Share on Google+

Moonrise Kingdom


Sinopse Na Nova Inglaterra dos anos 1960, um menino e uma menina se apaixonam e resolvem fugir. A cidade então organiza uma busca pelos dois, e o lugar acaba virando de cabeça para baixo.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Moonrise Kingdom
Título Original Moonrise Kingdom
Ano Lançamento
Gênero Aventura / Comédia / Drama / Romance
País de Origem EUA
Duração94 minutos
Direção
Estreia no Brasil 12/10/2012
Estúdio/Distrib. Universal Pictures
Idade Indicativa Livre

Elenco


... Captain Sharp
... Scout Master Ward
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“The Young Person's Guide to the Orchestra, Op. 34: Themes A.-F.”(1946)
Composta por Benjamin Britten
Interpretada por New York Philharmonic
Conducted by Leonard Bernstein
Narrated by Henry Chapin (não creditada)
“Khaki Scout Marches (Camp Ivanhoe Medley)”Escrita por Mark Mothersbaugh
Interpretada por Peter Jarvis e His Drum Corps
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

03/03/2013 - Levy Sales (22 anos)

13
  Ruim
Denunciar
Acho que pra gostar desse filme tem que ter um gosto BEM cult mesmo, porque até minha namorada que gosta de filmes mais alternativos detestou este. Assisti a esse filme depois de ter visto O Impossível e Argo, todos em sequência. Moonrise Kingdom é chato, parado e com um humor sacal - acredite, eu fui eufemista ao extremo nesse comentário.

03/03/2013 - Bruno (19 anos)

14
  Ótimo
Denunciar
Realmente uma fábula para adultos o descreve, no filme onde os protagonistas são crianças peculiares e excêntricas e até maduras, e onde os adultos são extensões de suas crianças fazendo com que estas pareçam imaturas ao reflexos de seus filhos. Temos o clássico menino órfão em busca de amor, encontrando na menina problemática, reflexo de um relacionamento desgasto, o seu verdadeiro amor, que não só o preenche emocionalmente, mas também o proporcionará uma relação familiar. O filme é um pouco ousado por se tratar de um romance tecnicamente infantil, então não espere um "Meu primeiro amor", esse é um pouco mais deliberadamente sexuado, claro de uma forma mais poética.

04/03/2013 - Marcio (55 anos)

15
  Ótimo
Denunciar
Sensacional, adorei o filme e recomendo a todos. Vale cada cena, um primor.

04/03/2013 - Paula Andressa (26 anos)

16
  Bom
Denunciar
Filme simples, mas bem humorado e com história bacana.

16/04/2013 - Sylvia Lopes (32 anos)

17
  Ruim
Denunciar
O diretor Wes Anderson, do qual nunca fui fã, embarca em mais uma de suas aventuras infantis e fantasiosas, a começar pelo título, pelo cenário colorido e pelas situações cômicas que pouco causam graça (característica mais marcante na 1ª metade da história). Como na quase totalidade de seus trabalhos, aqui há uma profusão de nomes famosos, que não conseguem contribuir muito para que a trama funcione. Há também a repetição da parceria com os atores Bill Murray (definitivamente um nome que não me agrada) e Jason Schwartzman – péssimo! Bruce Willis e Frances McDormand nunca estiveram tão descaracterizados e os excelentes Edward Norton e Tilda Swinton, com suas pequenas participações, fazem o que podem para demonstrar alguma representatividade interpretando personagens modestos, quando não medíocres, em especial Swinton. O destaque vai mesmo para o elenco adolescente, principalmente o menino Jared Gilman, uma grata surpresa. Caracterizando de forma competente os anos 1960, em alguns momentos o filme mostra-se divertido e nostálgico, nos relembrando as tentações e emoções do 1º amor e as aventuras adolescentes dos filmes da década de 80. Numa estratégia acertada, o lado cômico surge de forma sutil, porém, só a 1ª metade da história é realmente interessante, descambando em sua reta final para a perda total da graça. No desfecho, chegamos à conclusão de que não passa de uma fábula infantil cheia de bobagens, com um final igualzinho ao início. Fraquíssimo e total perda de tempo!

24/04/2013 - Diogo Fernandes (32 anos)

18
  Péssimo
Denunciar
Horrível. Muito chato.

13/05/2013 - Eduardo B. de Morais Lima (16 anos)

19
  Regular
Denunciar
É verdade, não gostei, esperava um filme legal, meio educativo, sei lá, mas quando fui ver é parado, com cenas muito estranhas, e loucas... Não recomendo, é chato... Nota 5...

16/06/2013 - Julio Simi Neto (56 anos)

20
  Bom
Denunciar
Um filme diferente, uma espécie de fabula bem produzido com a participação de um punhado de atores renomados Tem uma mensagem legal para os malucos de hoje que com certeza se assistirem irão detestar.

23/06/2013 - Jales Pinheiro do Amaral (39 anos)

21
  Bom
Denunciar
Um filme de Wes Anderson é sempre no mínimo curioso e por isso merece uma conferida. Ele parece sempre repetir o mesmo estilo e por isso uma hora pode cansar e variar é preciso. O filme entretém, tem seus bons momentos, mas também se esquece fácil dele depois que acaba. Destaque para o belo trabalho de direção de arte. Nota 7,0.

15/11/2013 - Renan (21 anos)

22
  Ótimo
Denunciar
Um ótimo filme estranho, ele tem uma certa áurea de fantasia, eventos meio que irreais, personagens bizarros, essas coisas, mas é bom, geralmente não gosto desse tipo de filme, mas esse eu curti. Só achei que teve cenas meio ousadas demais para atores mirins.

23/12/2014 - Lia (28 anos)

  Ruim
Denunciar
Que elenco... Para isso! Mais uma vez esse diretor tem a faca e o queijo na mão e comete esse latrocínio cinematográfico!: / A temática era até boa... Aliás, os atores mirins, difícil tarefa, são excelentes... Mas de resto... Personagens rasos, grandes talentos desperdiçados, roteiro que perde o ritmo - deixando tudo enfadonho e "sem fim" enquanto se assiste, figurino e cenário que remetem aos seus outros filmes... Mas principalmente: que direção grotesca! Em nenhum momento há condição de esquecer que aquilo é um filme! Pois o que seria "cult", acabou sendo brusco, primário e desnecessário... Um diretor que provou que é um grande cinéfilo que não consegue reproduzir com maestria o que assistiu dos grandes gênios do cinema - aos quais faz referências... Enfim: TOTAL PERDA DE TEMPO! :( Uma pena, pois os atores são magistrais para SÓ isso...: /

11/03/2015 - Lucas Fera (18 anos)

  Regular
Denunciar
Olha, o filme tem um estilo estranho e engraçado, que só Anderson consegue fazer. É divertido em alguns momentos, mas não achei tudo isso que os críticos falaram. Gostei das atuações dos atores mirins; realmente vão se dar muito bem em suas carreiras.

01/02/2016 - Robertocarlosm (55 anos)

  Regular
Denunciar
Assisti no canal universal channel hd, achei bem fraquinho, história mal produzida e mal dirigida, atuações nem um pouco convincentes, cenas de comédia praticamente nenhuma, salvou-se a dublagem muito boa, não recomendo.

20/02/2017 - Juan (76 anos)

  Bom
Denunciar
Delicia de filme. Parodia satírica e romântica que, mesmo levada ao extremo da idade dos pré-adolescentes, é tenra e comovedora, mostrando a desagregação familiar da época e instituições falidas. Nota 75.

30/04/2018 - EddieViana (23 anos)

  Regular
Denunciar
Sabemos quando estamos assistindo à uma obra de Wes Anderson, e aqui não é diferente, o universo colorido e cheio de detalhes, personagens marcantes e diferentes são marcas registradas nos filmes do diretor. Filmografia um tanto peculiar para alguns por se diferenciar muito do que estamos acostumados a assistir e refletir. Compramos a história de dois jovens que se sentem deslocados em sua vida acharem conforto um no outro enquanto fogem de suas realidades conturbadas, e sentimos a seriedade de suas decisões mesmo que sejam duas crianças e sequer em algum momento duvidamos da veracidade das cenas, mérito do roteiro bem escrito. Pena que com um universo tão rico, com subtramas que poderiam ser tão interessantes quanto a principal, fomos presos a apenas uma história, e isso foi algo que acabou me decepcionando no filme que se beneficiaria de uma duração maior. As atuações do filme são operantes, mesmo com nomes de peso no elenco como Bill Murray, Frances McDormand e Edward Norton, já que o tempo dedicado a cada um é bem curto e as superficialidades nas interações dos personagens, que são diretos e sinceros, não permitiu atuações mais carregadas. A falta de uma carga dramática também prejudicou, tornando o filme um espetáculo mais visual e técnico do que uma história tocante e emocionante. E que show de técnica impecável esse filme possui, muito uso de câmera estática e movimentos de deslize lateral da câmera pelo cenário que são bem impressionantes. Um entretenimento divertido e rápido, com uma beleza e técnica únicas. Que não nos aprofunda ou emociona com seus personagens e nem seu universo.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Moonrise Kingdom (Moonrise Kingdom)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.