Share on Google+

Quase Memória


Sinopse Carlos se encontra consigo mesmo em um desdobramento do tempo, o Carlos jovem está diante do esquecimento de Carlos velho. Até que um dia, entre as lembranças e esquecimentos de suas memórias, eles recebem um estranho pacote que só poderia ter sido enviada por seu pai, morto há anos, um homem genialmente louco que sempre criou situações inusitadas.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Quase Memória
Título Original Quase Memória
Ano Lançamento
Gênero Aventura / Drama / Ficção
País de Origem Brasil
Duração94 minutos
Direção
Estreia no Brasil 19/04/2018
Estúdio/Distrib. Pandora Filmes
Idade Indicativa 12 anos

Elenco


... Mário Flores
... Dr. João Lage
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


23/04/2018 - Sérgio Sarmento (64 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando de sua estreia nacional efetivada na última quinta (19.04). Olha! Gostei do filme! Mesmo sendo uma obra filmada em estilo clássico. Pouco vista nos dias de hoje. Mesmo sendo um filme absolutamente filmado em forma de teatro (teatral). Mesmo sendo um filme que ninguém. Eu disse ninguém vai assistir. Mas é uma obra totalmente cultural. Pois é baseado numa obra de um dos maiores jornalistas/escritores formado neste pais e que se chama Carlos Heitor Cony (1926/2018) e em seu memorável livro que leva o nome do filme de QUASE MEMÓRIA (1995). E depois para confirmar tudo isso o filme vem assinado pelo grande diretor moçambicano RUY GUERRA. E que vive há anos no Brasil e que levou quase uma década para filmar. Seu último trabalho foi O Veneno da Madrugada (2006) e que já ali filmava uma obra para poucos. Devido exatamente na sua maneira de filmar o tudo aqui visto novamente nos dias de hoje. O filme QUASE MEMÓRIA em real é uma belo tratado que o autor CONY realizou para "reaver" suas memórias desde seus cinco anos até seus dias de um ancião. Aliás é isso que pensou o diretor Guerra já, hoje, em seus mais de 80 anos. O filme no geral é de um ator só. Falo do excepcional TONY RAMOS que nos dá uma linda e sensacional interpretação de um homem chamado CARLOS jé no ocaso de sua vida. É claro que tem ator como Charles Fricks (como um Carlos adulto) ou como uma bela atriz como Mariana Ximenes. Mas que são "lindamente" ofuscados (a) por um "gigante" ator que é TONY RAMOS. Só lamento, mais uma vez, que é filme que poucos assistem. Principalmente pela maneira, absolutamente pouco convencional, que o notável e veterano cineasta Ruy Guerra filme sua obra cinematográfica.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Quase Memória (Quase Memória)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.