Ménage


Sinopse


Três eméritos corruptos de um mesmo pequeno partido político envolvidos numa trama de sexo, corrupção e traição são as personagens principais de uma trama ágil, onírica e que remete às melhores realizações do cinema marginal brasileiro.

Informações


Título no Brasil Ménage
Título Original Ménage
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Brasil
Duração86 minutos
Direção
Idade Indicativa 18 anos

Elenco


... Ariel Albuquerque
... Roberto Rodrigues
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


17/04/2021 - Dunha da Cunha (33 anos)

17/04/2021
Dunha da Cunha (33 anos)

  Péssimo
Denunciar
Assisti no dia 17 de abril de 2021 no FANTASPOA, que ocorreu online entre os dias 9 e 18 de abril de 2021. O filme que assisti foi completamente diferente da sinopse presente aqui no Interfilmes, na data em que escrevo. O que assisti no Festival trata de três políticos que estão num motel dividindo a mesma prostituta, quando a mulher morre de overdose e eles precisam se desfazer do corpo para não manchar suas carreiras. O Festival deveria mesmo considerar mudar de nome para Festival da Violência Contra a Mulher. Mais um longa que glamouriza isso! O filme tem uma sequência de aproximadamente DEZ MINUTOS de uma viagem lisérgica onde mostra uma mulher sendo estuprada, torturada, humilhada, violentada de todas as maneiras possíveis. Qual a necessidade disso? A sinopse no site do Festival fala que a produção "remete às melhores realizações do cinema marginal". É curioso esse saudosismo com o cinema marginal por pessoas que nem eram nascidas nos anos 70. Acho que esse deve ser o significado de "saudade daquilo que não vivemos". E é engraçada essa expressão "melhores realizações do cinema marginal". O que isso quer dizer? Que o filme é ruim, mas está entre os melhores filmes ruim? Porque o cinema marginal só não é o pior momento do cinema nacional, porque existe o início dos anos 90, quando o Collot suspendeu os patrocínios e ninguém consegui produzir, e, se bobear, nenhum filme ainda é melhor que o cinema marginal. A parada não tinha trama, não tinha roteiro, não tinha técnica. Era um grupelho que se reunia pra usar drogas e que por coincidência tinha acesso a câmeras e saía por aí filmando chapados qualquer coisa. Os caras subverteram a máxima do Glauber e criaram o cinema que era "uma câmera na mão e m@#$% nenhum na cabeça". Não existe qualidade alguma naquilo pra "remete às melhores realizações do cinema marginal" ser um elogio. Existia uma ditadura onde não adiantava nada elaborar um filme, porque tudo era censurado. Então era melhor fazer uma parada sem sentido que passaria pelo censor, do que colocar em prática um baita projeto pra chegar lá na frente e a censura não deixar ver a luz do dia. Filme que não é exibido não põe comida na mesa, nem erva no baseado. E, ok, os caras davam elástico na ditadura, mas, em pleno 2021, louvar aquilo como algo bom e prestar homenagem está de sacanagem. E assistindo a MÉNAGE fica parecendo que essa homenagem foi algo que surgiu com o jogo andando. Porque, no início, o filme até trazia uma trama interessante dos políticos tendo que se livrar do corpo da prostituta e tal, que dura mais ou menos uns 30 minutos, mas, a partir daí, os caras parece que desistiram do filme deles e optaram pela tal homenagem. Pra mim ficaram foi com uma câmera na mão, muita ideia na cabeça e nenhum dinheiro pra continuar com o plano original. Então meteram o pé. No Brasil, quando não é uma ditadura militar que te censura, é a ditadura do capital. E que, convenhamos, sempre foi a mesma coisa. Nota 1 de 10.

22/04/2021 - Dome (53 anos)

22/04/2021
Dome (53 anos)

  Regular
Denunciar
Filme difícil, mas que remete sim aos filmes marginais e me lembrou muito Glauber Rocha. Em certos momentos não sabemos o que é real, o que é imaginário, ilusório ou até mesmo efeito de drogas. Ao contrário da opinião do comentarista anterior que vê glamourização numa cena de estupro, uma cena de assassinato, uma cena de roubo, corrupção, falta de caráter... O que sentimos mesmo é ojeriza, aversão, revolta, nojo... Que é o que uma cena assim causa em pessoas normais. Quem acha incentivador, glamouroso em ver o mal agindo? Não, nós sentimos o contrário, mas sabemos que isso existe, senão não teríamos histórias. Enfim, é um filme difícil, mas esforçado.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho (spoiler), mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiler? /    
Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:


Últimos Visitados

Ménage (Ménage)

Copyright © 2021 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.