Cópia Fiel

  (Copie conforme / Certified Copy)

Sinopse


Essa é a história do encontro entre um homem e uma mulher, em um pequeno vilarejo ao sudoeste de Toscana. O homem, um escritor britânico que acabara de dar uma palestra em uma conferência. A mulher, francesa, dona de uma galeria de arte. Essa é uma história comum. Poderia acontecer com qualquer um. Em qualquer lugar.

Informações


Título no Brasil Cópia Fiel
Título Original Copie conforme / Certified Copy
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem França / Itália / Bélgica / Irã
Duração106 minutos
Direção
Estreia no Brasil 18/03/2011
Estúdio/Distrib. Imovision

Elenco


... Elle
... James Miller
... L'homme de la place
... La femme de la place
... La patronne du café
... Le fils
... Le traducteur
... Le guide
... Le marié
... La mariée

Trilha Sonora


“O surdato 'nnamurrato ”Escrita por Aniello Califano (como A. Califano) e the
Música de Enrico Cannio (como E. Cannio)
“Dolce mamma ”Escrita por A. Albrizio

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

31/07/2011 - Joyce (31 anos)

31/07/2011
Joyce (31 anos)

8
  Péssimo
Denunciar
QUEM NÃO VIU, NÃO LEIA. Estou pensando será que eu sou tão burra, ou fui a única que não entendeu este filme? Afinal, qual era a deste filme? Porque eu não entendi nada. Um conselho pra quem vai assistir pela primeira vez, não assista de jeito algum se você estiver com sono. É um filme muito parado. Assisti no sábado somente os primeiros trintas minutos do filme, porque começou a me dar um sono terrível, terrível e já estava achando a história chata e parada. Deixei para assistir o restante do filme no dia seguinte, só assim consegui terminar de ver o filme. Duvidas: Este casal realmente já estavam juntos há 15 anos? Ou eles se conheceram naquela tarde? Juro, porque pra mim, isso não ficou muito claro, pois dá a entender no início do filme, que eles não se conheciam e estavam se conhecendo naquele dia, pois havia gerado um interesse dela pelo escritor. Mas no decorrer do filme também dá a entender que eles eram casados há 15 anos. Fiquei muito confusa. Se alguém puder me explicar, agradeço, pois por horas fiquei pensando neste filme, sério mesmo. A história em si é chata, salvo pelas paisagens da Itália, que são belíssimas... O restante, nota zero, roteiro ruim demais... O personagem do James é um cara muito chato, mal humorado, reclamão, sempre insatisfeito, sempre emburrado, nada gentil com a mulher... Realmente, esperava bem mais. E o pior de tudo, o que eu mais detesto em um filme: o filme terminou sem sentido algum, sabe quando você ainda fica esperando um final decente, e vê o letreiro subindo e se pergunta: "não acredito, o filme acabou? Mas e o casal? Não vão se acertar? Tem tanta coisa ainda pra acontecer..." O filme termina sem sentido algum, com um monte de coisa pra acontecer ainda, e você fica com a cara de besta vendo o letreiro subir... Odeio isso. Não recomendo. Péssimo. Péssimo, não há outra palavra que defina este filme.

04/09/2011 - Paulo de Lucca (53 anos)

04/09/2011
Paulo de Lucca (53 anos)

9
  Ótimo
Denunciar
O filme é ótimo diria PERFEITO se quem assiste é casado e até é bom que o casal assista junto! A Juliette esta linda, sensual... Apagou o william
nota 1o.

01/10/2011 - Carlos N Mendes (44 anos)

01/10/2011
Carlos N Mendes (44 anos)

10
  Não vi
Denunciar
Boiei! Boiei totalmente! Esse é o tipo de filme que preciso ler um FAQ para poder dar sentido... Por outro lado, adoro testar os limites de minha inteligência. E como disse o Julio Simi, Juliette Binoche está ótima, não precisa ter sentido. Em todo o caso, vou me omitir de dar nota. Quem quiser ver, pode se arriscar, mas prepare o cérebro, porque...

19/12/2011 - Ademar Bessa (73 anos)

19/12/2011
Ademar Bessa (73 anos)

11
  Péssimo
Denunciar
MAÇANTE, ENTEDIANTE, MONÓTONO e CHATO. JULIETTE BINOCHE, sempre linda, está horrível neste filme, desfilando como uma retardada, o soutien, aparecendo o tempo todo, irritando. É brochante, a mesma coisa de homem, deixar aparecer cueca. Se isso é arte, estou FORA.

24/01/2012 - Antonio Carlos Baschin (62 anos)

24/01/2012
Antonio Carlos Baschin (62 anos)

12
  Péssimo
Denunciar
Sem comentário, não digno de nota, meu respeito aos demais... QUE PORCARIA.

09/02/2012 - Jullio de Lucca (58 anos)

09/02/2012
Jullio de Lucca (58 anos)

13
  Ótimo
Denunciar
Um filme mais do que inteligente, feito para poucos, feito para quem gosta de cinema.

13/04/2012 - Osmar (55 anos)

13/04/2012
Osmar (55 anos)

14
  Regular
Denunciar
Filme parecido com alguns do woody allen, história com pouca ação, e muito diálogo entre os atores... Não é de todo ruim, mas longe de ser bom também... Vale a pena assistir, pela beleza da atriz juliette binoche, linda mesmo aos 47 anos... Merece uma nota 5... Da pra passar...

27/05/2012 - Túlio (34 anos)

27/05/2012
Túlio (34 anos)

15
  Bom
Denunciar
Os diálogos são interessantes. Um filme realista sobre a convivência de duas pessoas. Talvez, por isso irrita tanto as pessoas que o assiste. A questão é: viver de ilusão ou viver consciente da realidade que nos cerca? Aliás, será que o bom filme tem que ter final feliz e ser autoexplicativo?

21/07/2012 - Mario Cesar Ribeiro (53 anos)

21/07/2012
Mario Cesar Ribeiro (53 anos)

16
  Ótimo
Denunciar
O filme é lindo, assim como a vida. Os personagens são copias fieis de nos "otros", e não existe mais nada a dizer.

10/12/2012 - Cristiane (39 anos)

10/12/2012
Cristiane (39 anos)

17
  Bom
Denunciar
Acho que o filme é minuciosamente elaborado. Mas assisti duas vezes e ainda estou em dúvida, se entendi ou não. A Juliette Binoche está perfeita.

09/03/2014 - Paulo Meiras (49 anos)

09/03/2014
Paulo Meiras (49 anos)

  Bom
Denunciar
Filme de tese, arrastado à moda do diretor, mas com algo a dizer. Existe cópia perfeita?

22/12/2014 - Orlsil (60 anos)

22/12/2014
Orlsil (60 anos)

  Ótimo
Denunciar
Gostei deste filme. É um belo filme. Muito bem feito e corajoso. Corajoso porque se propõe a mexer comigo e a mexer contigo, e mexe mesmo. Vê-se pelos comentários. Cópia Fiel. Qual é a cópia fiel? Certamente o escritor. Mas não é da história que quero falar, e sim das cenas (se bem que elas andem juntas). Ele trabalhou de forma magistral os interiores, até mesmo cenas exteriores, e são elas que interagem com os personagens dando-nos direção a seguir. Muito interessante isso e é mister que se perceba. Mostrar Spoiler Por exemplo, a cena no café, em que ela vê a felicidade dos casais, era tão simples ir lá fora. Ou seja, apesar de transparente a janela é um impedimento de ela mesma ir ali, presa que está em seu interior. E no final, também uma cena de janela, aliás lindíssima (que fotografia!), sem palavras a atitude do escritor define o que aconteceu. Ah, e o close quase constante, ora em um personagem, ora em outro, com a câmera acompanhando, seria um proposta nova? Quer trazer-me a uma intimidade com cada personagem? Confesso que no início isso me incomodou, mas aos poucos fui percebendo que era intencional e que o cineasta me puxava para isso. Ou eu aceitava e participava, tentando entender o que estava acontecendo e até mesmo participando do diálogo, ou não. Enfim, assisti-o ontem pela Netflix e hoje comprei-o em uma distribuidora perto de casa. É um filme bem interessante. E inteligente. OBS. : Joyce (8), gostei do teu comentário. É isso aí! Nota 10 pra ele. Por quê? Pela diversidade dos gostos, pelo direito do sentimento e sua expressão e mesmo que não se goste das mesmas coisas, isso é belo e é gostoso. Ser péssimo ou ser ótimo são apenas enfoque da mesma moeda. Não nos repele. O que vale somos nós.

20/01/2015 - Roberta (43 anos)

20/01/2015
Roberta (43 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme elegante, profundo. Num piscar de olhos a vibração do primeiro encontro e todo seu mistério e estranheza se transformam em um amor maduro que precisa ser resgatado. Na vida é assim. Juliette mostra no rosto essa passagem do tempo. Num casal, às vezes o que marca a vida da mulher pode não ter significado algum para o homem - como a ida à praça em Florença ou os belos sinos que podem ser vistos e cujo som pode ser antecipado pela janela de um quarto de hotel. Se no começo de tudo estar em um quarto pequeno no alto da escada é o paraíso, no fim nem mesmo a bela Toscana salva um amor. Belo e triste, como a vida.

07/03/2015 - Floy Joy (42 anos)

07/03/2015
Floy Joy (42 anos)

  Ruim
Denunciar
Filme chatinho, põe você pra baixo. É tanta queixa, tanta lamentação, que fica difícil gostar desse filme. Fiquei feliz quando essa porcaria acabou. E isso que eu baixei. Imagina se eu tivesse gastado dinheiro. Iria ficar revoltada. Eu não gostei.

25/01/2016 - Maria Eunice (63 anos)

25/01/2016
Maria Eunice (63 anos)

  Ótimo
Denunciar
Gostei muito. Num olhar pendendo pro lacaniano, (O que quer uma mulher?), pode-se dizer que o filme focaliza o ser desejante, a palavra, a comunicação, além de ter uma bela fotografia. Os diálogos entre o casal realmente poderiam acontecer entre pessoas em qualquer relacionamento.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho (spoiler), mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiler? /    
Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:


Últimos Visitados

Cópia Fiel (Copie conforme / Certified Copy)

Copyright © 2021 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.