Share on Google+

Chega de Saudade


Sinopse A história acontece em uma noite de baile, em um clube de dança em São Paulo, acompanhando os dramas e alegrias de cinco núcleos de personagens freqüentadores do baile. A trama começa ainda com a luz do sol, quando o salão abre suas portas, e termina ao final do baile, pouco antes da meia-noite, quando o último freqüentador desce a escada. Mesclando comédia e drama, Chega de Saudade aborda o amor, a solidão, a traição e o desejo, num clima de muita música e dança.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Chega de Saudade
Título Original Chega de Saudade
Ano Lançamento
Gênero Drama / Musical / Romance
País de Origem Brasil
Duração95 minutos
Direção
Estreia no Brasil 21/03/2008
Estúdio/Distrib. Buena Vista
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Álvaro
... Alice
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Chega De Saudade”Escrita por Antonio Carlos Jobim (como Tom Jobim) / Vinicius de Moraes
Fermata do Brasil / Editora Musical Arapuã Ltda
Interpretada por 'Rogério Duprat' (como Rogério Duprat)
“Aos Truta”Escrita por Joseph L. Altruda (como Joey Altruda)
Interpretada por Funk Como Lê Gusta
Geautoophe Publishing
(Represented in Brazil by por Warner Chappell Edições Musicais Ltda)
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


11/04/2007 - Isilda A. Sanchez

1
  Não vi
Denunciar
Estou muito ansiosa para a estréia do filme "Chega de Saudades", pois participei como figurante em toda a filmagem desde o primeiro passo até o término da filmagem, adorei a participação, dancei muito, ri, chorei e com tudo isso a minha ansiedade é enorme. Foi ótimo ter sido inclusa neste, pois a diretora Laiz e muito 10, talentosa, ao elenco todo, diretores e equipe parabéns, nota 10.

22/05/2007 - Duarte

2
  Não vi
Denunciar
Também estou em cólicas, aguardando a estréia do filme "Chega de Saudade". Participei na figuração, foi ótima experiência de vida. Agradeço a convivência, a dedicação e principalmente o respeito dispensado pela direção (Lais) e equipe técnica a todos os participantes. Nota 1000.

02/06/2007 - Paulo Fernando

3
  Não vi
Denunciar
Não vi, mas participei.

15/06/2007 - Karla

4
  Não vi
Denunciar
Esse filme promete... Laiz Bodansky faz e acontece!

27/06/2007 - Karen Rodrigues

5
  Não vi
Denunciar
Assim como os colegas acima, também estou ansiosa pela estréia do filme. Principalmente porque entre o elenco, há um grande amigo meu, Sr. Romano - um velhinho muito especial, cheio de vida e de bom humor.

20/08/2007 - Gloria

6
  Não vi
Denunciar
Não vejo a hora da estréia desse filme, pois a expectativa é enorme! Mesmo porque faço parte do elenco, onde participei desde o primeiro até o ultimo dia. Fiz tudo com muita alegria e prazer, pois o que mais gosto de fazer na vida é dançar. Estou com saudade da diretoria e todo o elenco. Beijos a todos!

20/09/2007 - Magaly

7
  Não vi
Denunciar
Estou muito ansiosa para vê-lo, pois também fui figurante. Nesse período tivemos muitas alegrias durante as filmagens e essa foi uma grande experiência na minha vida. Adorei fazer uma pontinha com o Paulinho Vilhena. Não sei se aparecerá, mas tudo bem. Saudades de todos.

09/10/2007 - Jacinto Chifre

8
  Não vi
Denunciar
Minha namorada participou das filmagens, e eu estou ansioso para saber se ela se comportou decentemente durante as filmagens.

14/10/2007 - Lagartixa

9
  Não vi
Denunciar
Meu ex-namorado (Reinaldo, um alto de óculos, um ótimo parceiro de dança, mas safado como quase todo homem de baile, rs) participou como figurante, mesmo assim estou ansiosa para ver o filme, pois adoro dançar e freqüentei muito salões de baile, inclusive o União Fraterna, onde o filme foi feito. Mas li acima que a estréia é em 2008, está longe...

14/10/2007 - Roseli

10
  Não vi
Denunciar
Adoro dançar, freqüento muitos salões de baile em São Paulo, conheço o salão onde o filme foi feito e muitas pessoas que foram figurantes no filme. Acompanhei muitas histórias sobre as gravações também, então estou ansiosa para ver o filme!

19/10/2007 - Simone Christino

11
  Não vi
Denunciar
Estou muito feliz por ter um filme como este em nosso país principalmente onde a terceira idade é vista como qualquer um de nós jovens que curtem tanto quando nas noites de Sampa e por sinal dançam demais, pude ver no Cine Brasil algumas cenas do filme o qual adorei até porque o meu papito participou como figurante, lindo e maravilhoso como 100mpre. Ele é o meu Super herói, e dança muito todos os dias da semana, no Cartola club, Carinhoso entre outros... Estou mega ansiosa para poder ver todo o filme que foi muito bem dirigido e cujo elenco esta 100% legal! Parabéns para todos.

26/10/2007 - Giselda

12
  Não vi
Denunciar
Atualmente o trailer do filme CHEGA DE SAUDADE pode ser visto na página www.Buritifilmes.Com.Br. O filme CHEGA DE SAUDADE foi selecionado pra participar da edição número 40 do Festival de Cinema Brasileiro de Brasília, o qual acontecerá no período de 20 a 27 de novembro de 2007. Aumente o som e assista o trailer. Divirta-se!

26/11/2007 - Mônica Pinheiro

13
  Ótimo
Denunciar
Eu assisti, chega de saudade é um filme de extrema sensibilidade. Não se limita às experiências das personagens dentro do salão, mas mostra nos seus rostos, a cada close no olhar, o seu passado, sua vivência e a busca, naquele baile, de uma segunda oportunidade, de uma nova chance para viver algo diferente. O título chega de saudade sugere deixar o passado para trás e viver o novo à frente. As personagens todas transmitiram isso ao espectador e mostram com muito carinho, sem modismos comerciais ou apelações, personagens reais. A diretora e equipes estão de parabéns na condução do filme, desde a trilha sonora, às associações entre música e imagem, e na forma de não estereotipar nem artificializar as personagens, que são de uma riqueza e simplicidade muito próximas para o público. Nota 1000 para chega de saudade.

26/11/2007 - Mônica Pinheiro

14
  Ótimo
Denunciar
A estréia do filme no festival de Brasília foi maravilhosa, e o filme foi ovacionado pelo público! Outra coisa interessante é que os atores e atrizes do filme, tais como Bety Faria, Stephan, Paulo Vilhena e Maria Flor assistiram junto com o público, pela primeira vez, o resultado final do público. Foi uma experiência linda e recomendo a todos!

26/11/2007 - Gisely Barreto

15
  Ótimo
Denunciar
O filme chega de saudade foi exibido ontem (26.11) no festival de cinema aqui de Brasília... Gostei muito... Do roteiro, da direção, da música (fantástica!)...enfim, acho que o mais interessante é mostrar que os dramas da nossa condição humana são "os mesmos" para além da idade. Parabéns Lais e equipe.

26/11/2007 - Moreira da Silva

16
  Não vi
Denunciar
Pra mim o grande mistério é o fauzi mansur.

05/12/2007 - Zelia Cely Saldanha

17
  Não vi
Denunciar
Gostaria muito de poder também dar nota 1000... Estou curiosissima para ver como ficou. É gratificante saber que pessoas já assistiram e que gostaram, não vejo a hora de nos, os figurantes, podermos assistir ao filme no qual participamos mesmo sabendo que provavelmente não apareceriamos. Vivi do dia 20 se setembro ao dia 30 de outubro, dias maravilhosos. Mais uma vez LAIS, muito obrigado pela oportunidade.

11/12/2007 - Soraya Rolim

18
  Não vi
Denunciar
Nossa! Meu pai apareceu no trailer, ele é o homem da camisa vermelha (esse é o personagem dele no filme)! Não vejo a hora de ver, estou super curiosa!

11/12/2007 - Maria de Lourdes Mussio

19
  Não vi
Denunciar
Estou curiosa para assistir esse filme, mas o Avan premiere é somente para os famosos, mesmo porque ele foi filmado no clube Piratininga e alguns amigos nossos participaram dele. Aguardarei o lançamento.

06/01/2008 - Thiago

20
  Não vi
Denunciar
Esse filme e nota dez participei estagiando com a laiz!

07/03/2008 - Sandra

21
  Não vi
Denunciar
Presenciei toda gravação, pois moro na rua onde foi gravado, estamos todos ansiosos para ver o filme, o elenco é dez, parabéns para a produção. ( foi uma amolação durante a gravação, um barulhão, quase não dormimos, assistíamos as gravações aos pedaços, víamos os artistas passando em frente ao nosso portão foi um privilegio, valeu a pena.

07/03/2008 - Kelly

22
  Ótimo
Denunciar
Nossa que chato ninguém ter visto o filme, eu vi fui na pré-estréia muito bom, eu gostei muito do filme os elencos foram dez, recomendo que todo mundo assista, mas achei que o final seria diferente, bom o final não é como a gente que, mas o filme pode ter uma continuação. O repertório do filme muito legal bem montado os cantores tudo a vê eu sou o CD da trilha sonora todo dia, mas posso confirma sem dúvida muito bom, é um filme bem diferente de qualquer filme. Parabéns para todos produção, direção, elencos, cantores pra todos parabéns. Valeu a pena corri pra chegar no horário valeu.

12/03/2008 - Anevio Moraes Bueno Filho

23
  Não vi
Denunciar
Finalmente alguém acordou que o Brasil não é só favela e violência. Acertaram na mosca explorando o tema sobre baile sem cair nos "dance comigo" da vida. Parabéns para todos participantes desta obra.

17/03/2008 - Dona Rose

24
  Não vi
Denunciar
Eu estou louca pra ver o filme, pois sou amiga e fã do dono da música do filme: você não vale nada mais eu gosto de você... Meu amigo, Dorgival Dantas! Eita que coisa boa!

18/03/2008 - Andre

25
  Não vi
Denunciar
Após ver o trailler fico pensando... Pensando... A Lais se supera a cada minuto de filme rodado... Não dá pra esquecer o bicho e com certeza vamos sentir saudades do chega... Lais você vale muito e eu gosto de você.

18/03/2008 - Chris

26
  Ótimo
Denunciar
O Filme é MARAVILHOSO, poétido, dá a impressão que você está no salão de dança vivendo junto com os personagens.

18/03/2008 - Paulo Lopes

27
  Ótimo
Denunciar
Assisti ao filme no dia 15/03 (c/funcionários da Sabesp em SP), achei o filme muito interessante... Com um bom gosto musical, personagens interessante, pitadas de poesia e humor. O filme trata de dramas pessoais, sem perder a ternura!

20/03/2008 - Kelly

28
  Ótimo
Denunciar
Realmente acordaram e esqueceram da violência fizeram um ótimo fil e como disse nossa colega no comentário acima Chris parece que eu estava ali dançando no salão e participando de cada história espero que tenha um grande record de bilheteria. Divulgue bem este filme é muito bom até para os jovens mais velho reanimam nossos pais, tios e os avós também de que a vida ainda pode ser muito bem aproveitado e que esperem pelo melhor.

20/03/2008 - Welington Liberato

29
  Ótimo
Denunciar
O filme é uma delícia, a gente não ver o tempo passar. Tem momentos maravilhosos e engraçados. Nunca é pra baixo, é sempre pra cima, apesar de falar de um tema forte, o envelhecimento, o início da consciência da morte. Vale muita a pena assistir.

22/03/2008 - Gilson Rangel Rolim

30
  Bom
Denunciar
Chega de saudade é um bom filme, ao nível do cinema brasileiro atual. Do roteiro à edição final, passando pela interpretação dos atores, o filme faz um apanhado inteligente das pessoas que já passaram para o segundo tempo da vida e buscam na dança um meio de levá-la da melhor maneira. Uma nota 7 me parece justa.

23/03/2008 - Eneas Rodrigues

31
  Bom
Denunciar
Achei o filme muito bom. Confesso que assisti sem pestanejar. Quando percebi, tinha acabado. Destaque para a Elza Soares, que cantora. Foi fantástica o filme inteiro. O cantor, muito bom. E eu não o conhecia. Valeu assistir, recomendo a todos.

23/03/2008 - Rosa Pena

32
  Ótimo
Denunciar
Se a gente pudesse dar nota para um céu coberto de estrelas com uma lua cheia qual seria a nota? INFINITO... Ultrapassa qualquer medida. Emoção não se dá nota. Vive-se. Parabéns ao iluminado roteiro e a produção.

24/03/2008 - Cris Benevides

33
  Ótimo
Denunciar
Simplesmente perfeito! Que prazer assistir um filme brasileiro de alta qualidade! Gostaria tanto de saber de quem é aquele poema do finalzinho do filme... Alguém poderia me dizer?

24/03/2008 - Anne

34
  Ótimo
Denunciar
Assisti ao filme Chega de Saudade e posso garantir que os mesmos carinho e generosidade manifestos pela cineasta aos seus atores, são também extensos a nós expectadores. Laís Bodanski, sem dúvida, nos presenteou com um dos mais belos filmes brasileiros desde a retomada. Um autêntico microcosmo de emoções, uma celebração à vida, reforçada pelas atuações brilhantes de todo o elenco. Dos jovens aos veteranos, os artistas mostraram grande sintonia e perfeita adequação aos seus papéis. Trilha sonora vibrante, roteiro de grande humanidade, fotografia maravilhosa, direção impecável e atuações sublimes. Parabéns aos envolvidos pelo conjunto da obra. Valeu a pena! Em tempo: espero que o filme faça uma ótima carreira nacional e internacional e mostre que a cinematografia brasileira é também capaz de apresentar excelentes obras autorais e de grande viés humanista, em vez de apenas se ater às mazelas e podres da nossa sociedade como comumente vem ocorrendo. Afinal, também somos capazes de amar!

24/03/2008 - Aurora Guedes

35
  Ótimo
Denunciar
Assisti ao filme dia 23 de março no Cine Roxy, adorei, é a mais pura realidade da mulheres maduras, sozinhas, carentes querendo ser feliz. Como já freqüentei alguns bailes de solteiros de media idade no Rio, consegui me transportar diante da riqueza da realidade do texto, do trabalho dos atores, das maravilhosas músicas, enfim, tudo. Parabéns para todos.

25/03/2008 - Maria Valeria Perli

36
  Ótimo
Denunciar
Assistir o filme no UCI barra e gostei muito. Acho que não precisamos qualificar as mulheres mais velhas como desamparadas carentes mais felizes porque todos vão para lá e daí? Ser feliz Não Importa a Idade e sim o que vai dentro de nós fogo de ser mais e mais sem dizer coitada esta querendo ser Feliz. À medida que passa o tempo vamos adquirindo mais tudo em todos os anos de nossa vida é só fazer diferente e acontece, porque tinha um casal fazendo TUDO até melhor do que eram JOVENS sem nenhum Preconceito. Não É?Isto é Viver nem precisa ser jovem para tudo. Basta fazer.

27/03/2008 - Flávia

37
  Ótimo
Denunciar
Já assisti duas vezes!

27/03/2008 - Anne

38
  Ótimo
Denunciar
Fiz muita propaganda boca-a-boca do filme. Descobri que existe até um perfil no Orkut feito para a Bel (personagem da atriz Maria Flor) e já possui cerca de 1000 membros (deve ser bom para a divulgação). Errata: Ui! Vi acima a mensagem que postei dia 24 e preciso retificar que no lugar de EXTENSOS lê-se EXTENSIVOS e ESPECTADOR ( pelo amor de Deus!) é com "S". É isso que dá digitar com pressa!

27/03/2008 - Roberto

39
  Ótimo
Denunciar
Ainda não assisti ao filme, mas pelo que li sobre o filme e o elenco super fantástico, que tem no filme, sem duvidas. Amo dançar, todos os ritmos, adoro nosso cinema brasileiro que cada vez MELHOR. Nos cinemas da minha cidade, ainda não esta passando. Parabéns A TODOS DESTA SUPER PRODUÇÃO E ATORES E ATRIZES.

27/03/2008 - Roberto

40
  Ótimo
Denunciar
Sobre o filme vem dançar, com antonio bandeiras, simplesmente maravilhoso.

28/03/2008 - Joaquim São Pedro

41
  Ótimo
Denunciar
O filme é uma extraordinária reflexão sobre a vida e os seus caminhos. A história se passa num ambiente denso, que se propõe a ser alegre (uma casa de baile), mas é sofrido pelo perfil das pessoas. Ali, as marcas da vida aparecem nos rostos das personagens (o enquadramento das câmeras é perfeito nesse sentido). Mas ali também há espaço para renovar esperanças, viver ilusões e vislumbrar expectativas. Há desilusão também. Impossível para cada um de nós, que vive a sua solidão de cada dia, não se vê nos personagens. Uma obra prima. A direção de Laís Bodanzky é perfeita. Um filme brasileiro para nos orgulhar.

28/03/2008 - Michele

42
  Ótimo
Denunciar
Maravilhoso! Muito parecido com o comentado filme francês "Medos privados em lugares públicos". Sobre a necessidade do ser humano em construir relações. Não importa a idade, estamos sempre em busca do outro que nos acompanhara pelos caminhos a fora... Os atores estão divinos em seus papeis! Cinema Nacional, com muito orgulho sim senhor.

28/03/2008 - Fernanda

43
  Ótimo
Denunciar
O mais interessante no filme é que ele se desvincula dos estereótipos que normalmente alimentamos acerca da "terceira idade". Laís Bodansky mostra com muita sensibilidade que há, sim, anseio pujante de viver e experimentar novas possibilidades, presentes na idade madura. Os ditos bailes da saudade possuem grande riqueza e belas lições de vida a que nós não costumamos atinar. O filme desmistifica certos preconceitos e enche nossos olhos com histórias emocionantes. Gostei bastante.

28/03/2008 - João Carlos

44
  Ótimo
Denunciar
O roteiro é leve e inteligente, a fotografia é muito bonita, a direção de Laís é competente e arguta e o elenco... Dá um show. Perfeito!

29/03/2008 - Sidnei

45
  Bom
Denunciar
Sabem me informar porque no cine Shopping Santa Cruz, faltam várias cenas, o que não acontece nos demais cinemas.

30/03/2008 - Blanca

46
  Ótimo
Denunciar
Assisti ontem ao filme, que produziu em mim o efeito de uma catarse. Quanta beleza e sutileza na tela! Laís Bodanzky desperta em nós uma gama de emoções e nos torna rapidamente íntimos, cúmplices daqueles personagens tão singelos e ao mesmo tempo tão complexos ( os atores estão sensacionais). O filme funciona como um verdadeiro poema. Já me encantaria se tivesse vindo de fora, sendo produto brasileiro me deixou mais maravilhada. É revigorante prestigiar uma produção local que busca focar nas relações humanas especificamente. Já estava cansada de filmes nacionais com temáticas duras e ásperas! Às vezes me chateia a mania que certos cineastas brasileiros têm de querer SEMPRE transgredir, levantar a bandeira, promover o debate sobre os problemas da realidade social e realizar, muitas vezes, filmes que só eles compreendem ( e não acho que eu seja uma pessoa ignorante ou alienada). Cinema TAMBÉM pode primar pelo deleite, alegria, encantamento e, ainda assim, trazer em si grande apuro técnico e qualidade. "Chega de Saudade" nos dá tudo isso e mostra, de maneira sublime, o baile de todas as idades que é a própria vida.

30/03/2008 - Andreia Delfine

47
  Não vi
Denunciar
Não assisti ao filme, só vi o trailer... E já deu pra imaginar que é muito interessante... Estou na espera nos cinemas curitibanos... Parabéns Rodrigo Lopez sua atuação foi demais!

03/04/2008 - Guerreiro Parmezam

48
  Bom
Denunciar
O tema é fascinante. A balada da terceira idade, sem que esta esteja associada ao senso comum sobre a análise que se faz, atualmente, da velhice nos grandes centros urbanos brasileiros: ninguém vive de passado; ninguém vive da lembrança de um tempo e de uma saúde que se foi. Assim, chega de saudade! O filme é uma amálgama de vídeos-clipe. Vivos e teatralizados entre cotidianos e músicas. O ritmo, alucinante, deixa aqueles corpos enrugados mais repletos ainda de energia. A grande maioria dos atores já passou a casa dos cinqüenta verões, mas e daí? Sabiamente, eles fazem desse “detalhe” um motivo maior para se dar mais valor aos instantes, raros, de diversão. Em meio a flertes de dançarinos ansiosos – composto por uma maioria feminina – vai se desenhando angústias, seduções, decepções, sublimações, traições – enfim, parece que naquele baile o palco da vida se exibe em sua plenitude. Por trás de uma simples dança, se evidencia a auto-estima, a relação afetiva, o não carinho, a carência, a excitação. Uma noite pode ser a síntese, o começo e o fim de tudo. A obra parece promover uma justíssima homenagem, mesmo que indiretamente, a um magnífico grupo de atores veteranos e que a velhice só fez melhorar ainda mais suas respectivas performances. É realmente comovente. Cantores e dançarinos embalam uma trilha sonora de sentimentos. E nestes todos, vale reiterar que tais emoções transcendem a questão da idade. Ninguém ama menos porque se envelhece; ninguém se diverte menos; ninguém deixa de ter sonhos. Enquanto há vida, há desejos. Sobre este tema há um interessante contraponto: a mulher mais jovem do filme, que realmente mal saiu da adolescência é a mais triste e, como tal, vai ressuscitando pouco a pouco, na medida em que vai se inebriando com a predominante alegria do lugar. Mesmo assim, sua juventude é a medida de sua covardia, renunciada numa das últimas cenas do filme. “Chega de saudade” tira a velhice da periferia das histórias. Há nele um mundo por demais desconhecido, mas que realmente existe sim. É uma virtude, até histórica, tal obra apresentar este mundo.

03/04/2008 - Tati

49
  Ótimo
Denunciar
Assisti a pré-estréia e amei! Tive uma experiência muito parecida com a da Bel ( Maria Flor), onde participei como voluntária na realização de uma baile para melhor idade, e confesso que nunca havia imaginado o universo de um salão de baile! É um mundo peculiar, com protagonistas únicos! Vale a pena ver...

04/04/2008 - Júlia

50
  Ótimo
Denunciar
MARAVILHOSO! O filme reavivou minha crença na sétima arte brasileira.

05/04/2008 - Maria Luiza

51
  Ótimo
Denunciar
Adorei o filme. Música, fotografia, direção interpretação, enredo, dou nota 10 geral. O enredo mexeu muito comigo, houve uma época em que freqüentei esse tipo de festa, e me identifiquei a cada cena. É igualzinho à realidade. É uma gama de tipos humanos que se vê nesses lugares. A solidão impera. A carência, a competição, tudo isso existe. O casado que trai ou tem liberdade é muito conhecido, está a procura de emoções fortes. A sempre rejeitada (Bety Faria está demais, e não foi possível acreditar que estivesse feia, só pode ter sido maquiagem) que se oferece como um pedaço de carne no açougue, é muito comum. O galanteador como o Stephan (brilhante) é envolvente, tem mesmo muita lábia (Cássia Kis comove com suas expressões). Nessas festas, ninguém é de ninguém, existe uma filosofia própria, vive-se, dança-se, torna-se um gheto.

05/04/2008 - Shirley

52
  Ótimo
Denunciar
Realmente, quando ouço falar em filme brasileiro, coração dispara, já imagino favela, violência, pobreza. Trilha sonora escolhida com muita sensibilidade, não tem como não tocar o expectador (seja lá qual for sua idade). Os atores, claro, atuação envolvente e não poderiam ser outros; sinto que foram escolhidos a dedo. Resultado? Isso aí: sucesso, elogios atrás de elogios. PA-RÁ-BENS! Agora quero a trilha sonora do filme!

05/04/2008 - Regiane Souza

53
  Não vi
Denunciar
Ainda no vi, mas pra ouvi falar que é óptima e o importante e que é brasiliense.

06/04/2008 - Nina

54
  Ótimo
Denunciar
Li recentemente uma entrevista da atriz Cássia Kiss no jornal O Estado de São Paulo em que ela se refere à Chega de Saudade como um p... Filme. Curiosa, fui assistir... E posso assegurar que ela tem a mais absoluta razão! O filme é emocionante do começo ao fim. Tudo funciona com a mais perfeita sincronia e a história é feita de belos e delicados momentos que nos mantêm inebriados como se estivéssemos de fato dentro do salão, num tipo de voyeurismo salutar. Claro, não posso deixar de destacar as interpretações memoráveis (todos os atores maravilhosos) e a direção mais do que competente da Laís Bodanzky. É um filme de detalhes, expressões, sentimentos, que me deu um orgulho enorme por ser produção nacional. Acho uma pena que ele só esteja passando em quatro cidades do país (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte), pois todo o Brasil merecia ter o privilégio de ficar também maravilhado como eu fiquei.

07/04/2008 - Luiz Alberto

55
  Ótimo
Denunciar
Como cinéfilo que sou estou muito feliz com a atual safra do cinema nacional. Ao final deste filme tive vontade de levantar-me e aplaudir, excelente!

07/04/2008 - Maria Luiza

56
  Ótimo
Denunciar
Maravilhoso, indiscritível.

10/04/2008 - Sabrina

57
  Não vi
Denunciar
Estou louca pra ver este filme, mas parece que no rio grande do sul, não vai rolar, em porto alegre, não esta passando estou revoltada!

11/04/2008 - Bruno

58
  Ótimo
Denunciar
Um belo e oportuno contrapeso à tendência "mundo cão" vigente na cinematografia brasileira. O filme emociona da primeira à última cena. Nada como um olhar feminino para sensibilizar o nosso cinema!

17/04/2008 - Neila

59
  Não vi
Denunciar
Não vi o filme, mas li sobre ele e os comentários das pessoas que tiveram o privilégio de vê-lo. Gostaria que ele passa-se em Porto Alegre.

17/04/2008 - Carmem Castro

60
  Ótimo
Denunciar
Chega de saudade. Não vi o filme mais vi trailer, mas o que vi dar para mostrar o que temos amar nossos filmes e eu vou atrás dele amanha, pois não passo mais um dia sem ver esse filme que só um pedacinho me encantou e me fez ir para uma escola de dança. Lindo. Nos somos o primeiro mundo, em filme e atores. Ame isso prova que deus nasceu no Brasil... Carmem.

19/04/2008 - Luiz Carlos Reis

61
  Bom
Denunciar
Um bom filme. Retrata, com uma fidelidade de freqüentador da vida circulante nesses bailes da vida, esses fatos que comovem a elite que provavelmente vai assistir e se encantar, e que acontecem até hoje, no dia-a-dia de pessoas comuns, que ainda não se renderam à inversão galopante dos valores e a insensibilidade dos que se deixam levar pelo comum, pela moda e pela apelação visual do vazio.

21/04/2008 - Fernando Neves Cordeiro

62
  Ótimo
Denunciar
Na minha visão de estudante de Gerontologia o filme "Chega de Saudade", mais que um entretenimento destaca toda a problemática do envelhecente, que envolve desde a aparência física das pessoas que procuram se divertir em um baile em que predomina um numero de mulheres superior aos homens, o que demonstra a tendência mundial, gerando com isso novas características de comportamento e de relacionamento de uma sociedade de envelhecentes que querem se divertir e que possuem desejos e necessidades inerentes a todo ser humano com cenas de ciúme, amizade, raiva, ódio revolta, frustração, carência e a demonstração de um sentimento de carinho e amor, mas que conscientemente sabe que não pode progredir, ela se anula e se afasta, demonstrando nesta atitude consciente de amadurecimento emocional, a problemática que é a diferença de idades entre gerações, mas que valorizado com amor, carinho e respeito pelo ser humano.

27/04/2008 - Vanusa

63
  Péssimo
Denunciar
Horripilante, deprimente!

04/05/2008 - Soninha

64
  Ruim
Denunciar
Ah, sinceramente me frustrei com o filme. Seu título é realmente chamativo para ser assistido por pessoas que pertence à terceira ou melhor idade que ao cinema vão em grupos ou pares e uma grande maioria, sozinha. Saí com um pressentimento de preconceito, porque vi a depreciação de um momento de lazer, está certo que abordou a problemática da socialização da terceira, suas frustrações, mas o que acontecia naquele baile não me parece o retrato da realidade, já vi bailes do gênero e captei a felicidade e o relaxamento que existe em quem os freqüenta, inclusive minha pessoa mesmo. Não foi legal mostrar que um jovem para dançar com uma mulher idosa, tenha que receber dinheiro assim como não foi legal o jovem dj se dirigir ao idoso como um velho safado só porque dançou com uma moça mais jovem... Enfim não gostei.

14/06/2008 - Jefferson

65
  Ótimo
Denunciar
Poético, engraçado e inspirador, apesar de um certo ar de decadência, talvez até inevitável.

16/06/2008 - Maria

66
  Ótimo
Denunciar
Gostei, me diverti muito, cantei. Um bom filme, perde quem não assistir.

20/06/2008 - Tati

67
  Ótimo
Denunciar
Laís Bodanzky dá um baile no atual cinema nacional. Grande filme!

11/07/2008 - Telma

68
  Não vi
Denunciar
Não assisti ainda, mas quero assistir, adoro filmes de danças, amor, comédia, enfim ver pessoas felizes. Até que enfim um filme brasileiro com tudo isso... Ufa!

25/07/2008 - Fabrício

69
  Péssimo
Denunciar
Vocês devem estar brincando. O filme é muito chato! Muito ruim.

07/08/2008 - Julia

70
  Bom
Denunciar
Não é chato eu gostei e por fato do filme ser brasileiro vale a pena assistir.

13/09/2008 - Gilson

71
  Não vi
Denunciar
Pelos comentários anteriores esse filme tem que ser indicado ao OSCAR ou... Vou assistir pra conferir, tomara que não me arrependa novamente.

21/09/2008 - Patricia Ribas

72
  Ruim
Denunciar
Fraco; o documentário Edifício Master sim me fez chorar e sentir a emoção dos idosos e sua relação com a música. Decepcionante o roteiro, achei um desperdício. Fazia tempo que não me irritava tanto com um filme.

28/09/2008 - Lia

73
  Ótimo
Denunciar
É a Poesia de Vinicius de Moraes...

28/10/2008 - Alfredo - Promag Vídeo

74
  Ótimo
Denunciar
O Filme é super legal, assisti 2 vezes e gostei, recomendo, é divertido e romântico, vale a pena.

06/11/2008 - Nit

75
  Ótimo
Denunciar
Eu adorei o filme. Simples, porém forte.

11/12/2008 - Monica Borges Carneiro

76
  Ótimo
Denunciar
Filme magnífico - todas as nuances humanas, presente, num tom coloquial amoroso e realista, o corte é transversal. Amei nota 10.

12/12/2008 - Fernando

77
  Péssimo
Denunciar
O pior filme que eu já vi na minha vida. Se fosse um livro não daria mais que 2 páginas. Deprimente, fraco, enrolador. Se tirássemos, ou ao menos, reduzissemos os minutos de dança pela metade, daria um documentário de +- 35 minutos, o que seria mais que suficiente.

01/01/2009 - Mente Sã

78
  Ótimo
Denunciar
Quem achou ruim ou péssimo, não teve a sensibilidade de ver como é a solidão das pessoas que procuram em um baile, um pouco de convivio social, enquanto se é jovem a vida é bela meus amigos.

28/01/2009 - Claudio

79
  Ótimo
Denunciar
O filme expõem com sutileza o que acontece realmente nos bailes da terceira idade... E o contrário de que foi comentado, a bailes e bailes da terceira idade, o Laís é um baile mais próximo da realidade, já fiz trabalhos sobre o assunto, e o que mais me encantou no filme, foi justamente a felicidade com que a diretora tratou do tema com clareza... É um filme verdadeiro! Por favor, sem sentimentalismo...

02/03/2009 - Renato

80
  Regular
Denunciar
Não gostei... O audio horrível, uma história "apelativa" realmente caracterizou a industria de cinema brasileira... Temos que nos espelhar em historias que vendem filme e não retratar algo que meia duzia de pessoas gostem...

21/08/2009 - Anna (17 anos)

81
  Péssimo
Denunciar
Que filme mais tosco, meu Deus é muito deprimente ver uma velha se pegando com um velho, e pegando 'naquilo' faz uma imagem péssima da terceira idade só tem gente feia e decadente menos pior é o casal de velhinhos principal paulinho vilhena e a maria flor
uma porcaria, não assistam.

24/08/2009 - Zocca (26 anos)

82
  Péssimo
Denunciar
Sem dúvidas uma droga de filme! Um filme que não prende quem assiste, não emociona e não acrescenta nada!

30/09/2009 - Hebert (44 anos)

83
  Ótimo
Denunciar
Que película maravillosa, la verdad, así al desnudo, sin caras lindas ni jóvenes en abundancia, que nuestras sociedades no los tienen y con algún joven... Lean la nota final que deja ella, la chica... Dice que NO SABE ELEGIR, desgracia de la juventud. Bien, esto es lo que pienso. Gracias. A los que tienen ideas totalitarias y hitlerianas que respeten el arte, la expresión y LA VIDA.

24/10/2009 - Nice (54 anos)

84
  Ótimo
Denunciar
Adorei o filme... Quantas vezes já passei em frente aquele salão e o vi iluminado... Sensível quando mostra a solidão daquelas mulheres que colocam expectativas num grande encontro... Adorei Maria Flor... E Stepan nem se fala... Poesia pura... Lindo... Lindo... Lindo.

01/12/2009 - Nelson Alonso (57 anos)

85
  Ótimo
Denunciar
Um filme que retrata, com fidelidade, os bastidores das casas de danças profissionais. É preciso ter certa maturidade e vivência de vida para entender a proposta deste trabalho. É um filme que me marcou e que, portanto, recomendo ao amantes dessa arte.

01/09/2010 - Cecilia (44 anos)

86
  Ótimo
Denunciar
Quero comentar a interpretação da Cássia Kiss, primorosa, na verdade, todos estão muito bem, mas gostei muito da Cássia Kiss.

03/07/2011 - Diogo (25 anos)

87
  Péssimo
Denunciar
Um lixo como pode ser que o Brasil não aprende a fazer filme? Se é pra fazer um filme com um orçamento tão barato é melhor não fazer porque pelo menos assim não queima o meu filme aqui nos estados unidos. Que porcaria esse lixo de filme.

05/10/2012 - Raphael Sardinha (34 anos)

88
  Bom
Denunciar
Emocionante!

05/10/2012 - Bruno Nigro (77 anos)

89
  Não vi
Denunciar
Gosto, adoro esse gênero. Acho que o Nelson e o Cláudio têm razão. Tenho 77 anos, e graças a Deus ainda não sofro de solidão. E nem quero. É uma das coisas mais tristes da vida. Certa vez um amigo meu (falecido) viúvo disse: É como ser um cachorro sem dono. E nesses eventos que jovens da velha guarda encontram motivos para reviverem momentos felizes que tiveram etc.

08/01/2013 - Alex (32 anos)

90
  Ótimo
Denunciar
O filme mostra como o baile da terceira idade é atrativo e faz pensar sobre a solidão. Acredito que a proposta do filme, centrado em um único espaço, foi mostrar as reflexões e contradições de quem ainda tem muita sensibilidade, mesmo que o corpo não seja mais o mesmo!

08/01/2013 - Maria Lúcia (62 anos)

91
  Ótimo
Denunciar
Gostei muito do filme, o nome já diz tudo "Chega de Saudade" retrata a esperança de pessoas solitárias de encontrar nesses bailes a alegria e o companheirismo, seja para dançar, conversar ou namorar. Interpretações maravilhosas ao meu ver: Tonia Carrero, Leonardo Villar, Betty Faria, Cassia Kiss, Miriam Mehler. Recomendo, esse filme somente encontrará ressonâncias em pessoas sensíveis.

08/01/2013 - Kassio (15 anos)

92
  Regular
Denunciar
O filme bem menos do que eu esperava, até que gostei por retratar uma história diferente, que é o baile da terceira idade. Maria Flor estava perfeita. A História que é chatinha, ela não prende, não tem nada de impactante. Mas se não tiver nada pra fazer pode passar o tempo.

08/01/2013 - Jurema de Araújo (63 anos)

93
  Ótimo
Denunciar
Foi chocante, porém real. É isto que acontece nos bailões da Terceira Idade.

08/01/2013 - Mirian F. (48 anos)

94
  Ótimo
Denunciar
Gostei tanto que assistiria de novo! Gostei dos comentários do sr. Guerreiro Parmezam (2008). Foi um dos melhores filmes que já vi até hoje. Parabéns a todos que participaram desta verdadeira obra de arte!

08/01/2013 - Justina (64 anos)

95
  Ótimo
Denunciar
Adorei o filme e gostaria de adquirir o DVD para presente. Simples, real e lindo!

08/01/2013 - Joaquim (63 anos)

96
  Regular
Denunciar
Poderia ser melhor se tivesse pessoas da terceira idade mais bonita e se o enfoque fosse na dança (uma melhor angulo dos dançarinos, imagens abertas e menos imagens em close) Poderia ser como os filmes Dança comigo e Sábado a Tarde...

08/01/2013 - Luis Carlos Prado (51 anos)

97
  Ótimo
Denunciar
Um filme que aumenta a percepção do tempo e qual a opção que temos. Nos convida a viver enquanto há tempo. Com certeza, vou assistir mais que uma vez.

07/03/2013 - Rodolfo Barros (40 anos)

98
  Ótimo
Denunciar
A riqueza dos personagens, lidando com seus dramas pessoais numa noite festiva, me encantou nesse filme. Tenho certeza de que vou ver mais vezes.

09/03/2013 - Sérgio Bonassoli (40 anos)

99
  Ótimo
Denunciar
Adorei, me vi no Filme gosto de dança, assisti 2 vezes.

11/06/2013 - Denize F. Rodrigues Lima (49 anos)

100
  Ótimo
Denunciar
Impactante, pois nos faz refletir sobre a vida das pessoas no limiar da terceira idade ou já vivendo essa trajetória. Sensível, conseguindo captar os desejos e anseios de quem frequenta um clube de dança desse porte, cujo público alvo são pessoas carentes, solitárias, desejosas de novos sonhos, melancólicas e vivazes.

21/07/2013 - Claudete (61 anos)

101
  Péssimo
Denunciar
Eu frequento o baile da terceira idade, faz uns sete anos e esse filme não condiz nada com ref. Ao baile, pois o filme mostra todas as pessoas com uma fisionomia triste e o baile todo simplesmente mostrou o lado inverso dessa diversão. Mostrou pessoas amarguradas, traição, sexo, achei horrível. O baile na realidade é alegre, divertido, pessoas rindo, muita alegria, amizade, muito colorido e a imagem que foi transmitida do baile foi totalmente degradante. Horrível.

14/01/2014 - Paulo Meiras (49 anos)

  Ótimo
Denunciar
Excelente produto nacional. Com um fiapo de roteiro, retrata praticamente em tempo real um momento na vida dos jovens idosos, como câmeras ocultas registrando um documentário. Por trás da amargura e da solidão, há seres humanos que não perdem a esperança e tocam a vida.

28/02/2015 - Bessa38 (76 anos)

  Bom
Denunciar
Tratado com delicadeza, respeitando o universo da terceira idade, com todas suas expectativas, angustias. Aliado a uma boa programação musical, encanta e faz-nos retornar, aos nosso bons tempos. AGRADAVEL.

31/08/2016 - Rodolfo Bonventti (57 anos)

  Ótimo
Denunciar
Belo filme brasileiro com interpretações marcantes de veteranos atores e com uma história que é o retrato de personagens que têm muita história bonita para contar.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Chega de Saudade (Chega de Saudade)

Copyright © 2019 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.