Imortal

  (Immortal)

Sinopse


Ana retorna a Buenos Aires para receber a herança deixada por seu pai. Lá, ela encontra o Dr. Benedetti, um cientista amigo de seu pai, que descobriu um portal para outra dimensão que permite o reencontro com os mortos.

Informações


Título no Brasil Imortal
Título Original Immortal
Ano Lançamento
Gênero Ficção
País de Origem Argentina
Duração96 minutos
Direção
Idade Indicativa 12 anos

Trailer



Comentários


14/04/2021 - Dunha da Cunha (33 anos)

14/04/2021
Dunha da Cunha (33 anos)

  Péssimo
Denunciar
Assisti com o título IMORTAL no dia 13 de abril de 2021 no FANTASPOA, que ocorreu online entre os dias 9 e 18 de abril de 2021. O filme que assisti foi completamente diferente da sinopse presente aqui no Interfilmes, na data em que escrevo. O que assisti no Festival trata de um cientista que cria uma maneira de comunicar com os mortos. Nele leva-se em torno de 25 minutos para que a trama comece de fato a ser apresentada. Antes disso, uma série de diálogos chatos que servem para apresentar a personagem principal. Que bom que tenha-se tempo de tela para se apresenta personagens, enquanto que outros filmes nem se preocupam com isso. Mas 20 MINUTOS? Pra que tanto tempo pra nos apresentar uma personagem pedante do tipo debochada que trata todo mundo como se fosse ela superior? E ao longo do filme outros personagens tão ruins quanto a principal vão se juntando a ela. Não tem um que se salve. A vilã, por exemplo, parece saída de uma novela e a atriz que a interpreta parece constrangida de estar ali. Quando já sabemos do que o filme trata e a trama engata, fica claro que não tem muito conteúdo para oferecer. Aquelas 20 minutos iniciais eram mais enrolação que esmero. E ele segue enrolando até o final, mas, na hora que era preciso dedicar algum tempo para construir a relação amorosa da personagem principal, tudo acontece num piscar de olhos e lá estão os pombinhos apaixonados num par romântico completamente artificial. O nível da produção pode ser demonstrado por um cena: em dado momento, a personagem principal acende um cigarro e questiona a vilã sobre a veracidade do experimento, insinuando que os cientistas para fazerem as pessoas acreditaram que conseguem se comunicar com os mortos os estariam drogando; o cigarro que ela está fumando é de maconha... É esse o nível: uma personagem enquanto se droga faz comentário preconceituoso sobre o uso de drogas. Assim, pra mim é meio óbvio que ali era pra ser um cigarro normal, e não de maconha. Ninguém escreveria uma linha incoerente de diálogo dessas - eu acho. Mas o diretor sul-americano precisa colocar sua apologia à droguinha no filme - eles não conseguem se controlar - e esse deve ter sido o único momento que encontrou. Certamente ele deve ter achado a cena mó transgressora em defesa da legalização das drogas, mas a cena está longe de um debate sobre a legalização da substância, é pura e simples glamourização do uso de entorpecentes. Está interditando o debate e não abrindo caminhos para o mesmo. Enfim... Esse filme é uma grande chatice. Nota 2 de 10.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho (spoiler), mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiler? /    
Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:




Últimos Visitados

Imortal (Immortal)

Copyright © 2022 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.