Share on Google+

Faces de Uma Mulher

  (Orpheline)
Sinopse Sandra (Adèle Exarchopoulos) é uma jovem se mudando para Paris, e que tem um leve toque para o desastre. Karine (Solène Rigot) é uma adolescente que passa por infinitas sucessões de fugas, homens e percalços, porque qualquer coisa é melhor que sua família. Kiki (Vega Cuzytek) é uma criança que vive uma tragédia após ser pega em um jogo de esconde-esconde. Renée (Adèle Haenel) é uma mulher estabelecida, que pensava estar livre do seu passado. Aos poucos, entendemos que essas quatro mulheres representam diferentes lados da mesma pessoa.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Faces de Uma Mulher
Título Original Orpheline
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem França
Duração111 minutos
Direção
Estreia no Brasil 25/05/2017
Estúdio/Distrib. Mares Filmes
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Renée
... Sandra
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


27/05/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Regular
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando do lançamento nacional efetuado na tarde de quinta passado. Olha! Este filme não é ruim. Acontece que estou um pouco decepcionado com o veterano diretor Arnaud Des Pallieres. Assisti seu único filme que chegou aos cinemas no Brasil. Que foi o seu Michael Kohlhaas (2013) e com que efetuei um entusiasmado comentário meu, é claro, para o IF em 07.04.2015. Mas este seu novo, como de resto o anterior, não é convencional. É até muito NÃO convencional, pois seu roteiro mostra uma história de trás para frente. Isto ao meu ver se torna de uma complexidade que o espectador custa para acompanhar os acontecimentos. O diretor "joga" na tela, ao longo do filme, quatro atrizes. Sendo que algumas com quase a mesma idade. Como é o caso das duas Adéle. No geral é um filme que busca uma complexa resposta de uma mulher de sua maturidade até seu final que seria o do nascimento. O filme, confesso, ficou devendo aquele algo mais. Seja na sua estrutura cinematográfica até no acabamento natural das lindas e talentosas atrizes que são expostas ao longo do filme. Por isso e maneira alguma posso dar uma nota maior que regular. E até nisso os critérios do site favorecem ao filme. Pois as estrelas são três. O que está muito bom para um filme capenga como é este Faces de Uma Mulher (2016).

31/05/2017 - Henri (47 anos)

  Ótimo
Denunciar
Uma mulher sozinha (Orpheline/Órfã, o título original do filme) com suas situações de dificuldade e opressão feminina, contadas de uma maneira não linear, não convencional, com as extremamente talentosas e belas Adéles. E ainda com uma interpretação magistral de Soléne Rigot.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Faces de Uma Mulher (Orpheline)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.