Precisamos Falar Sobre o Kevin

  (We Need to Talk About Kevin)

Sinopse


Eva (Tilda Swinton) é mãe de Kevin (Ezra Miller), adolescente que cometeu assassinato em massa em sua escola. Sem conseguir entender as ações do filho, ela tenta lidar com sua dor e o sentimento de culpa, por se sentir responsável pelo fato.

Informações


Título no Brasil Precisamos Falar Sobre o Kevin
Título Original We Need to Talk About Kevin
Ano Lançamento
Gênero Drama / Suspense
País de Origem Reino Unido / EUA
Duração112 minutos
Direção
Estreia no Brasil 27/01/2012
Estúdio/Distrib. Paris Filmes
Idade Indicativa Livre

Elenco


... Eva Khatchadourian
... Franklin
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Mule Skinner Blues”Escrita por Jimmie Rodgers & Vaughn Horton (como George Vaughn)
Interpretada por Lonnie Donegan
(c) 1931 Peermusic International Corp. (USA)
“Ham ”N" Eggs"
Escrita por Lonnie Donegan
Interpretada por Lonnie Donegan
Publicada por Tyler Music
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

03/08/2013 - Samuel (21 anos)

03/08/2013
Samuel (21 anos)

60
  Bom
Denunciar
A história até que é boa, mas faltou dinamismo na abordagem do problema, acabou ficando um pouco cansativo.

23/10/2013 - Walter (25 anos)

23/10/2013
Walter (25 anos)

61
  Ótimo
Denunciar
Perturbador.

22/12/2013 - Leo (24 anos)

22/12/2013
Leo (24 anos)

  Bom
Denunciar
Real e perturbador, interpretações excelentes dos atores!

06/04/2014 - Samanta (32 anos)

06/04/2014
Samanta (32 anos)

  Bom
Denunciar
Bom, mas achei que foi superficial, a abordagem foi repetitiva e cansativa. O filme não tem desenrolar, é muito linear... Se eu pudesse voltar no tempo e me dar uma dica, não assistiria novamente, tem coisa melhor.

16/05/2014 - Wesley (28 anos)

16/05/2014
Wesley (28 anos)

  Regular
Denunciar
As interpretações são realmente brilhantes e isso é um fato! O filme se desenrola de maneira lenta, mas com certeza essa era mesmo a intenção de quem produziu, porém, não me agradou. O final não deixa claro a pergunta que não quer calar: Porque Kevin fez o que fez. Isso poderia ser um problema para quem assiste, mas, parando para analisar, um psicopata e um psicopata. Ele se diverte fazendo o que faz, é prazeroso. Não existe um porque, existe sim, uma tendência. Só vou colocá-lo como regular por não gostar do modo lento e parado como as coisas foram sendo contadas.

01/07/2014 - Claudio (30 anos)

01/07/2014
Claudio (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
O filme é bom com uma história de drama pesada que aborda um tema real que no caso seria os sintomas de um psicopata mostrando a evolução desde da infância e mesmo sem cenas fortes as sugestão que o filme deixa já torna perturbador.

24/01/2015 - André Brighi (29 anos)

24/01/2015
André Brighi (29 anos)

  Ótimo
Denunciar
"Precisamos Falar Sobre o Kevin" é uma obra que nos deixa reflexivos mesmo após horas de seu término, senão mais. Um tema pesado, que foge à regra do estereótipo da criança ingênua e angelical, que geralmente é apresentado no cinema. Neste contexto, observamos uma mãe que não estava preparada para constituir uma família. E um pai alienado que se recusava a enxergar a realidade. Obviamente havia problemas no seio familiar, mas a realidade é que a psicopatia do filho ia muito além disso. Aliás, qual família, por mais estruturada que fosse, estaria preparada para enfrentar um comportamento frio, sádico e calculista de um filho? E a culpa recai sobre a mãe, talvez porque a sociedade procure mais culpados do que soluções. E julgar é muito mais fácil do que compreender. Quanto às atuações, destaque para a excelente atriz inglesa Tilda Swinton que carrega o filme de maneira brilhante. E também para o jovem ator Ezra Miller, que convence, certamente. Um filme perturbador sob a ótima direção da escocesa Lynne Ramsay. Vale a pena assistir, sem dúvida alguma...

06/03/2015 - Eduardo B. de Morais Lima (18 anos)

06/03/2015
Eduardo B. de Morais Lima (18 anos)

  Bom
Denunciar
Bom filme, mas meio pesado, até por mostrar certas cenas desnecessárias que não convém comentar aqui (nem pode), além de eu achar ele meio parado, mesmo com suas partes tensas e violentas, foi paradão, e com um desfecho insatisfatório (ao meu ver)... Enfim, nota 7...

06/03/2015 - Papik (29 anos)

06/03/2015
Papik (29 anos)

  Bom
Denunciar
Psicopata é um ser destituído de sentimentos nobres. Seu sistema límbico não se desenvolveu. Seu prazer está em causar sofrimento ao outro, em usar o outro como bem entender. Não é humano tem tem compaixão. E isso Kevin mostra de sobra, desde pequenininho.

03/10/2015 - Gracinete (40 anos)

03/10/2015
Gracinete (40 anos)

  Bom
Denunciar
Tenso. Forte. Comovente. Denso.

26/03/2016 - Daniela Carnauba (37 anos)

26/03/2016
Daniela Carnauba (37 anos)

  Ótimo
Denunciar
Chega dar um turbilhão na cabeça e no coração de qualquer mãe. Percebo que ela tentou muito e imagino o quanto ela se perguntou onde que errou...

01/11/2016 - Bruno Giovani (21 anos)

01/11/2016
Bruno Giovani (21 anos)

  Ruim
Denunciar
Não gostei, afinal o lar que Kevin cresceu não tinha nada de anormal, a mãe sempre deu atenção, o pai idem, do nada ele implica com a mãe, chega ao ponto de machucar a própria irmã,a conclusão que se chega é que ele simplesmente nasceu maluco, a mãe sempre apoiou tentou mudá-lo, mas ele sempre foi detestável, sinceramente filme que começa e termina sem acrescentar nada, muito menos explicar algo.

03/03/2017 - David (32 anos)

03/03/2017
David (32 anos)

  Péssimo
Denunciar
NÃO PERCA SEU TEMPO. O comentário acima está correto, filme ridículo. Não explica nada. O filme todo fazendo jogos de câmera, foca no olho da pessoa para pegar uma imagem, foca na janela para pegar outra, foca num pedaço de metal para retratar um parto e por aí vai. Mostrar Spoiler O menino nasceu já com distúrbios, e a mãe tentou ajudar, mas sem sucesso. Resumindo muito chato. Tive que comentar para que outra pessoa não venha a cometer o meu erro de ver esse filme, não acrescenta nada.

26/11/2020 - Kassio Freitas (23 anos)

26/11/2020
Kassio Freitas (23 anos)

  Ótimo
Denunciar
Um filme que carrega dramas fortes e complexos, uma história que vai além do comum e trabalha todo um conceito em cima das cores, gostei muito da trama e de seu final perturbador, nunca tinha ouvido falar sobre ele, descobri por recomendação de professores na universidade. Incrível.

26/12/2020 - Gustavo (28 anos)

26/12/2020
Gustavo (28 anos)

  Regular
Denunciar
Não gostei muito... Se o filme fosse mais explicativo seria melhor.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho (spoiler), mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiler? /    
Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:


Últimos Visitados

Precisamos Falar Sobre o Kevin (We Need to Talk About Kevin)

Copyright © 2022 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.