Share on Google+

Dois Lados do Amor

  (The Disappearance of Eleanor Rigby: Them)
Sinopse Com sua visão única, o diretor e roteirista Ned Benson captura de forma ambiciosa o retrato de um relacionamento amoroso em “Dois Lados do Amor”. Se antes formavam um casal feliz, agora Conor (James McAvoy) e Eleanor (Jessica Chastain) são como estranhos tentando entender um o outro. Contado sob duas perspectivas, nomeadas HIM (ele) e HER (ela), o filme abre uma janela para a subjetividade das relações, explorando os dois lados da história de um casal enquanto eles tentam retomar a vida e o amor que conheceram. Um olhar esperançoso sobre a persistência do amor, passando por altos e baixos, “Dois Lados do Amor” conta com atuações eletrizantes de um elenco encabeçado pelos indicados ao Oscar Jessica Chastain e James McAvoy, acompanhados por um time de coadjuvantes talentosos, como o vencedor do Oscar William Hurt, a indicada ao Oscar Viola Davis e Isabelle Huppert.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Dois Lados do Amor
Título Original The Disappearance of Eleanor Rigby: Them
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem EUA
Duração123 minutos
Direção
Estúdio/Distrib. California Filmes
Idade Indicativa 12 anos

Elenco


... Conor Ludlow
... Eleanor Rigby
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“So In Love ”Escrita por Orchestral Manoeuvres in the Dark
Interpretada por Orchestral Manoeuvres in the Dark
“Valentine's Day ”Written e
Interpretada por 'Max Kagan' e 'Scott Weinshank'
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


17/01/2015 - Byvivian (36 anos)

  Péssimo
Denunciar
Mas que filme chato... Minha mãe do céu!

11/03/2015 - André Brighi (29 anos)

  Ótimo
Denunciar
"Dois Lados do Amor" pode ser erroneamente interpretado como um romance devido a péssima escolha do título aqui no Brasil. Na realidade, trata-se de um drama intenso que tem como cerne, o luto. E toda a subjetividade que envolve os acontecimentos posteriores à trágica perda de alguém que se ama incondicionalmente. O jovem diretor Ned Benson consegue de maneira magnífica apresentar as diferentes reações e suas consequências, tendo como pano de fundo um casal que se ama, mas que não consegue superar a tristeza profunda que o cerceia. As atuações estão excelentes, pois o elenco é o aspecto mais positivo da obra, sem dúvidas. O excelente ator britânico James McAvoy novamente nos brinda com seu talento, mas o grande destaque vai para Jessica Chastain, que brilha no papel principal. Sem contar as participações mais do que especiais de William Hurt e Viola Davis, além da atriz francesa Isabelle Huppert. Filme extremamente reflexivo e com muitos diálogos, o que certamente desagradará àqueles não acostumados a esse tipo de película. Recomendo... Obra de qualidade!

12/03/2015 - Sérgio Sarmento (60 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti nesta tarde NO CINEMA quando do lançamento no Brasil e, ainda, na primeira sessão da tarde. O curioso é que tem em minha cidade uma cópia só em três horários. Mas é filme para poucos espectadores. Resultando com isso pouco publico. Mas com certeza um publico selecionado. Olha! Filme maravilhoso. Em um drama triste. Mas se conseguirmos absorver seu tema com certeza vamos ser gratificados, pois é mesmo pungente. O título nacional é comercial e jamais nos conduz ao seu verdadeiro significado. Pois o original nos fala de desaparecimento. De buscar forças. De superação no enfrentamento de uma nova vida. Mas é claro procurando na vida passado os " cacos bons " para um reaproveitamento neste novo momento. Esse tema até me fez retornar minha adolescência quando li um livro chamado DEMÍAN do grande escritor alemão chamado Hermann Hesse quando escreveu logo no preâmbulo: " Quem quiser nascer tem que destruir um mundo " e continua "... Destruir no sentido de romper com o passado... " e por aí vai. O filme é triste, como escrevi acima, mas é otimista, pois discuti de uma maneira adulta o relacionamento de duas pessoas que se amam e estão com suas situações em frangalhos. Para nos contar tudo isso o diretor Benson conta com um elenco de caras brilhantes. Que coisa boa e rever pessoas veteranas e que pouco vemos atualmente em filmes. E constatar que não é só a gente que fica velha. Nossos ídolos não param no tempo eles nos acompanham também. Falo nos veteranos Viola Davis. De William Hurt. De Ciarán Hids. E da sempre ótima e uma das " minhas " rainhas do moderno cinema francês. Falo de Isabelle Huppert. Dos atores de trinta e poucos anos, não podemos nos enganar, o filme é feito para eles, vemos o grande ator escocês James McAvoy que cada vez mais faz filmes um melhor que o outro. Adoro esse cara! Mas o filme é desta californiana que é também uma das produtoras do filme. Estou me referindo a uma das minhas " deusas ruiva " do cinema e que leva o nome de Jessica Chastain. Ela simplesmente carrega toda uma carga dramática de entusiasmar qualquer pessoas que tem sensibilidade epitelial. O filme tem um final em aberto. Chegando a ser estranho mesmo. Mas longe de ser desesperançoso. Muito antes pelo contrário. Pois é carregado só de coisas boas e que ao final temos uma ponta de esperança em meio aquele caos que só os humanos podem ter e procuram, com isso, resolver. Um dos finais mais inesquecível DO CINEMA pelo seu enorme leque de resoluções.

29/06/2015 - New (27 anos)

  Ruim
Denunciar
Que decepção! Adoro o James, mas que filme ruim, que história fraca... Se você tiver paciência, assista... Aff.

10/09/2015 - Gherald (28 anos)

  Ruim
Denunciar
História estranha. Esperava muito mais. Eu não entendi a Viola Davis fazendo um papel de 2 min, sem focar o rosto dela. Apenas uma rápida aparição e sem foco. Fraquíssimo.

20/09/2015 - Odair (42 anos)

  Ruim
Denunciar
Filme muito parado e a história não apresentava uma sequência coerente dos fatos... Como por exemplo no meio do filme é mencionado que o filho deles tinha morrido. Ruim.

14/02/2016 - Bessa38 (77 anos)

  Péssimo
Denunciar
Demasiado longo, para nada contar. Maçante ao extremo, um filme, para ser descartado de nossa memória. Mais uma vez, DIRETOR/ROTEIRISTA, assinam uma porcaria desse quilate. Quem ama e gosta de cinema, pulem fora. O casal de protagonistas, são de uma inexpressividade espantosa.

31/03/2016 - Kassio (18 anos)

  Ruim
Denunciar
Ótimos atores, mas que juntos não tiveram química alguma em cena, filme lentíssimo, com personagens nenhum pouco carismáticos, infelizmente foi uma má ideia;

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Dois Lados do Amor (The Disappearance of Eleanor Rigby: Them)

Copyright © 2019 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.