Share on Google+

FilmeFobia


Sinopse Aracnofobia, fobia de avião, fobia de cobras, fobia de sangue, fobia de agulhas, fobia de botões. Jean-Claude Bernardet atua no filme como Jean-Claude, diretor de um documentário que explora os limites psicológicos, contrastando a fobia das pessoas em situações fortes e emocionalmente violentas. A principal tese do diretor do documentário que acontece dentro do filme é que a única imagem que é verdadeiramente autêntica e real é a de um ser humano em contato com sua própria fobia.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil FilmeFobia
Título Original FilmeFobia
Ano Lançamento
Gênero Drama / Aventura / Terror / Ficção / Suspense
País de Origem Brasil
Duração80 minutos
Direção
Estreia no Brasil 30/04/2009
Estúdio/Distrib. Lume Filmes
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... Rat Phobic
... Drain Phobia
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


08/05/2009 - Irina (30 anos)

1
  Regular
Denunciar
Um filme interessante... Mas NÃO recomendado para quem sofre de fobia. Recomendo para quem não tem outro para assistir!

21/08/2009 - André (23 anos)

2
  Não vi
Denunciar
Parece ser muito bom, ainda não vi e gostaria de ver.

26/12/2009 - Fabio (18 anos)

3
  Péssimo
Denunciar
Que horror, não vejam isto.

20/09/2010 - Lan Victor (25 anos)

4
  Ruim
Denunciar
De mal gosto, explora as fobias de formas bizarras e toscas. A única coisa interessante, porém nem tanto, são os momentos "off" do documentário em que eles conversam entre eles e comentam a respeito de todo o processo de criação, etc., do mesmo; mas em um desses momentos o diretor diz que está fazendo arte, acho uma babaquice esses conceitos de arte, de uma simples "mancha de tinta sobre a palma de uma mão cortada em uma bandeja" por exemplo á esse filme.

19/04/2013 - Rodrigo Neves (37 anos)

5
  Péssimo
Denunciar
É um "filme/documentário" muito sem graça. Tem tantas cenas toscas e bizarras, que até mesmo uma criança de 3 anos de idade faria melhor. Não perca seu tempo vendo uma idiotice dessas. Entendo que a arte é feita para expandir e até mesmo transgredir os horizontes do público. Pelo menos sejam criativos e competentes na hora de produzir e investir o dinheiro público/privado. Depois o público só quer assistir aos enlatados dos USA e a crítica/cineastam brasileiros não sabem por que.

07/10/2020 - Dunha da Cunha (35 anos)

  Péssimo
Denunciar
Assisti mais cedo no SPcine Play. E hoje foi dia de testemunhar diretores sem o menor pudor de filmar a prática de crimes por eles mesmo cometidos, e com o auxílio de dinheiro de lei de incentivo. Aqui o diretor (que é o Jean-Claude Bernardet, com o creditado no filme sendo apenas um laranja) filme ele e à sua equipe praticando crimes de tortura e violação dos direitos humanos. Simples assim! As leis de incentivo à cultura precisam ser defendidas a todo custo contra uma onde de obscurantismo que assola o país, mas esse é o tipo de filme que joga contra. Como essa equipe de filmagem não foi presa? Está lá, os crimes filmados! E não tem esse papo de que as pessoas eram voluntárias. Não existe voluntarismo para aquilo que é mostrado. É um diretor famoso, como grande prestígio no meio do cinema nacional, então não é de se estranhar que atores em formação se prestem àquelas práticas pra conseguir alguma oportunidade na carreira. O diretor e toda a equipe deveriam ser presos! E o psicanalista que o auxilia deveria perder o direito de clinicar. Todo mundo sabe que não se deve confrontar um fóbico com sua fobia, a não ser em um ambiente médico controlado para fins de pesquisa, e definitivamente não para fins de entretenimento como nisso que nem se pode chamar de filme. E para provar que não é exagero da minha parte: em dado momento, o profissional de saúde que acompanha às filmagens intervém e ordena que se encerre a tortura, ao passo que um dos sádicos torturados da equipe de produção dá de ombros, com um gesto de mãos ofende o profissional de saúde, e segue com a tortura, só parando com as ordens de outro membro da equipe. Mas não para por aí! Tem ainda uma participação do Zé do Caixão comparando uma das torturas do filme a um estupro que ele teria assistido em algum momento da sua vida como forma de entretenimento, e portanto cumplice. O Zé do Caixão não está mais entre nós, mas todo o resto da produção desde filme, inclusive o diretor que não teve coragem de assinar seu nome, estão aí, e crime de tortura e violação dos direitos humanos não prescreve. Fica a dica, se algum dia alguém ler este comentário e quiser fazer alguma coisa de bom para esse país.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

FilmeFobia (FilmeFobia)

Copyright © 2020 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.