Share on Google+

Rei Arthur - A Lenda da Espada

  (King Arthur: Legend of the Sword)
Sinopse O ACLAMADO DIRETOR GUY RITCHIE apresenta em seu estilo único a história por trás do mito de Excalibur que mostra a trajetória de Arthur das ruas até o trono. Quando seu pai é assassinado e seu tio recebe a coroa, Arthur vê seu direito de se tornar rei cerceado e terá de crescer do modo difícil nos becos da cidade. Mas a partir do momento em que ele tira a espada da pedra, sua vida fica de cabeça para baixo e ele precisará compreender seu verdadeiro legado.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Rei Arthur - A Lenda da Espada
Título Original King Arthur: Legend of the Sword
Ano Lançamento
Gênero Ação / Aventura / Drama
País de Origem EUA
Duração126 minutos
Direção
Estreia no Brasil 18/05/2017
Estúdio/Distrib. Warner Bros. Pictures
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Arthur
... The Mage
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“The Life ”Escrita por Gareth Williams
Licensed
“The Devil e The Huntsman ”Interpretada por Sam Lee
Escrita por Sam Lee e Daniel Pemberton
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

22/05/2017 - Michele (35 anos)

  Ruim
Denunciar
Nunca vi uma roupa de guerreira tão limpa qto do Rei Arthur (e branca/creme/off white, defina como quiser) hehehehe. Os efeitos até que são bonzinhos, mas o roteiro, as interpretações dos atores, o figurino, ou seja, todo o resto, que negação, péssimos, mais fraco que isso impossível. Pior versão (e a mais cara provavelmente).

22/05/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ruim
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, no popular e tradicional 2D dublado (é o que tínhamos para o momento). Olha! Não gostei do filme! O diretor britânico e ex marido da pop star Madona é o tipo de cineasta que sempre diz ao que veio. Ele começou nos anos final dos anos 90 imitando um cinema realmente de exceção que era o do Tarantino, em seu arrojo criativo, com seus dois filmes de gênero comédia policial (na real é o que mais me parece, pois ele na real tentou e tenta sempre fazer filmes autorais) muito bom que foram Jogos, Trapaças e Dois Tiros Fumegantes (1998) e Snatch - Porcos e Diamantes (2000). Depois surgiram outros como Revolver (2005) e finalmente um dos melhores que é Agente da U.N.C.L.E (2015) e realizei um comentário vibrante e nostálgico para o IF em 09.09.2015. O preâmbulo que realizei acima é tão somente para dizer da admiração que tenho para com este diretor inglês. Mas acontece que neste ano e em uma super produção de quase 200 milhões de dólares (o que prova que o cara tem prestigio) nos chega este Rei Arthur - A lenda da Espada. É mais um filme que procura dar uma nova visão pós moderna e atualizar filmes do século passado como já aconteceu com A Lenda de Tarzan (2016). Mas este do ano passado como este Rei Arthur a coisa não funciona. Em um filme que mais procura no onírico, nas idéias de mudança, nos sonhos dos roteiristas que são o próprio diretor. E pasmem! Mais quatro pessoas. Eu disse: Quatro pessoas! Portanto ficou uma coisa intragável. Mastodonte e confusa. É claro que os efeitos gráficos chamam a atenção. Mas é o que mais? Nada! Pois o elenco é muito ruim. Mas onde foram encontrar este ator Charlie Hunnam que faz Arthur? Cruz credo! O cara é ruim "de doer". E digo mais! Não tem carisma algum no papel de um protagonista como Arthur. Fazer um figura mitológica como foi o Rei Arthur não é para qualquer "pica fumo", não. Jude Law que é sabidamente um bom ator está totalmente perdido. Eric Bana aparece pouco em cena e não temos como classificar tal figura. Para não dizer que não " "falei de flores" indico como melhor do elenco a espanhola Astrid Berges-Frisbey que faz um papel de bruxa muito bem convincente. Por fim gostaria de dizer que é mais uma produção milionária e que não nos apresenta nada de novo, mas nos garante um enorme vazio no quesito diversão e que lamentavelmente frustra todas as nossas expectativas. Só tenho que lamentar mais "uma baixaria" desta e escrever: Cruz credo!

22/05/2017 - Daniel de Medeiros (35 anos)

  Regular
Denunciar
Achei o filme bem estilo cinema pipoca, entretenimento pra passar o tempo apenas, boas cenas de ação, mas nada que vá muito além disso. Ao meu ver ficou bem abaixo dos outros filmes do personagem, primeiro porque o protagonista não convence no papel, segundo porque essa nova história, com toda licença poética que o diretor tem em inovar, me pareceu muito distante da tradicional. Enfim, esse Arthur mais "moderninho" não me convenceu.

26/05/2017 - Alemao_dpx (27 anos)

  Regular
Denunciar
Achei que perderam a oportunidade de emplacar uma boa franquia. As idéias são boas, mas mal executadas. O pessoal da edição tem levar um choque, os que são responsáveis pelos filmes (nos games mandam muito bem, como por exemplo, franquia injustice e mortal combate) eles falham na edição, com cortes e algumas erros de seguimentos que prejudicam o enredo do filme (similar ao que ocorre em Batman vs Superman e Esquadrão S. ). Em matéria de elenco, o ponto negativo foi a escolha do Jude Law para tal papel, ele é muito peculiar, dificilmente consegue mudar sua expressão. O filme conta com uma breve aparição de David Beckham, se arriscando como ator. Filme sessão da tarde.

30/05/2017 - Michel Ribeiro (25 anos)

  Ruim
Denunciar
Lixo de filme. Extremamente mal conduzido... Não consegui assistir até ao final.

02/06/2017 - Rudrigui (34 anos)

  Ruim
Denunciar
Bem Mística a historinha! Caramba se não fosse as cenas de ação em camera lenta o filme levaria nota péssima! CONCORDO COM quem mencionou PERDERAM A MÃO... Os caras coalharam, embalaram o pirão, desoneraram o caldo... Filme PODRE... Gostei do Pôster só... Ainda tinha fé no ator cover de Brad Pit... Mas o cavaleiro éfraco de expressão e de trabalho... Qd olhei aqui no interfilmes e em outros sites especializados que deram nota boa ainda tive uma ponta de esperança... Fui pela emoção e pela nota do grande NOBRE... Mas dessa vez o SARMENTO botou quente... Dessa vez nossa nota bateu na cartela premiada do Bingo... Hehhe... RUIM... Não assistam nem no cinema nem nos filmes on line... Horroroso.

06/06/2017 - Daniel Feitosa (27 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme bem dirigido, com ótimas atuações, efeitos especiais incríveis. Apesar de ser um filme de época não é cansativo.

08/06/2017 - Heriane (33 anos)

  Ótimo
Denunciar
Adorei me prendeu bastante e achei a trilha sonora ótima uns dos filmes que mais gostei esse ano.

19/06/2017 - Samuel (26 anos)

  Regular
Denunciar
Olha, pensei que seria melhor, tem boas cenas de ação com grandes efeitos especiais, mas o enredo é contado de forma apressada demais o que faz com que nada tenha importância. É um filme de sessão da tarde mesmo.

29/07/2017 - Dexter (46 anos)

  Ruim
Denunciar
Meu Deus... Que decepção. O que que o Jude Law, (perdidaço) estava fazendo no papel de vilão? E Eric Bana, o melhor ator do filme, que só teve alguns minutinhos de glória. Coitada então da Annabelle Wallis, ficou sem diálogo. Não vou falar que é desperdício de talentos porque os atores principais foram péssimos. E a trilha sonora? Horrível demais. Nada nesse filme me agradou, o que é muito triste, pois estava esperançoso. O Rei Arthur (2004) de Antoine Fuqua é de longe o melhor filme já feito sobre esse Conto. Assista Rei Arthur - A Lenda da Espada, se você não tiver mais nada pra fazer.

09/08/2017 - Alessandro (33 anos)

  Ruim
Denunciar
Fim ruim, o que esperar deste diretor? Só os efeitos que ainda salvam o filme porque o roteiro e as interpretações... Enfim, filme totalmente esquecível.

22/08/2017 - André Soares (36 anos)

  Péssimo
Denunciar
Péssimo filme, poucas cenas de ação, muito enrolado.

11/09/2017 - Inácio (56 anos)

  Péssimo
Denunciar
Tosco, horroroso, medonho nunca vi nada tão ruim. Plagiando o ótimo Sérgio Sarmento, cruz credo!

10/02/2018 - Daniel Moura (22 anos)

  Bom
Denunciar
Gostei, porém não muito. Pode ser o filme sessão da tarde ou o " filme do final de se mana ". Acredito o roteiro meia boca prejudicou e muito o filme, com alguns atores desnecessários e grande parte da história bem ruim. O primeiro e o segundo ato são até interessantes, mas o CGI e o ato final parece jogo de RPG kk, mas ainda bem que não teve ponta pra uma possível continuação, mas a ideia de misturar MAGIA/lENDA é até legal.

20/03/2018 - Juan-I (77 anos)

  Ruim
Denunciar
Filme que só é bom nos efeitos especiais e suas imagens imponentes e impressionantes; mas isto já está bastante gasto como para que se consiga dar nota boa. De entre as inumeráveis versões que se tem feito sobre o tema da famosa espada, esta não é das boas, pois a história, além de simples, é bem pouco interessante, parecendo que seu ponto álgido está na magia escondida nela. As interpretações em geral são muito ruins, sem garra, pro forma, só um pouco destacável Jude Law encarnando o vilão Vortigern. Nota 40, ruim querendo atingir o regular e mais nada.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Rei Arthur - A Lenda da Espada (King Arthur: Legend of the Sword)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.