Margin Call – O Dia Antes do Fim

  (Margin Call)

Sinopse


No começo da crise financeira de 2008, um analista de operações tem acesso a informações que podem levar a queda da empresa onde trabalha e empurra a vida de todos os envolvidos para um desastre.

Informações


Título no Brasil Margin Call – O Dia Antes do Fim
Título Original Margin Call
Ano Lançamento
Gênero Drama / Suspense
País de Origem EUA
Duração107 minutos
Direção
Estreia no Brasil 09/12/2011
Estúdio/Distrib. Paris Filmes
Idade Indicativa 10 anos

Elenco


... Sam Rogers
... Will Emerson
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Deep Tech”Written &
Interpretada por 'Philip Quinaz'
“Booty Drop”Written &
Interpretada por 'Philip Quinaz'
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

26/01/2012 - Douglas (30 anos)

26/01/2012
Douglas (30 anos)

8
  Ótimo
Denunciar
Perfeito para o tema! (para os críticos: por favor busquem informações sobre o filme antes de assistir).

13/02/2012 - Willis de Faria (63 anos)

13/02/2012
Willis de Faria (63 anos)

9
  Ótimo
Denunciar
Esse filme é praticamente baseado em uma História real, estória não muito longe da nossa realidade: The Global Financial Crisis! O elenco do filme é bastante interessante também, como: Kevin Spacey, Paul Bettany, Jeremy Irons, Zachary Quinto entre outros. A trama do filme basicamente se desenrola dentro das primeiras 24 horas da crise financeira, onde um banco de investimento tenta de tudo (o impossível) para evitar uma catástrofe eminente. A mais nova leitura de Hollywood sobre a crise de 2008 traz os momentos decisivos vividos num banco claramente inspirado no Lehman Brothers. O que era uma onda de calotes no mercado imobiliário dos EUA se transformou numa crise nos mercados de ações. Aquela que levou países inteiros à bancarrota, milhões perderam suas casas com o golpe hipotecário, centenas de bancos de varejo a seguradoras registraram perdas bilionárias, foram nacionalizados ou quebraram, em decorrência da 'CRISE' financeira que se originou nos Estados Unidos e se alastrou pela Europa, principalmente, mas afetou milhões na Ásia e resto do mundo. O termo “Margin Call”, ou chamada de margem, é um jargão do universo dos investimentos. É um pedido a um cliente que forneça dinheiro ou valores a um corretor depois de ter sido feita uma compra ou venda a descoberto, ou seja, sem recursos. A margem é chamada na ocasião de a operação não ter sucesso. O elenco conta ainda com Demi Moore, no papel de gerente de riscos da companhia. No filme, Moore enfrenta as consequências desastrosas das quedas de braços internas sobre o negócio arriscado mais lucrativo de hipotecas comerciais. Uma escalação incomum num mundo dominado por homens engravatados, e que dá um toque de glamour a um cargo pouco charmoso, afirma matéria do New York Times sobre o filme. Para se preparar para os papéis, Demi e vários membros do elenco, que inclui Kevin Spacey, Penn Badgley e Simon Baker, visitaram as salas de negociação de vários bancos de Wall Street e entrevistaram na vida real analistas sobre suas experiências durante a crise. Nota: 8,00.

14/02/2012 - Ananda (31 anos)

14/02/2012
Ananda (31 anos)

10
  Ótimo
Denunciar
Excelente filme! Mas para quem é totalmente leigo no assunto "quebra da bolsa de valores" não vale a pena assistir, pois se tornara entediante.

16/03/2012 - Marcos Antônio (60 anos)

16/03/2012
Marcos Antônio (60 anos)

11
  Ótimo
Denunciar
Excelente filme! Sem efeitos especiais e aquelas baboseiras de filmes de heróis. Embora com foco no abalo financeiro das absurdas gratificações, o filme retrata a face mais cruel de um emprego que muita gente já enfrentou: a insensibilidade humana da empresa na demissão de um funcionário! Não importa se você tem família ou compromissos, acima de tudo, o interesse da empresa. SENSACIONAL!

18/03/2012 - Sérgio Sarmento (58 anos)

18/03/2012
Sérgio Sarmento (58 anos)

12
  Ótimo
Denunciar
Assisti na tarde de ontem NO CINEMA quando de sua estreia em um único cinema na minha querida POA e em só 2 sessões. O filme foi lançado no Brasil, pasmem! Em 09/12/2011. Provando mais uma vez o mal serviço dos distribuidores em nosso pais. Gostei muito do filme! Ele na real trata mais uma vez da crise do capitalismo e seus mecanismo para superar mais este grave problema. O interessante é que mais uma vez constatamos o quanto é injusto este sistema, pois não importa quem perde. É sempre o menor. O pequeno que sai prejudicado. Seja no emprego quando é demitido para o maior sobreviver ou quando o infeliz perde ou faz uma uma má aplicação e fica pobre. O grandão NUNCA perde. Gostaria, ainda, de falar dos atores. Que time de bons atores. Penso se algum louco colocasse uma boba no SET DE FILMAGENS 1/10 dos melhores atores americanos morreriam. Cruzes! Só vou falar da sempre linda DEMI MOORE (1962) que alguém disse " que ela não estragou o filme ". Por favor! Acompanho está atriz deste 1985 no filme O PRIMEIRO ANO DO RESTO DE NOSSAS VIDAS um dos melhores filmes do, então, bom diretor JOEL SCHUMACHER. E ela ali já se saia muito bem. Foi e é uma bela e talentosa atriz. Neste filme então ela representa muito bem e mostra toda sua beleza numa mulher de 50 anos. Para terminar gostaria de indicar o melhor filme que assisti sobre a crise de 2008. Assisti NO CINEMA em 26/02/2011 o documentário TRABALHO INTERNO (INSIDE JOB. EUA. 2010 com 108 minutos) do professor CHARLES FERGUSON e narrado por um dos atores mais engajados do cinema norte-americano chamado MATT DAMON. É um verdadeira aula de economia em um português simples. Onde não precisamos entender nada de política econômica. Pois o filme nos dá todas as ferramentas.

18/06/2012 - Edson Blanco de Pieri (57 anos)

18/06/2012
Edson Blanco de Pieri (57 anos)

13
  Regular
Denunciar
Elenco grandioso para papéis nada grandiosos. Não existia a menor necessidade de se contratar atores do nível de um Jeremy Irons e de um Kevin Spacey para papéis que sequer exigiam um algo mais de um ator.

21/06/2012 - Brunoul (27 anos)

21/06/2012
Brunoul (27 anos)

14
  Ruim
Denunciar
O filme é muito lento, entediante... É uma reprodução de um ambiente empresarial em crise, ou seja, monótono e baixo astral. Muitas reuniões e discussões empresariais, coisa de gente chata e ambiciosa. Quem é alucinado por negócios e extremamente envolvido com o mundo empresarial irá se identificar com o filme. Fora isso, não assista, pois vai perder o seu tempo vendo um filme que te deixará cabisbaixo.

19/07/2012 - Toretto (26 anos)

19/07/2012
Toretto (26 anos)

15
  Péssimo
Denunciar
Ótimos atores pra um filminho 'meia boca'. História muito chata, te prende atenção, mas não acontece nada. Lixo!

19/07/2012 - Diego Phoenix (25 anos)

19/07/2012
Diego Phoenix (25 anos)

16
  Bom
Denunciar
É um filme um pouco complexo, mas dá pra entender. Não tem ação, mas mostra um pouco do mundo dos negócios de vendas hipotecárias... Nota 6.5.

23/07/2012 - Maria do Carmo (46 anos)

23/07/2012
Maria do Carmo (46 anos)

17
  Bom
Denunciar
Só não dou ótimo para o filme porque é um suspense que não faz muito a minha cabeça. Eu gostei sim, mas, tinha uma outra visão. Achei que seria um filme mais dinâmico, e não foi. O enredo é bom, fala da crise econômica de 2008. Até me coloquei no lugar dos personagens "peões" pois "A Corda sempre arrebenta do lado mais fraco", rsrsrs... É sempre assim: quando a crise vem, quem vai pra rua primeiro é sempre a "raia miúda". Mas, no geral o filme é muito bom. O elenco é de primeira. Fazia tempos que não assistia um filme com Jeremy Irons (acho que o último foi "Vida e Arte de Georgia O'Keeffe" - 2009). Como sempre com performance impecável. Enfim, todos se saíram muito bem: Paul Bettany, Kevin Spacey, Stanley Tucci e Demi Moore. Realmente o filme tem um elenco pra ninguém botar defeito. Por isso o filme foi muito bom. Tinha um clima de tensão que deu até um friozinho na barriga. O ator que fez o personagem que era o "cérebro" do problema - (o norte americano Zachary Quinto), eu não conhecia mesmo. Acho que nunca assisti nenhum filme com ele. Mas se saiu muito bem. Indico esse filme para pessoas que gostam do gênero. Pois, quem gosta de filmes mais agitados não irá gostar. Pois, a proposta desse filme não é essa.

24/07/2012 - Silma (52 anos)

24/07/2012
Silma (52 anos)

18
  Não vi
Denunciar
Eu quero ver o filme... Estou curiosa e depois passar para os meus alunos na aula de geografia política.

31/10/2012 - TiagoP (33 anos)

31/10/2012
TiagoP (33 anos)

19
  Bom
Denunciar
Prende a atenção.

17/11/2012 - Fabio Filho (31 anos)

17/11/2012
Fabio Filho (31 anos)

20
  Péssimo
Denunciar
Gosto muito do ator kevin space, mais esse filme é um dos piores filmes que eu já vi na vida, o filme se passa dentro de empresa o tempo todo história fria, atuações dos atores mornas e pra completar o filme termina do nada.

11/01/2014 - Ripper (36 anos)

11/01/2014
Ripper (36 anos)

  Ótimo
Denunciar
Ótimo filme, da para se ter uma boa noção de como iniciou e impactou essa crise financeira, excelente atuações de Kevin Spacey e Jeremy irons, nota 8.5.

15/02/2014 - Eduardo B. de Morais Lima (17 anos)

15/02/2014
Eduardo B. de Morais Lima (17 anos)

  Bom
Denunciar
Ah, o filme assim é legalzinho, tem uma história boa, mas sei lá, ficou muito parado, poderia ter sido melhor, mais chamativo, teve muito diálogo e poucas ações em relação ao espectador se prender na história, mas enfim... Nota 6...

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho (spoiler), mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiler? /    
Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:


Últimos Visitados

Margin Call – O Dia Antes do Fim (Margin Call)

Copyright © 2021 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.