Share on Google+

Mudbound - Lágrimas Sobre o Mississipi

  (Mudbound)
Sinopse A tímida Laura (Carey Mulligan) acredita ter tirado a sorte grande quando encontra Henry McAllan (Jason Clarke), um homem um pouco bruto, mas interessado nela. Logo após o casamento, a família se muda para uma fazenda no chuvoso delta do Rio Mississipi. Enquanto Laura enfrenta dificuldades para se adaptar à vida rural, ela é confrontada com uma família negra, os Jackson, responsáveis por ajudar no trabalho pesado com o plantio e a colheita. Duas posições muito distintas se desenham na família: enquanto o pai idoso de Henry, Poppy McAllan (Jonathan Banks), luta para manter os privilégios dos brancos no terreno, o irmão de Henry, Jamie McAllan (Garrett Hedlund), desenvolve uma boa amizade com o filho dos caseiros, Ronsell Jackson (Jason Mitchell), pelo fato de ambos compartilharem traumas da guerra. Um violento conflito de etnias, gêneros e classes sociais marca a convivência entre os McAllan e os Jackson.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Mudbound - Lágrimas Sobre o Mississipi
Título Original Mudbound
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem EUA
Duração134 minutos
Direção
Estreia no Brasil 15/02/2018
Estúdio/Distrib. Diamond Films
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... Jamie McAllan
... Laura McAllan
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Mighty River ”Escrita por Mary J. Blige, Raphael Saadiq e Taura Stinson
Interpretada por Mary J. Blige

Trailer



Comentários


09/12/2017 - Marcia (53 anos)

  Ótimo
Denunciar
Muito bom filme. Gente forte enfrentando grandes adversidades. Bom para as pessoas que se deixam abater rapidamente pelos problemas do dia a dia. Faz sua dignidade emergir.

15/02/2018 - Marilia Ribeiro Martins (58 anos)

  Ótimo
Denunciar
Excelente! Grandes verdades narradas no filme!

18/02/2018 - Sérgio Sarmento (64 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA em 16.02, quando na semana de seu lançamento no pais no último 15.02. Olha! Também quero deixar plasmado em meu comentário a grandeza inominável deste grande e surpreendente filme chamado Mudbound. É o terceiro e primeiro filme que assisto desta diretora afrodescendente Dee Rees. E que a partir deste momento terei mais carinho e atenção sobre seus futuros trabalhos como cineasta. Mas logo no início do filme vemos que é produzido, tipo em cooperativa (aqui no Brasil), pelos seus principais atores. Portanto em um filme "quase" amadorista. Outra coisa que me chamou a atenção é que o filme abrange uma série de questões. Tipo: Racismo, machismo, misoginia, violência, guerra e outros. Filme que se passa nos anos 1940. Mas que poderia ser no hoje 2018. Pois seus temas não são datados. Em principio esse título MUDBOUND (no original) quer dizer lama. Coisa natural, pois todo o filme se passa no barro, na lama e nas margens do rio Mississípi. Com gente bruta, feia e de roupas sujas. É mais pontos para uma produção deste estilo e por isso é altamente sugestivo. Além disso o filme é uma crítica sobre às questões racistas. Onde o negro é tratado como animal. Uma coisa abjeta mesmo! Mas vemos mulheres fortes onde se sobressai Carey Mulligan em um papel altamente revigorante para o seu talento cinematográfico. Poucas vezes escrevo isso. Mas essa atriz nunca assisti um filme onde ela não é destaque. Que coisa linda é assistir trabalhos cinematográficos dela. É uma atriz que engrandece definitivamente uma arte chamada CINEMA. Outra que é destaque é a atriz negra Mary J. Blige que apesar de minhas muitas andanças ao cinema, não lembro dela. Que atriz perfeita em seu papel de serviçal dos brancos. Ela realmente tem um grande talento. Agora dos homens vemos um ator chamado Jason Clarke em grande performance, pois nos apresenta um sujeito sujo, grosso, feio e sem carinho algum para sua esposa Mulligan. Uma atuação irreparável. Já o ator Garrett Hedlund, apesar de aparecer pouco, tem uma atuação memorável como uma pessoa que não é daquele lugar de barro e lama. Já dos atores não posso esquecer do odiado Jonathan Banks e do espetacular ator negro Rob Morgan como Hap Jackson. Com uma bela fotografia esmaecida (descorada) de uma lindeza pouco vista NO CINEMA. A gente que acompanha e lê sobre CINEMA entende, hoje, a ovação, o estardalhaço que recebeu esse filme no ano passado no chamado Festival de Filmes Sundance em Park City no estado norte americano de Utah. O filme mereceu realmente toda uma admiração. Isso comprovei após seus 134 minutos de projeção. Enfim e definindo mais um comentário para o IF diria que lamentavelmente é filme, por seu tema especial, poucos assistirão em um pais chamado Brasil. Cruz credo!

25/02/2018 - Kassio (20 anos)

  Regular
Denunciar
A trama não me prendeu, apesar de bastante elogiada, não pude dar a devida atenção da trama.

04/04/2018 - Leonardo (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
Belíssimo, apesar de muitos momentos tristes. Ricamente sensível.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Mudbound - Lágrimas Sobre o Mississipi (Mudbound)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.