Share on Google+

Lady Bird - A Hora de Voar

  (Lady Bird)
Sinopse Christine McPherson (Saoirse Ronan) está no último ano do ensino médio e o que mais deseja é ir fazer faculdade longe de Sacramento, Califórnia, ideia firmemente rejeitada por sua mãe (Laurie Metcalf). Lady Bird, como a garota de forte personalidade exige ser chamada, não se dá por vencida e leva o plano de ir embora adiante mesmo assim. Enquanto sua hora não chega, no entanto, ela se divide entre as obrigações estudantis no colégio católico, o primeiro namoro, típicos rituais de passagem para a vida adulta e inúmeros desentendimentos com a progenitora.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Lady Bird - A Hora de Voar
Título Original Lady Bird
Ano Lançamento
Gênero Comédia
País de Origem EUA
Duração94 minutos
Direção
Estreia no Brasil 15/02/2018
Estúdio/Distrib. Universal Pictures
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Lady Bird McPherson
... Marion McPherson
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“With Fun in My Life ”Escrita por Ellis Clarance Taylor Sr.
Interpretada por James Whitney
“Hey It's Love ”Escrita por Dan Henderson
Interpretada por The Commands
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


31/12/2017 - Ivan P. (67 anos)

  Regular
Denunciar
Sei lá. Sei lá, sabe? Não estou dizendo que o filme seja ruim, mas, não bateu bem em mim. Estranho, não? Já vi vários filmes de 90 minutos que pareceram ter 10. Este, pareceu ter 3 horas. Já vi filmes muito bons com a Saoirse Ronan, entre eles: "Stockholm Pensylvania, Atos que desafiam a morte, The way back, Minha nova vida, Grande Hotel Budapest, Desejo e Reparação, Brooklin e Um olhar do Paraiso. Mas este aqui... Não posso dizer que é ruim ou péssimo então...

01/01/2018 - Lucas Fera (21 anos)

  Bom
Denunciar
Muito bom. Apesar de ser aqueles clichês americanos o filme não deixa de ser bem realista. Eu mesmo que já sai da adolescência me identifiquei bastante e creio que muitos vão também. Relacionamento com os pais, tentativas de se adaptar com pessoas que não combinam em nosso círculo social, rebeldia, sensação de que entendemos tudo sobre a vida e as coisas, e por aí vai. É um ciclo.

06/01/2018 - Kassio (20 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme despretensioso, diverte e nos mostra uma Saoirse diferente, ao menos para mim, a vibrante personalidade de sua protagonistas nos envolve, assim como seus dilemas, os atores que coadjuvam são tão bons quantos, elenco bem escalado, um, porém é o filme estar sendo tão premiado e possível concorrente ao Oscar, ele é ótimo, mas não o enxergo nessa posição.

27/01/2018 - Hugo (21 anos)

  Ótimo
Denunciar
Um filme que retrata a juventude e o que é ser e viver em volta dela.

01/02/2018 - Nilson Jr. (53 anos)

  Bom
Denunciar
Mais um "coming of age" concorrendo ao Oscar, esse sem a complexidade de "Me chame pelo seu nome " e roteiro muito bom, com diálogos bem naturais e divertidos, onde a protagonista ( Saoirse Ronan) vive as experiências da juventude como relacionamentos, sexo e amizade, enquanto tem a expectativa de viver a outra fase de maturidade em outro lugar longe de sua cidade ( Sacramento ) e perto de pessoas mais modernas, criativas e inquisidoras, isso é retratado como conseguir vaga em uma universidade em Nova York, ou pelo menos alguma província ao norte da costa oeste dos Estado Unidos.

17/02/2018 - Cauã (20 anos)

  Ótimo
Denunciar
Excelente. Bem escrito, atuado e dirigido. Prende a atenção do início ao fim. É um tipo de filme que você se identifica com os personagens, as situações e as relações entre eles. Recomendo.

18/02/2018 - EddieViana (22 anos)

  Bom
Denunciar
O filme é bom, mais um daqueles filmes que falam falam falam e parecem não ter um história pra contar, que apenas tentam nos mostrar a realidade de várias pessoas. Não é o tipo de filme que mais gosto, porém esse, por ser bem dirigido e por ter boas atuações, até que me agradou. Como disse o colega do primeiro comentário, o filme tem 90 minutos, mas é tão arrastado que parece ter o dobro.

19/02/2018 - Sérgio Sarmento (64 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando de seu lançamento nacional efetivado na realidade na quinta passado. Olha! Também adorei esse filme! É daquelas obras que nos relacionamos "de cara", mesmo. Porque fala de coisas de nosso cotidiano e até de alguém conhecido ou de um vizinho que está bem ao nosso lado. E depois juventude rebelde (não podemos esquecer que nossa heroína vai fazer 18 aninhos). Atritos com uma mãe megera e castradora e coisa bem comum. E de um pai que procura ser mais carinhoso, pois procura compensar, é coisa que se parecem muito com as famílias atuais. É um roteiro que já assisti muitos iguais. Mas aqui a questão fundamental não é saber o por quê. Mais muito mais é como essa bonita inteligente e perfeita diretora/roteirista Greta Gerwig vai nos apresentar seu primeiro filme solo que é LADY BIRD (2017). O primeiro filme dela de 2008 chamado Nights And Weekends (no original) e que assinou juntamente com Jon Swanberg jamais chegou aos cinemas do Brasil. Mas Lady Bird é um filme agridoce. Pois nos encanta, nos dá prazer, mas também ficamos algo que como triste pela trajetória da menina que vai completar 18 anos em breve. Com belas interpretações, provando que a diretora Greta Gerwing é ótima (gente! Na maioria das vezes a interpretação depende do diretor (a) ), no quesito "corpo de atores" onde, é claro, vemos mais uma belíssima interpretação desta jovem que cresceu e tornou-se uma linda mulher. Está muito longe quando assisti seu primeiro filme que é Desejo e Reparação (2007) então uma menina de 13 anos. E hoje com 23 anos e com um baita talento desse. Falo desta ruiva de origem norte americana, do Bronx e portanto de Nova York e que chamamos de Saiorse Ronan que consegui a indicação para melhor atriz do Oscar 2018. Mas mais um vez terá pequena chance, pois terá um "peso pesado" na disputa com ela que é Frances McDormand. Mas tem também Laurie Metcalf, indicada ao Oscar de melhor coadjuvante 2018, e que faz uma mãe adorável e megera ao mesmo tempo. Tem o ator chamado Tracy Letts que faz o pai da Lady. Vemos também em bela interpretação a novata e amiga Beanie Feldstein. Uma música incidental muito boa. Uma reconstituição de época de chamar a atenção, pois se passa em 2002. Enfim e definindo mais um comentário para o site IF. Venho afirmando que é mais um filme indicado para o melhor do Oscar 2018. Mas é e será um azarão danado no páreo dos melhores na noite de 04 de março vindouro. Ah! Isso não tenho a menor dúvida!

21/02/2018 - Donovan Leitch (69 anos)

  Ruim
Denunciar
A Academia esta falida para colocar este filme como concorrente ao Oscar. Não passa de um simples filme para ser exibido na TV durante a madrugada. Trama Fantasma e Eu, Tonya são os melhores filmes do ano concorrentes. O filme do ano Foi LOGAN.

24/02/2018 - Robson (58 anos)

  Ótimo
Denunciar
Drama/Comédia ao estilo norte-americano, bem conduzido e com ótimas atuações. Não sei se é para Oscar.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Lady Bird - A Hora de Voar (Lady Bird)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.