Share on Google+

Mulher do Pai


Sinopse Em uma pequena comunidade, próxima à fronteira do Brasil com o Uruguai, uma relação entre pai e filha se transforma. Ele é Ruben, um homem de 40 anos que ficou cego ainda jovem. Ela é Nalu, uma adolescente de 16 anos que está se tornando mulher. Eles precisarão aprender a se tratar como pai e filha depois da morte de Olga, mãe de Ruben – forte e super protetora, que os criou quase como irmãos. O afeto que surge entre ambos entra em conflito quando Rosario, uma atraente uruguaia, ganha espaço na vida de ambos.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Mulher do Pai
Título Original Mulher do Pai
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Brasil / Uruguai
Duração94 minutos
Direção
Estreia no Brasil 22/06/2017
Estúdio/Distrib. Vitrine Filmes
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Nalu
... Ruben
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


11/06/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA em um sábado 11.06 passado e pela manhã na sessão especial do Espaço Itaú de Cinemas. Em uma produção Brasil/Uruguai de alto relevo cultural. Olha! Belíssimo filme! Simplesmente adorei este digno produto da diretora gaúcha Cristiane Oliveira. Em uma obra diferenciada e que se passa na cidade de Dom Pedrito na fronteira com o sempre cultural Uruguai. Por isso tudo é notável no filme desde suas falas, seus trejeitos, sua maneira de falar, mas sobretudo sua arte gaúcha concomitantemente com o pais vizinho. O filme no geral nos fala da conduta de uma jovem adolescente de 16 anos e que se vê de uma hora para outra gerenciado um lar onde seu pai é cego. A menina, além disso, tem que administrar seus primeiros dias de um amor chegando ao adulto, mas acima de tudo com os dilemas de uma futura mulher vivendo em um lugar que "parece que o mundo esqueceu". O personagem pautado acima é defendida de uma maneira espetacular pela jovem atriz Maria Galant que com sinceridade dá conta muito bem de seu papel. Já o pai dela é vivido pelo sempre brilhante ator Marat Descartes que fez muito laboratório em casas que vivem gente que não tem visão. Pois seu desempenho, pela sua perfeição, nos indica que "até parece" que o cara é cego mesmo. Sensacional! Mas tem também um atriz Uruguai que é muito boa. Falo de Rosário vivida pela excelente Verónica Perrotta. Enfim! É mais um filme que entra naquela fila dos que ninguém assiste. Mas é novamente uma obra que lamento que não poderei dividir meu entusiasmo por ser de uma beleza plástica impressionante. Simples e tenho que deixar plasmado neste espaço. Pois é uma obra que nos cativa e deixa todos que a assiste satisfeitos e alegres por tudo aquilo visto em tela grande. Vai um cruz credo de alegria e satisfação.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Mulher do Pai (Mulher do Pai)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.