Share on Google+

RoboCop


Sinopse Em RoboCop, o ano é 2028 e o conglomerado multinacional OmniCorp está no centro da tecnologia robótica. No exterior, seus drones têm sido usados para fins militares há anos, mas na América, seu uso foi proibido para a aplicação da lei. Agora a OmniCorp quer trazer sua controversa tecnologia para casa, e buscam uma oportunidade de ouro para fazer isso. Quando Alex Murphy (Joel Kinnaman) - um marido e pai amoroso, e um bom policial que faz seu melhor para conter a onda de crime e corrupção em Detroit - é gravemente ferido no cumprimento do dever, a OmniCorp vê sua chance para criar um oficial de polícia parte homem, parte robô. A OmniCorp prevê a implantação de um RoboCop em cada cidade para assim gerar ainda mais bilhões para seus acionistas, mas eles não contavam com um fator: ainda há um homem dentro da máquina.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil RoboCop
Título Original RoboCop
Ano de Lançamento
Gênero Ação / Ficção
País de Origem EUA
Duração117 minutos
Direção
Estreia no Brasil 21/02/2014
Estúdio/Distrib. Sony Pictures
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Alex Murphy / RoboCop
... Dr. Dennett Norton
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“RoboCop Original Theme”Escrita por Basil Poledouris
“En Aranjuez con tu amor”Escrita por Joaquín Rodrigo
Interpretada por Raffi Altounian
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

05/03/2014 - Maicon (31 anos)

  Ótimo
Denunciar
Fala Sério. Tem gente aqui que falou que o filme não tem ação. Deve ter assistido outra coisa. Esse filme é sensacional. Padilha está de parabéns. Nada para comparar com o filme de 1987, são estilos completamente diferentes. Podem ir ao cinema que é diversão garantida.

05/03/2014 - Carlos N Mendes (47 anos)

  Regular
Denunciar
Estou ficando velho... Já estão refilmando filmes que assisti quando já era adulto... O 'Robocop' original, de Paul Vehrhoven, continha uma crítica lacinante ao privatismo predador que tomou conta da Humanidade anos depois, ao qual chamamos de neoliberalismo. A CIDADE inteira era propriedade da Omnicorp, nome bem adequado. Eis o problema com o Robocop de Padilha. Justamente o que tornou o filme original um boa peça cinematográfica ficou de fora nessa refilmagem. O sentido original foi torcido; parece apenas uma crítica à ganância, mas ao livrar a cara do Tea Party e seus pitbulls, ele fica parecendo uma chuva de balas justificavél, encarnada em um "juiz em tempo real". Sinceramente? Esse é o primeiro trabalho de Padilha nos EUA, talvez nos próximos ele possa entrar com um pouco de seu talento, que não se mostrou em sua plenitude aqui - tem partes claramente feitas "nas coxas", com iluminação ruim e cenas que parecem primeiras tomadas.

05/03/2014 - Jehcik (25 anos)

  Bom
Denunciar
Posso dizer que gostei do filme. Mas, por ser um remake, esperava algo mais parecido com a obra original, porém melhorada. Não foi bem o que aconteceu. ADOREI a roupa nova do RoboCop.

06/03/2014 - Diego (29 anos)

  Ótimo
Denunciar
Brasileiros e sua síndrome de vira-latas... Acho engraçado as pessoas tentarem argumentar contextos e "intelectualizar" as versões antigas do robocop, mas esquecem que na sua ingênua juventude, estavam muito mais impressionados com efeitos especiais e a figura do herói, do que o contexto propriamente dito. O filme é muito bom! É filme de ação, pessoal! Ninguém vai ao cinema ver robocop para filosofar! Queremos ver tiros, lutas, e nos empolgar com as reviravoltas do personagem principal. Acho que Padilha se saiu muito bem. Lógico, que há muita coisa a ser aperfeiçoada, mas sua estréia foi ótima.

06/03/2014 - Adriano (33 anos)

  Péssimo
Denunciar
Filme MUITO RUIM, cenas de ação malfeitas, personagens mal desenvolvidos, PÉSSIMAS atuações, direção RUIM e roteiro ainda pior. Concordo com boa parte das observações do "Carlos Andre". Quem deu nota "ÓTIMO" nesse filme não entende NADA de cinema, não se pode dar "ÓTIMO" em um filme ruim desses quando existem obras primas MUITO superiores a esse lixo. Só sendo alguém que nunca assistiu nenhum outro filme para achar esses filme algo acima de "REGULAR". Depois de assistir esse lixo, peguei o Robocop de 1987 para assistir novamente, não há o que comparar, apesar de antigo e com efeitos especiais de época, o original é MUITO superior. Se pudesse dava "MENOS 10" nesse só para equilibrar...

09/03/2014 - Thiago (28 anos)

  Bom
Denunciar
Um bom filme só que não supera o 1987.

09/03/2014 - Paulo Meiras (49 anos)

  Bom
Denunciar
Não roça os pés de Verhoeven, o que não o impede de ser muito bom.

11/03/2014 - Samuel (23 anos)

  Bom
Denunciar
Bom filme, mas faltou algo mais no roteiro Mostrar Spoiler Achei aquele final patriótico com Samuel L. Jackson altamente dispensável.

19/03/2014 - Sylvia Lopes (32 anos)

  Bom
Denunciar
Algo não se pode negar sobre esta ficção científica: é um bom filme! Os críticos e insatisfeitos ficam procurando questões existenciais e filosóficas numa história policial e fantasiosa que não passa de mero e simples entretenimento. José Padilha entrega o que promete – diversão, adrenalina, fantasia e muita mentira. Não há interpretações marcantes, muito menos nenhum tipo de reflexão a se fazer: é filme pipoca mesmo. Me diverti bastante degustando a minha. O elenco é fraco, a história é irreal e o enredo não se sustenta, como ocorreu nas tramas anteriores, mas que nem por isso deixaram de fazer sucesso. Esta é apenas uma repaginada de uma ideia que deu certo tempos atrás. Todos os elementos existentes aqui não passam de materialização de ilusões futuristas dos envolvidos no projeto. Para quem curte desligar-se da realidade por algumas horas e resolver apreciar essa aventura sem comprometimento, é uma agradável escolha, que em poucos minutos será esquecida. Mesmo sabendo não haver necessidade de continuação, caso um novo episódio seja produzido seguirei acompanhando (e viajando) nesse mundo imaginário onde os policiais são meio homens, meio máquinas, e que, a despeito do uso da força bruta e truculência, costumam eliminar os bandidos, ao contrário da polícia do mundo real, inútil, ineficiente, corrupta e desmoralizada. Superprodução e bom entretenimento!

22/03/2014 - Dyego Virginio (28 anos)

  Regular
Denunciar
Regular... Muita expectativa para um filme que não me surpreendeu.

24/03/2014 - Jobson (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
É um novo Robocop, que presta uma homenagem e respeita o original, mas é um novo filme e com uma abordagem completamente diferente! Infelizmente, no cinema só tinha a opção da cópia dublada, que tira a originalidade do filme. Mas encarei, e particularmente, gostei bastante dessa versão do José Padilha que foi ousado e irônico, além das suas pontuais abordagens políticas, sociais e morais! Na minha opinião, essa versão do Padilha não tem o mesmo impacto por ter sido feito para uma classificação de 14 anos. Gary Oldman e Michael Keaton são os destaques, o restante do elenco está coeso. Joel Kinnaman não é tão carismático, mas cumpre bem o papel.

30/03/2014 - André Laurentino Machado (28 anos)

  Bom
Denunciar
Bom filme, boas atuações de Joel Kinamann e Gary Oldman... Uma dica, não faça comparações com os filmes antigos do "RoboCop", esse não tem nada a ver com eles... A direção de José Padilha está ótima como sempre... É o Brasil fazendo bonito lá fora... Vale a pena ir ao cinema.

31/03/2014 - Denis Bueno (34 anos)

  Bom
Denunciar
Dizem para não fazer comparações com o original de 1987. Mas pô, como não comparar? Quando fiquei sabendo do projeto de remake do Robocop na hora pensei: Bom, se eles estão tendo a atitude e a audácia de reiniciar (ao invés de continuar) uma franquia de respeito e sucesso como esse, é por que vão caprichar. Claro que automaticamente fiquei muito empolgado e curioso, fazendo com que eu ficasse contando os dias para assistir essa produção. José Padilha estava com a faca e o queijo na mão. Um diretor brasileiro comandando uma superprodução hollywoodiana. Era uma imensa pressão e responsabilidade para o diretor de Tropa de Elite. Mas infelizmente ainda não foi dessa vez que ele carimbou sua marca. Não estou dizendo que o filme é ruim. Claro que não é. Mas está longe de se tornar um clássico como o original de 1987. Daqui alguns anos o pessoal ainda vai se lembrar do original e esse estará apagado. Sei que José Padilha também teve limitações à orçamento e censura, fazendo com que dificultasse a produção. Através disso ele deu mais ênfase ao drama particular do protagonista em se adaptar com sua nova vida (ou melhor, sua vida pós-morte), do que o longa de 1987 que oferecia todos os ingredientes na medida certa. A imagem "Robocop" é muito forte. Só quem vivenciou os anos 80 que lembra como o original marcou, e para a época foi até um filme "avançado". Não achei ruim esse remake, simplesmente acho que merecia algo bem melhor.

15/04/2014 - Thalys (22 anos)

  Bom
Denunciar
Acabei de assistir, esperava mais, se fosse feito por um americano diria que o filme é péssimo, mas como foi um brasileiro, tenho que apoia lo, é um filme bom.

16/04/2014 - Victor dos Santos (19 anos)

  Ótimo
Denunciar
Amei esse filme muito bom.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

RoboCop (RoboCop)

Copyright © 2014 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.