Share on Google+

A Lei da Noite

  (Live by Night)
Sinopse O que você coloca nesse mundo sempre voltará para você, mas nunca como prevê. Aceitar conselhos paternais não é da natureza de Joe Coughlin. Em vez disso, o veterano da 1ª Guerra Mundial (WWI) é um autoproclamado e convicto fora da lei, apesar de ser o filho do Superintendente da Polícia de Boston. Mas Joe não é de todo ruim; na verdade, ele não é mau o suficiente para a vida que escolheu. Ao contrário dos gângsteres com os quais se recusa a trabalhar, Joe tem um senso de justiça e um coração aberto, e ambos trabalham contra ele, deixando-o vulnerável muitas vezes – nos negócios e no amor. Impulsionado pela necessidade de fazer justiça pelos erros cometidos contra ele e pessoas a sua volta, Joe segue um caminho arriscado, que vai contra a sua criação e seu próprio código moral. Deixando o inverno frio de Boston para trás, ele e sua imprudente equipe fazem a temperatura subir em Tampa. E, mesmo tendo a vingança um gosto mais doce que o melaço presente em cada gota do rum ilegal contrabandeado por ele, Joe vai aprender que isso tem um preço.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil A Lei da Noite
Título Original Live by Night
Ano Lançamento
Gênero Policial / Drama
País de Origem EUA
Duração129 minutos
Direção
Estreia no Brasil 23/02/2017
Estúdio/Distrib. Warner Bros. Pictures
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Joe Coughlin
... Loretta Figgis
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Sugartime ”Escrita por Odis 'Pop' Echols (como Odis Echols) e Charlie Phillips
“Serrana ”Escrita por Jesus 'El Nino' Alejandro (como Jesus A. Perez-Alvarez)
Interpretada por Jesus 'El Nino' Alejandro feat. Ariel Betancourt
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


11/02/2017 - Cris (35 anos)

  Ótimo
Denunciar
Acabei de assistir e é um filmaço!

22/02/2017 - Nilson Jr. (52 anos)

  Ótimo
Denunciar
Trata-se de um recorte histórico, onde a máfia pertence a história da América e, principalmente, do preconceito existente nela, contra latinos e negros, a presença da Ku Klux Khan e a vigência da Lei Seca. Affleck é um personagem indefinido entre uma certa gentileza e uma violência extrema, equilibrado essas duas facetas principalmente nas sequências em que empreende diálogos com amigos ou inimigos, sempre com aquele jeito impávido que o caracteriza. A trama tem uma agilidade que repercute principalmente na segunda metade, mais interessada em fazer analogias entre religião e cinema, violência e arte, culpa e constituição de família. Acho que a crítica especializada tem um certo preconceito com o ator/diretor, pois só assim se explica a frieza com que foi recebido, porque se trata de uma obra excelente de entretenimento, o principal objetivo do cinema, mesmo assim na parte técnica, o roteiro, cheio de subtramas, se esclarece como poucas obras conseguem. É um filme de gângsters intimista, feito à moda antiga. O elenco está maravilhoso, destaque para Elle Fanning e Chris Cooper.

23/02/2017 - Eduardo Ben Lima (20 anos)

  Bom
Denunciar
Vi hoje no cinema e achei bom. Chegou a me lembrar 'Caça aos Gângsteres' um pouco, todo aquele universo retrô da máfia em uma época que não era tão diferente de hoje e a maneira como o roteiro (mesmo que arrastado) aborda isso não é das piores. Você sente no personagem de Ben Affleck (que não vou negar, dirige melhor do que atua) o peso das suas escolhas, de querer ter tudo do bom e do melhor ainda que se envolvendo com o crime organizado e pensar que no meio de tudo isso não irá criar inimigos, enfrentando, dessa forma, as consequências decorrentes. Tem um ritmo lento, mas atuações que estão na média (Zoe diva, Elle perfeita e Sienna linda). No geral, é assistível (por mais que irá desagradar alguns telespectadores) e o final por incrível que pareça fiquei com um nó na garganta no final! Nota 7...

25/02/2017 - Sidney (24 anos)

  Regular
Denunciar
Depois de três ótimos trabalhos Ben Affleck tem sem seu primeiro percalço. O filme não é ruim, só é bem decepcionante.

26/02/2017 - Henry (32 anos)

  Bom
Denunciar
Um bom filme, envolvendo máfias, contrabandos durante a lei seca, um bom drama, vale a pena assistir.

27/02/2017 - Ramon (26 anos)

  Ótimo
Denunciar
O filme é muito bom. Vale a pena conferir. Tem drama, ação e uma história bem interessante que prende o telespectador do início ao fim.

01/03/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Bom
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando aconteceu a estreia nacional iniciada em 23.02. Passado. Olha! Não tenho duvidas que estamos diante de um bom filme. É o quarto filme do ator/diretor Ben Affleck e o terceiro que dirige e faz as duas funções. Aliás adoro iniciar, pelos diretores, quando são destaques, todos os meus comentários. Mas tenho que dizer mais uma vez que Ben Affleck perde a oportunidade de fazer um filme de exceção. Pois na real seu bom filme só não o é ótimo por culpa dele mesmo. Como sempre ele é um ótimo roteirista. Um ótimo cineasta. O cara realmente conhece estes dois ofícios. Mas ele atuando mais parece uma "laje". Não vejo expressão alguma em seu rosto. Um cara de porte! Com presença, pelo seu corpanzil! Mas não sabe atuar! Este A Lei da Noite é um exemplo expressivo em tudo. Em um baita clima de filme gângster. Um roteiro maravilhoso. Uma fotográfica espetacular dos anos 1920. O cara consegue dar o tempo certo nas filmagens. As mulheres são tratadas como em todos os filmes do gênero, isto é, são peças raras e bonitas. São loiras ou morenas fatais. E muito apropriadas para o amor. Até neste quesito ele acerta. Pois todos os filmes do gênero as mulheres são sempre tratadas como subproduto. Até de uma forma reacionária. De uma forma conservadora. Mas a coisa é assim mesmo deste os primeiros filmes do gênero. Que remontam aos anos 1930. Portanto só sua atuação como protagonista deslustra o que seria um raro e comovente filme de gângster que estamos, eu pelo menos, com saudades. Falo daqueles dirigidos por mestres como de um Brian De Palma. Um Coppola ou de Martin Scorsese. E provando que na direção Affleck é bom. Pois vemos belas atuações de dois senhores que fazem os chefões da máfia. Falo de Remo Girone e Robert Glenister. Bem que Affleck poderia ter se inspirado nestas duas sumidades. Tem como participações especiais uma linda e talentosa Elle Fanning e uma não menos fascinante Zoe Saldana. Uma irreconhecível, mas sem deixar de ser admirada Sienna Miller. Um notável Chris Cooper e novamente em uma participação, em cenas de uma raridade gritante, mas mostrando toda categoria da escola britânica de atores. Falo do sempre expressivo Brendan Gleeson. Enfim! É filme que faltou pouco para se torna ótimo. Mas analisando os pros e contras como pretendi. E olhando a coisa desta maneira. Agora, então, escrevo para quem gosta do gênero. E acredito e posso dizer que o filme está merecendo sua visita em um CINEMA mais próximo de sua residência.

12/03/2017 - Henrique (59 anos)

  Regular
Denunciar
Ben Affleck como ator não me grada muito, sempre com cara de paisagem, que bom que partiu para a direção, se saiu melhor. A lei da Noite é bem dirigido, porém tem ritmo muito lento, arrastado e até cansativo, valeu pelos bons atores. Querem ver um clássico filme de gangster de arrepiar, assistam "Era uma vez na America" do mestre Sergio Leone, o filme numero 1 da minha lista dos preferidos rsrsr.

02/04/2017 - Marcelo (36 anos)

  Ruim
Denunciar
Bonitos cenários e figurinos da época. Porém persogagem fraco sem nenhuma marca do Ben Affleck. História parada sem ação, suspense ou tensão :(
Me balancei para marcar bom mais não consigo me enganar :).

14/04/2017 - Wilma (75 anos)

  Ruim
Denunciar
Muito ruim. Diretor quis sofisticar um tema muito explorado e produziu um filme chato longo e sem lógica.

01/05/2017 - Queciosousa (29 anos)

  Ótimo
Denunciar
Um filmaço! Um grande filme de gangster, além de ter todo o ar de filme de ação ainda tem drama e romance por parte do bem affleck... Imperdível...

26/05/2017 - Kassio Freitas (19 anos)

  Péssimo
Denunciar
Cenários incríveis, elenco e tal, mas não me segurou e me desinteressei pela trama, acho fraca.

29/05/2017 - Toretto (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
Ótima história. Ben Affleck se saiu muito bem como roteirista, e teve uma convincente atuação no filme.

28/07/2017 - Felipe (31 anos)

  Ruim
Denunciar
Filme chato fica com muita enrolação filme chato e longo.

01/03/2018 - Juan-I (77 anos)

  Bom
Denunciar
Contudo e ser um filme sobre gângster, não é um filme de ação (eis o alerta para quem gosta dela). Também não é um filme policial. Trata-se de um drama sobre a vida de um gângster, e por isto aparecem situações de uma certa ação, violência e policia, especialmente sendo que o pai do protagonista é policial. Mais o menos explicitamente fala também sobre ética, moral, política, amor e prostituição. O filme é lento, com muito diálogo e sem comprometimento, pois trata dos fatos sem pretender julgá-los. Filme que, no geral, passa sem pena nem gloria; que é bom, mas não muito. Nota 65.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

A Lei da Noite (Live by Night)

Copyright © 2020 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.