Share on Google+

A Vida em Si

  (Life Itself)
Sinopse O relacionamento amoroso vivido por um casal (Oscar Isaac e Olivia Wilde), é contado através de diferentes décadas e continentes, desde as ruas de Nova York até Espanha e como diferentes pessoas acabam se conectando a ela através de um evento marcante.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil A Vida em Si
Título Original Life Itself
Ano Lançamento
Gênero Drama / Romance
País de Origem EUA
Duração117 minutos
Direção
Estreia no Brasil 06/12/2018
Estúdio/Distrib. Paris Filmes
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... Will
... Abby
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Gran Oscurecer ”Escrita por Bob Dylan
Letra de Yvette Gonzalez-Nacer (como Yvette Nacer)
Interpretada por Yvette Gonzalez-Nacer (como Yvette Nacer)
“Make You Feel My Love ”Escrita por Bob Dylan
Interpretada por Alexander McCabe

Trailer



Comentários


27/11/2018 - Sérgio Sarmento (65 anos)

  Ruim
Denunciar
Assisti NO CINEMA nesta data quando da pré estreia e dentro do programa Viver Mais em todas as ultimas terça-feira do mês sob o patrocínio do Espaço Itaú de Cinema. Olha! Filme rigorosamente convencional. Diretor Dan Fogelman é muito esperto (no mau sentido, é claro!) mesmo. Pois após realizar ou estar realizando, não sei ao certo, uma série de sucesso, para televisão, chamada Life It Self (o mesmo deste filme visto hoje) resolveu levar para O CINEMA o mesmo argumento. E que versa sobre o drama de uma família ao longo de varias gerações. Não gostei "apaixonadamente" como meus colegas de cinema ao assisti o mesmo filme, tento em vista que o diretor Fogelman abusa e abusa enormemente do apelativo para emocionar as pessoas. Levando exatamente o filme para muitos clichês e até ao choro fácil. Pelo visto o cara aprendeu mesmo o que o publico adora. Chorar, chorar e chorar naquelas cenas incrivelmente e absurdamente emotiva. E com isso sofri muito, pois fui as lágrimas e não levei minha caixa de lenços descartáveis (!?, rsrs). O filme até que conta com bons atores como a bonita e veterana Annette Bening. Uma linda Olivia Wilde e um bom ator que é Oscar Isaac. Aparece até um coadjuvante espanhol e famoso chamado Antonio Bandeiras. Mas todos rigorosamente (adoro mesmo esta palavra!) perdidos em cena tento em vista que o grande sucesso é o choro fácil que o diretor pediu neste dramalhão. Enfim, procurei aguentar duas horas de coisa tão ridículo e visivelmente pedindo uma nova roupagem. Pois o dramalhão até que gosto, mas realizado com inteligência e criatividade. Cruz credo e uma ave maria para me acalmar de coisa tão sorumbática mais principalmente esquecível.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

A Vida em Si (Life Itself)

Copyright © 2018 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.