Share on Google+

A Grande Vitória


Sinopse Max Trombini (Caio Castro) teve uma infância humilde e conturbada. Abandonado pelo pai ainda hoje, ele foi criado pela mãe e pelo avô, que morreu quando tinha 11 anos. Revoltado, passou a se envolver em diversas confusões em sua cidade natal, Ubatuba, e depois em Bastos, onde passou a morar. Foi através do aprendizado das artes marciais, em especial o judô, que ele conseguiu se estabelecer emocionalmente e construir uma carreira que fez com que se tornasse um dos principais técnicos do esporte no Brasil.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil A Grande Vitória
Título Original A Grande Vitória
Ano de Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Brasil
Duração88 minutos
Direção
Estreia no Brasil 08/05/2014
Estúdio/Distrib. Paris Filmes / Downtown Filmes
Idade Indicativa 10 anos

Elenco


... Teresa
... Alice
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Conquistando o Impossível”Interpretada por Luan Santana

Trailer



Comentários


28/04/2014 - Renato A (21 anos)

  Não vi
Denunciar
Já li o livro e é MUITO BOM. Um dos melhores que já li em toda a minha vida. Ansioso pelo o filme!

09/05/2014 - Juju (24 anos)

  Não vi
Denunciar
Caio Castro e Sabrina Sato? Não obrigada.

12/05/2014 - Renato A (21 anos)

  Não vi
Denunciar
Se for pelo o livro, o filme será EXCELENTE! Pelo menos eu indico o livro... Rs.

12/05/2014 - Junior (25 anos)

  Não vi
Denunciar
Caio Castro e Sabrina Sato kkkk.

12/05/2014 - Charles Carvalho (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme muito bom, passa otina lição de vida!

12/05/2014 - Sérgio Sarmento (60 anos)

  Ruim
Denunciar
Assisti nesta tarde NO CINEMA quando de seu lançamento no Brasil! Olha! É filme menor! Lamento em escrever isso! Pois o tema é absolutamente perfeito. Fala em esporte, superação, edificação, luta, aborto, arrependimento, mas sobretudo de VIDA. Repito! Temas nobre em qualquer filmografia mundial. Mas que nas mãos do diretor Stefano Capuzzi Lapietra se tornam coisas banais. Pueris e insignificantes. O que faz sua estreia na direção faz uma obra mecânica. Sem emoção alguma. Com falas repetias á exaustão. A frase " Dê uma chance a vida" é repetida varias vezes. Se tornando uma coisa até ridícula. Filmado na cidade de Ubatuba no litoral norte paulista. Financiada com dinheiro da prefeitura do município. Mas até nisso o diretor mostrou pouca coisa das belezas naturais daquela praia. O prefeito não deve ter ficado contente, pois foi queima de dinheiro publico em uma produção bem amadora como esta. Os atores muito mal dirigidos são caricaturas. Caio Castro que jamais foi ator está péssimo. Sabrina Sato está no filme só fica ali como enfeite e depois garanto que ela é uma gata! E aparece quanto muito cinco minutos do filme. Enfim! É filme que só lamento ser entregue para um diretor sem talento algum. Ao final do filme ele presta uma homenagem para Fernando Meireles um dos produtores do filme. Mas ao fim e ao cabo de seus 106 minutos ( sempre contados por mim ) de duração fiquei me perguntando o por que de Meireles não ter dirigido este filme? Mas é claro que fiquei sem resposta até agora! Ah! Não posso me furtar de comentar sobre livro e cinema. Gente não podemos confundir LIVRO E CINEMA. O livro é uma ARTE que se lê se imagina e nos deliciamos. É a ARTE do escritor! Enquanto cinema é outra ARTE. É a ARTE do visual. Viajamos pelas imagens. Poderá até ser mudo! Pois é a nossa visão que comanda. O cinema por outro lado é a ARTE do diretor e seu roteirista. Se o cara é bom possivelmente o filme será maravilhoso. Mas se o cara é ruim como este de A Grande Vitoria o filme será uma m! Portanto e sendo definitivo não podemos confundir livros e filmes. Uma coisa é uma coisa! Outra coisa é outra coisa como já dizia aquele enfadonho e sábio critico de ARTES!

28/07/2014 - Eduardo B. de Morais Lima (17 anos)

  Bom
Denunciar
Olha, não sei porque todo mundo ficou falando mal desse filme, acabei de assistir, e mesmo ele sendo nacional, foi mais um que eu assisti que durante o filme todo NÃO TEM SEQUER UM PALAVRÃO E NENHUMA CENA DE SEXO, e isso se mostra porque todo mundo prefere essas comédias bestas cheias de besteira e asneira sem conteúdo, esse drama, assim como o outro chamado "CONFIA EM MIM", entra para as exceções de filmes brasileiros bons... Enfim, nota 7...

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Michael Kohlhaas (Michael Kohlhaas)

Copyright © 2014 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.