Share on Google+

Homem-Aranha - Longe de Casa

  (Spider-Man: Far from Home)
Sinopse Peter Parker (Tom Holland) está em uma viagem de duas semanas pela Europa, ao lado de seus amigos de colégio, quando é surpreendido pela visita de Nick Fury (Samuel L. Jackson). Precisando de ajuda para enfrentar monstros nomeados como Elementais, Fury o convoca para lutar ao lado de Mysterio (Jake Gyllenhaal), um novo herói que afirma ter vindo de uma Terra paralela. Além da nova ameaça, Peter precisa lidar com a lacuna deixada por Tony Stark, que deixou para si seu óculos pessoal, com acesso a um sistema de inteligência artificial associado à Stark Industries.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Homem-Aranha - Longe de Casa
Título Original Spider-Man: Far from Home
Ano Lançamento
Gênero Ação / Aventura / Comédia
País de Origem EUA
Duração129 minutos
Direção
Estreia no Brasil 04/07/2019
Estúdio/Distrib. Sony Pictures
Idade Indicativa 10 anos

Elenco


... Peter Parker / Spider-Man
... Nick Fury
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“I Will Always Love You ”Escrita por Dolly Parton
Interpretada por Whitney Houston
“If You're Snappy And You Know It ”Escrita por Mick Giacchino
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


28/06/2019 - Raphael Massulo (34 anos)

  Bom
Denunciar
O filme é bem legal, prende atenção do início ao fim e ainda dá brechas para a saga invasão secreta, cumpriu muito bem o que era esperado e os efeitos estão perfeitos. Mostrar Spoiler Era meio óbvio que mysterio era o vilão mesmo, mas enfim valeu a pena, principalmente pelo pós créditos.

10/07/2019 - Davi Lucas (38 anos)

  Ótimo
Denunciar
Gostei. Seria melhor se tivesse menos comédia.

12/07/2019 - Danielgulmine (38 anos)

  Bom
Denunciar
✔ Homem Aranha: Longe de Casa
Caramba, esse filme surpreendeu. A primeira metade foi terrível e quase dormi. Já estava classificando como o pior do UCM e até pior que as versões anteriores do Aranha. Mas é um filme com reviravoltas, e aí sim, na parte final o filme mostra o verdadeiro espírito do Homem Aranha e traz um espetáculo de efeitos e ações aproveitando o potencial do herói, mas muito rapidamente. É exagerado na comédia e conta com um roteiro maluquinho e não convincente, mas é uma boa diversão. Marisa Tomei (tia May) e Cobie Smulders (Maria Hill) são muito lindas 😍. Zendaya no papel de MJ não achei interessante. Ela ficou muito melhor em O Rei do Show. Enfim, é um bom filme e não dá muitas dicas sobre o que vem por aí no UCM. Conta com 2 cenas pós créditos (uma longa logo no início dos créditos e outra curta e muito interessante só no final).

17/07/2019 - William BSB (58 anos)

  Regular
Denunciar
Me decepcionei. O roteiro nos apresenta 1 Peter Parker mais 1 Homem-Aranha. Sim, desse jeito. Separados entre si dentro do mesmo filme! Como se fossem serem independentes um do outro. E não é assim! Nunca foi assim! Peter Parker e Homem-Aranha SEMPRE FORAM A MESMA PESSOA! O filme nos mostra que os sentimentos do Peter Parker são maiores que os do Homem-Aranha. Onde já se viu em algum outro momento da saga do nosso super-herói, seja HQ ou cinema, que nosso astro maior (ele mesmo, Homem-Aranha) vire as costas, digamos assim, para um possível Vilão ou Monstro que se apresente para atacar as pessoas. NUNCA! O Peter Parker nunca hesitou em se transformar em Homem-Aranha para salvar pessoas! Talvez nesse filme os roteiristas quisessem dar um chega-pra-lá no SUPER-HERÓI em detrimento ÁS EMOÇÕES do SER-HUMANO...

28/07/2019 - Lucas Fera (22 anos)

  Bom
Denunciar
O herói mais querido da Marvel retorna em seu mais novo e divertido longa, mas não se sobressai ao De Volta ao Lar devido algumas omissões e falta de planejamento durante a trama. Entretanto, a ação junta à vilania de Mysterio destacam-se por mérito do trabalho do bom diretor Jon Watts. Mostrar Spoiler Após os acontecimentos de Vingadores: Ultimato, as coisas parecem ter voltado ao normal para Peter e seus amigos. Depois do estalo de Thanos, todos foram afetados, exceto a turma que ainda continua no colegial e com a mesma idade. Agora, para o adolescente, sua maior preocupação é a maneira de conquistar seu interesse amoroso, MJ (Zendaya). O que poderia ter sido um arco de fundo torna-se, em grande parte, uma história central; uma comédia romântica. Entretanto, não estraga a experiência do filme. Zendaya, apesar de ser carismática e às vezes atraente, não substitui a famosa ruivinha pela qual Peter é apaixonado nas HQs. Enquanto isso há pouco desenvolvimento em Peter e suas responsabilidades enquanto super herói. Tony Stark, que fora uma pessoa poderosa e famosa, simplesmente dá um aparelho tecnológico que exige responsabilidade e experiência para um adolescente de 16 anos que quase mata um colega de classe. Não satisfeito com suas escolhas, após se simpatizar com Mysterio, decide dar o aparelho para o vilão sem saber de seu verdadeiro caráter por trás de todo seu “joguinho”. Isso demonstra falta de maturidade ainda que seja apenas um garoto. A partir daí, Mysterio, com atuação fantástica de Jake Gyllenhaal, torna-se, facilmente, um dos melhores vilões da MCU ao lado de Abutre. Com cenas bem feitas e detalhadas, repleto de efeitos visuais, as ilusões criadas pelo vilão para confundir o Amigão da Vizinhança são de tirar o fôlego. Em um dos melhores momentos, o Teioso pratica seu sentido aranha, no filme chamado de Arrepio – e odiado pelo mesmo - que entrega um dos momentos mais vibrantes do filme. As sequências de ação são mais longas e ofegantes que o antecessor, colocando o espectador junto às tensões das lutas herói VS vilão; o que resulta em um encantamento visual. Apesar de toda bagagem emocional já construída em torno de Peter Parker, em Longe de Casa é raro essa construção de dor adolescente, uma vez que Tony Stark, figura paterna querida por Peter, é deixado de escanteio na maioria das cenas. Já que o “inexistente” Tio Ben sequer é lembrado, a pessoa mais próxima de Peter depois da tia May é relembrado apenas por um grafite de rua e um desabafo dentro de um jatinho que é superado minutos depois. Diante disso, seria quase impossível compreender e se simpatizar com Peter se não fosse a atuação de Tom Holland que comprova, a cada filme que passa, que é o Melhor Peter e Aranha de todos os tempos. É fato que Homem Aranha – Longe de Casa é tão bom quanto o primeiro filme, distanciando-se de um foco mais heroico e emocional, entretanto, diverte tanto quanto e garante um ótimo vilão e cenas fantásticas. PS: A cena pós crédito é sensacional, entretanto, quero ver como vai ser o futuro do Peter, sendo que o mesmo, seguindo o tradicional caminho, trabalharia para o Clarim Diário.

02/08/2019 - Kassio (22 anos)

  Ótimo
Denunciar
Esse se sobressai mil vezes ao primeiro com esse ator novo, não tinha curtido e fui ver esse com receio, mas me surpreendi e muito, posso afirmar que foi o melhor filme do homem aranha, de todos. Muito bem executado em todos os sentidos, Tom Holland é excelente e de um carisma ímpar, além de dar uma jovialidade que o personagem pede, os coadjuvantes são muito bem trabalhados e os antagonistas fascinam por darem um up na história e um baita giro na narrativa, além de ter uma direção competente, cenas que impressionam e enchem os olhos, não vejo críticas a ele, apenas elogios, e o final foi incrível, a cena extra então deixou a todos bem empolgados.

08/08/2019 - Sidney (27 anos)

  Bom
Denunciar
Eu gostei desse Homem Aranha, continua bobo e bem crianção, mas achei um bom filme, melhor do que o primeiro.

16/09/2019 - Apolo Jossias (24 anos)

  Regular
Denunciar
Não costumo comentar filmes. Geralmente me contento em ler os comentários do IF e concordar ou discordar, mentalmente. Mas este Far From Home me decepcionou muito. Não vi necessidade de se construir um vilão do tipo que o filme nos apresentou. Olha que admiro muito Jake Gyllenhal, mas a escolha do vilão me pareceu errada, pouco cativante e sem piada. Por outro lado, este filme me fesz concluir que Tom Holland só funciona ao lado de actores mais importantes do que ele. Foi assim em Home Coming, Civil War e Avengers (Infinity War e End Game). Escusado será dizer que Spider-Man  não pode continuar o grande legado de Iron Man. Ainda bem que a Sony levou os direitos do personagem de volta.  

06/10/2019 - Marcos Fontes (46 anos)

  Bom
Denunciar
Já havia decepcionado um pouco com o primeiro, Homem-Aranha - De volta ao lar (2017), pela expectativa criada, e esse aqui segue exatamente a mesma linha, filme bem básico, com bons efeitos, um vilão que não supera o Abutre de Michael Keaton do primeiro, mas que tem boa presença de Jake Gyllenhaal e uma onda de boas cenas de ações rápidas. Filme no máximo: bom.

03/11/2019 - Anderocks (44 anos)

  Bom
Denunciar
Bom passatempo, cenas de ação bem trabalhadas.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Homem-Aranha - Longe de Casa (Spider-Man: Far from Home)

Copyright © 2019 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.