa e os diálogos do filme são sempre detalhado caminhando bem com a história sempre dando um bom clima para o filme. Os personagens do filme são marcante e os vilões também é um filme nota 10 mostrando que não é só filme de faroeste antigo que tem qualidade.

22/07/2014 - Jessé Adriano (16 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme grande mais show de bola, alguns exageros mais nada a ver. "Quem é o criolo?" kkkk morrii, cena depois dos créditos.

26/07/2014 - Walter Silva (35 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme seria nota 10 se não tivessem exagerado no heroísmo do ator principal, tendo em vista que misturaram muita ação em meio a escravidão negra antes de 1865 - Nota 9.

01/09/2014 - Carla (39 anos)

  Ótimo
Denunciar
Demorei pra assistir, achei que não era bom, mas me enganei, o filme é fantástico, prende do início ao fim. Tarantino sempre mantém as características próprias em seus filmes. Maravilhoso.

15/11/2014 - Werlang (36 anos)

  Ótimo
Denunciar
As tomadas, as cenas, o enredo, o diálogo, a música, a fotografia... Tudo perfeito! O melhor filme de todos os tempos!

22/11/2014 - Django (33 anos)

  Ótimo
Denunciar
O melhor de todos... Com uma cena com o Django original: - D-J-A-N-G-O, com D mudo! - Eu sei!

22/11/2014 - Franco Nero (37 anos)

  Ótimo
Denunciar
Eu assisti 9 x. Quero chegar a 200.

16/12/2014 - Denio (19 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti esse filme 3 vezes e parecia a 1 vez, simplesmente o melhor filme de 2012. Já está na minha coleção.

13/02/2015 - Lucas Fera (18 anos)

  Ótimo
Denunciar
Seus filmes se resumem à sangue - muito litros de sangue e humor negro. Sim, me refiro ao grande mestre Quentin Tarantino. Como não gostar desse cara? Suas produções violentas como Django Livre agradam todos os fãs. Com um elenco de primeira, temos participações de Samuel L. Jackson e Leonardo Dicaprio – que está impecável no papel do vilãon Candle. Mas dou mais destaque ao ator que interpretou o “dentista” alemão. Estou falando de Christoph Waltz. Que ator. Que atuação divina. Ele ilustra o filme. Mas não posso esquecer também do bom Jamie Foxx. Durante várias cenas de filmes a trilha sonora se encaixa perfeitamente, tocando vários estilos diferentes. Enfim, pra quem gosta das obras de Tarantino, não vai se arrepender.

05/06/2015 - Topetinhuu (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
Top five entre os filmes desse gênero! Super recomendado. Obra prima!

22/08/2015 - Sonni (28 anos)

  Ótimo
Denunciar
O melhor de Tarantino na minha opinião. Acho que é a sexta ou sétima vez que assisto na HBO. Recomendo.

07/11/2015 - Fanatico Por Cinema (25 anos)

  Ótimo
Denunciar
Mais uma obra fantastica do mestre tarantino. É impressionante que ele consiga criar roteiros e diálogos memoráveis em seus filmes. E mesmo a violência nesse filme tem um bom proposito. Jamie fox fez um ótimo trabalho aqui e merece grande reconhecimento. Mas quem rouba a cena e leonardo dicaprio e christoph waltz. Dicaprio me surpreendeu com um vilão frio, cruel e incrivelmente carismático. Foi digno de receber uma indicação ao seu primeiro oscar. Mas waltz faz algo brilhante e sensacional aqui, roubando todas as cenas em que aparece. Muito bem merecido o seu oscar. Um dos melhores filmes de tarantino com um elenco todo perfeito, um roteiro maravilhosamente bem feito e diálogos brilhantes.

30/05/2016 - Julio Simi Neto (59 anos)

  Regular
Denunciar
Recheado de ótimos atores os quais gostam de trabalhar sob a lente de Tarantino, este Django Livre pode estar longe dos melhores filmes de sua carreira sendo, "Cães de Aluguel", "Pulp Fiction" e o incrível "Bastardos Inglorios". Porém, neste filme o diálogo que Leonardo DiCaprio tem com Christoph Waltz é imperdível. Vale a pena conferir mesmo você não sendo fã de Tarantino.

25/09/2016 - Elvira Akchourin do Nasci (62 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme surpreendente e incrível. Não sou fã de filmes de faroeste, mas este me cativou. Quentin Tarantino, roteirista e diretor, utilizou sua ótica particular para retratar a heroica busca de um escravo, Django (Jamie Foxx, merecidamente premiado com o Oscar no filme Ray) por sua mulher, a escrava Brunhilda. Para isso, alia-se ao falso dentista dr. Schutz (Christophe Waltz, o mesmo ator de Bastardos Inglórios), na verdade, um caçador de recompensas, e com o tempo nasce entre eles uma forte amizade. Eles conseguem localizar Brunhilda trabalhando como escrava na fazenda de Candy (Leonardo diCaprio), traficante de escravos, e se fingem de clientes. Mas são desmascarados pelo fiel escravo (Samuel L. Jackson) de Candy. Daí em diante, o suspense vai num crescendo, deixando o espectador sem fôlego. Novamente, os recursos utilizados por Tarantino são a fina ironia, o humor negro e altas doses de violência. A trilha sonora é excelente, e novamente uma das músicas escolhidas é Fur Elise, de Beethoven, presente também em Bastardos Inglórios. Django Livre torna-se um herói, admirado pelos próprios escravos.

21/08/2017 - Bessa38 (79 anos)

  Ótimo
Denunciar
Caso a metragem fosse um pouco menor, o filme atingiria o ápice. Com excessos de matança, normal, em filmes de QUENTIN TARANTINO, o enredo e direção, do mesmo, estão acima da média, fotografia de ótima qualidade, edição e música no mesmo patamar, fazem deste um programaço. Confesso que fui pego de surpresa pela excelência, não esperava tanto. O elenco muito bem entrosado e atuando em nível superior, fazem deste um espetáculo IMPERDÍVEL.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Django Livre (Django Unchained)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.