Share on Google+

Raça


Sinopse A história de três pessoas na linha de frente da batalha contemporânea pela igualdade em um país que se orgulha de ser exemplo de democracia racial. Um famoso cantor negro lança uma emissora de TV. O único senador negro luta pelo Estatuto da Igualdade Racial. E uma neta de africanos escravizados defende os direitos de sua terra ancestral.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Raça
Título Original Raça
Ano Lançamento
Gênero Documentário
País de Origem EUA / Brasil
Duração104 minutos
Direção /
Estreia no Brasil 17/05/2013
Estúdio/Distrib. Espaço Filmes
Idade Indicativa 12 anos

Trailer



Comentários


19/05/2013 - Donaldo Coelho da Silva (70 anos)

1
  Bom
Denunciar
Documentário muito bem feito, mas chegou com bastante atraso aos cinemas. Mas, o tema é bem atual, ou seja, a regularização das terras das comunidades quilombolas, a luta do Senador Paim para ver aprovado o Estatuto da Igualdade Racial e a luta do cantor Netinho de Paula para abrir a primeira TV no Brasil dirigida quase que exclusivamente por negros. É uma pena, pois, só tinha seis pessoas no cinema. Disse que chegou com atraso aos cinemas porque o Relator do Estatuto no Senado era, à época, o Senador Demóstemes Torres.

21/05/2013 - Kiko Andrade (29 anos)

2
  Ótimo
Denunciar
Muito bom, adorei! Me emocionei em alguns trechos.

25/05/2013 - Sérgio Sarmento (59 anos)

3
  Ótimo
Denunciar
Assisti nesta manhã NO CINEMA no programa do Clube do Professor. Olha! Começo dizendo que no cinema estava eu e mais 8 pessoas. Em uma sessão totalmente gratuita. Portanto o brasileiro deveria descobrir as coisas realmente importantes. Mas...?! O documentário é muito honesto, pois é feito com seriedade. E depois é um tema que deveria ser resolvido e esclarecido há mais de 500 anos. A obra trata da questão negra em uma sociedade racista como a nossa. Procura mostrar de todas as maneiras como a sociedade dominante ( quem tem o poder ) movimentou e movimenta todo um arcabouço segregacionista em relação ao negro. Para isso coloca em questão cotas raciais, domínio e posse da terra e oligopólio (dominação) dos meios de comunicação. Contanto em três histórias ao longo dos 106 minutos (contados por mim) que dura o documentário. O curioso! Será? É que o documentário se estrutura todo ele no principal motivo e elaborado em um projeto de lutas demais de 10 anos. Estou falando do Estatuto da Igualdade Racial do senado Paulo Paim (RS). Mas o filme é surgido de uma ideia da norte americana e premiada com Oscar de 2008 para documentário. Estou falando da Megan Mylan que leu sobre as cotas raciais. E convidou o diretor brasileiro e igualmente do meio das minorias chamado Joel Zito Araujo. Por isso quem ler a ficha técnica logo acima. Vai notar que é uma produção juntamente com os EUA. Através da Fundação Ford. E mesmo assim o filme esteve em produção durante 5 anos. Por isso mostra um ex-senador com muito destaque. Falo de Demóstenes Torres (GO). Cassado merecidamente em julho de 2012. Bem! É filme polemico, pois muitos não concordarão com suas premissas. Mas por outro lado é por demais importante, pois coloca em pauta uma problemática muito pontual, como já disse, tem mais de 500 anos que não se resolve. Por isso, insisto, o brasileiro deveria prestigiar filmes como este RAÇA.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Raça (Raça)

Copyright © 2020 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.