Share on Google+

Refém da Paixão

  (Labor Day)
Sinopse Henry Wheeler, um garoto de 13 anos que se esforça para ser o homem da casa e cuidar de sua solitária mãe Adele enquanto enfrenta todos os problemas da adolescência. Um dia, retornando das compras para volta às aulas, Henry e sua mãe encontram Frank Chambers, um homem intimidante e claramente necessitando ajuda, que os convence a levá-lo para sua casa e que mais tarde se revela um criminoso foragido. Os eventos deste longo final de semana do Dia do Trabalho irá mudá-los para o resto de suas vidas.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Refém da Paixão
Título Original Labor Day
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem EUA
Duração111 minutos
Direção
Estreia no Brasil 13/03/2014
Estúdio/Distrib. Paramount Pictures
Idade Indicativa 12 anos

Elenco


... Adele
... Frank
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“I'm Going Home”Escrita por Arlo Guthrie
Interpretada por Arlo Guthrie
“Life of Leisure”Escrita por Keith Mansfield
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

25/05/2014 - Reginaldovendrametto (39 anos)

  Ótimo
Denunciar
Um bom filme um romance dramático contado um pouco lento, mas, vale a pena assistir...

05/06/2014 - Vinícius (26 anos)

  Péssimo
Denunciar
Tirando a ótima atuação de Kate Winslet, a história é péssima! Parece as historinhas de romance da Disney.

15/06/2014 - Sheldon (28 anos)

  Péssimo
Denunciar
Esse conseguiu ser um dos piores filmes que eu já assisti... OMostrar Spoiler fugitivo Frank é um homem lindo e sarado, além de consertar tudo e cozinhar dentro de casa, aparenta ser um bom pai ensinando o garoto a jogar beisebol. Portanto ele faz o papel do homem perfeito, do homem que é o sonho de toda mulher. O que contrasta com a realidade. A mulher (mesmo que depressiva) se apaixona por Frank um fugitivo acusado de assassinato que aborda ela e o filho, e meio que sequestram eles. O garoto age feito um bobão a todo momento, como se aquilo fosse uma coisa natural. Parece que esse filme aborda sobre a síndrome de Estocolmo É um filme totalmente sem emoção, feito pra pessoas que choram por qualquer besteira.

02/07/2014 - Henrique (57 anos)

  Bom
Denunciar
Quando li a sinopse do filme (mulher sofrida com filho acolhe fugitivo) pensei, vem sofrimento pela frente, não vou assistir, mas acabei não resistindo e assisti ontem. No começo achei meio absurdo (a mulher passivamente acolhe o criminoso sem o minimo de resistência),mas lentamente (como é o filme) fui me envolvendo na história e lá estava eu torcendo para aquele casal e filho se dar bem no final e mesmo que tempos depois é o que acontece. Ahh, fiquei com água na boca com aquela torta de pêssego kkkk.

03/09/2014 - Lolo (64 anos)

  Bom
Denunciar
É um belo melodrama, história do "Bom Bandido" que, infelizmente só se vê em cinema, mesmo. Previsível, com certeza, mas como eu gosto de filmes com finais felizes e melosos, dou uns 6.5 como nota... Se você gosta de romance, pode encarar. O ator mirim muito sem expressão, tem que aprender muito ainda, o par romântico, muito bons... Só.

04/09/2014 - Maria Madalena (56 anos)

  Ótimo
Denunciar
Gostei muito, recomendo.

15/10/2014 - Karina (36 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme maravilhoso, para quem curte um drama, recomendo, muito bom...

04/12/2014 - Osmar (57 anos)

  Bom
Denunciar
Bom filme, nota 7... Romance na minha opinião... Com toques de drama e suspense...

30/12/2014 - Everton (49 anos)

  Ótimo
Denunciar
Trama ótima, com uma abordagem muito diferente. Ao mesmo tempo que ficamos tensos no filme, pelo fato do protagonista ser um fugitivo da Polícia e a qualquer momento poder cometer algum ato ilícito, a estória nos leva a crer no amor e no perdão. Em realmente dar uma nova oportunidade para uma pessoa que merece. Bonita a atuação dos três artistas, principalmente do Menino. É um suspense/romance bem elaborado, vale à pena, assistam!

10/01/2015 - Leandro Silva (34 anos)

  Ótimo
Denunciar
Achei o filme adorável e bem recomendado. Um belo romance entre um fugitivo da polícia e uma mulher que há anos estava morta por dentro, entregue à solidão e depressão. O final me emocionou, não contive as lágrimas, mostrou que o verdadeiro amor resiste a tudo, independente do tempo que passar. Filme recomendadíssimo...

16/03/2015 - Daniela (36 anos)

  Ótimo
Denunciar
Simplesmente emocionante, uma história triste, porém encantadora.

01/05/2015 - Liza Maria (49 anos)

  Ótimo
Denunciar
Adoro este tipo de filme romântico.

13/07/2016 - Sidney (24 anos)

  Bom
Denunciar
Refém da Paixão é um drama revestido de romance e um leve suspense. O bom elenco ajuda a história fluir com mais compacticidade, sem exageros e cenas melosas. É um belo filme, se entrega muito bem nos detalhes, mas fiquei um pouco decepcionado com o final, pois desconstruiu todo aquele arco climático que já estava perfeito. Recomendo!

21/08/2017 - Anon (49 anos)

  Bom
Denunciar
Dá pra dar um bom nesse filme... No começo chega a parecer meio boboca, mas no decorrer torna-se uma história dramática e até comovente.

08/04/2020 - Apolinário Jossias (25 anos)

  Bom
Denunciar
Decidi ver este filme por causa da enorme admiração que tenho por Kate Winslet. Que mulher cheia de classe e talento! Sempre nos papeis certos. Lembro-me de sua actuação espectacular no filme The Reader (2008), onde ela arrecadou um merecido Óscar de Melhor Actriz. No mesmo ano, esteve lado a lado com Leonardo DiCaprio no filme Revolutionary Road, provando que seu desempenho singular em Titanic (1997) não resultou de sorte. De qualquer forma, voltando para Labor Day (2013), tive uma surpresa positiva com este filme. Não é um grande filme, longe disso, mas também não chega a ser mau. É intermédio. A premissa é simples e fácil de acompanhar: um fugitivo de prisão refugia-se na casa de uma mulher divorciada e os dois se apaixonam. É basicamente em torno disso que o filme gira. Embora tenha sido por causa de Kate Winslet que decidi assistir, foi Josh Brolin que mereceu mais atenção no papel do homem fugitivo. Em todos momentos ele conseguiu passar uma impressão firme de perigoso, alfa e, nos momentos certo, pai perfeito. Isto foi essencial para desencadear a química entre o personagem dele e a dona de casa, ora separada. Por fim, gostaria de mencionar a satisfação que tive ao confirmar que Tobey Maguire é que narra o filme. Desconfiei logo no princípio por causa do mesmo modo monótono como ele trabalhou no filme O Grande Gatsby (2013), coincidentemente lançado no mesmo ano.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Refém da Paixão (Labor Day)

Copyright © 2020 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.