A Guerra dos Sexos

  (Battle of the Sexes)

Sinopse


Uma disputa de tênis entre o ex-campeão Bobby Riggs e a líder da classificação mundial Billie Jean King se torna centro de um debate global sobre igualdade de gêneros. Presos sob a atenção da mídia e com ideologias diferentes, Riggs tenta reviver as glórias do passado, enquanto King questiona sua sexualidade e luta pelos direitos das mulheres.

Informações


Título no Brasil A Guerra dos Sexos
Título Original Battle of the Sexes
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem Reino Unido / EUA
Duração121 minutos
Direção /
Estreia no Brasil 19/10/2017
Estúdio/Distrib. Fox Filmes
Idade Indicativa 12 anos

Elenco


... Billie Jean King
... Bobby Riggs
... Marilyn Barnett
... Rosie Casals
... Gladys Heldman
... Jack Kramer
... Cuthbert 'Ted' Tinling
... Priscilla Riggs
... Lornie Kuhle
... Rheo Blair
... Jane 'Peaches' Bartkowicz
... Nancy Richey
... Valerie Ziegenfuss
... Judy Tegart Dalton
... Margaret Court
... Kristy Pigeon
... Larry King
... Henry
... Kerry Melville Reid
... Julie Heldman
... Larry Riggs
... Barry Court
... Bonny
... Jerry Perenchio
... Bobby Riggs Jr.
... Jack Desmond
... Hank Greenberg
... Ken Rosewall
... Bob Sanders
... Riggs' Therapist
... Roone Arledge
... Cocktail Waitress
... DJ
... Gamblers Anon Leader
... Nightclub Dancer
... Billie's Mom
... Billie's Dad
... Third AD
... Sugar Daddy PR Guy
... Waitress at Diner
... TV Reporter
... Chauffeur
... Astrodome TV Director
... Female Reporter
... Male Reporter
... Forest Hills - Sportscaster
... TV Announcer - Massacre
... Court / Riggs Match Umpire
... Court / Riggs Match Interviewer
... Hair Client
... Frank Gifford
... Gambler
... Gambler
... Bobby Riggs' Photographer
... Sports Reporter
... Bobby Riggs Fan (não creditado)
... Stewardess (não creditado)
... Sugar Daddy Girl (não creditado)
... Cheerleader (não creditado)
... Tennis Fan (não creditado)
... Florida Tennis Match Specator (não creditado)
... VIP / Former Tennis Pro (não creditado)
... Male Chauvinist Pig (não creditado)
... Mother of the Bride (não creditado)
... Ball Boy (não creditado)
... Sports Reporter / Fan (não creditado)
... Tennis Spectator (não creditado)
... Man at Diner Counter (não creditado)
... Próprio (não creditado)
... Tennis Fan (não creditado)
... Audience Member (não creditado)
... Tennis Attendee (não creditado)
... Staff Member (não creditado)
... Fan (não creditado)
... Próprio (não creditado)
... Police Officer #2 (não creditado)
... Tennis Match Spectator (não creditado)
... Tennis Fan (não creditado)
... Dancer (não creditado)
... Tennis Fan (não creditado)
... Próprio (não creditado)
... Riggs Cheerleader (não creditado)
... Fan (não creditado)
... Radio Technician (não creditado)
... Próprio (não creditado)
... Próprio (não creditado)
... Waitress (não creditado)
... Control Room Worker (não creditado)
... Woman #1 (não creditado)
... Tennis Attendee (não creditado)
... Hairdresser (não creditado)
... Dancer (não creditado)
... Country Club Member (não creditado)
... Night Club Patron / Tennis Spectator (não creditado)
... Airport / Tennis Fan (não creditado)
... Tennis Spectator (não creditado)
... Night Club Dancer (não creditado)
... Tennis Patron (não creditado)
... Tennis Match Spectator (não creditado)
... Dancer (não creditado)
... Rollerskater (não creditado)
... Tennis Spectator (não creditado)
... Egyptian / Model (não creditado)
... Airport Patron (não creditado)
... Tennis Zealot (não creditado)
... Tennis Fan (não creditado)
... Sugar Daddy Girl #1 (não creditado)
... Friend of Bobby's (não creditado)
... Próprio (não creditado)
... Tennis Match Spectator (não creditado)
... Audience Member (não creditado)
... Tennis Fan (não creditado)
... Tennis Match Date (não creditado)
... Press Member (não creditado)
... Hardware Store Manager (não creditado)
... News Reporter (não creditado)
... Audience Member (não creditado)
... VIP Guest / Sports Legend (não creditado)
... Sugardaddy Girl / Cheerleader (não creditado)
... Spectator (não creditado)
... Tennis Gambler (não creditado)
... Sports Fan (não creditado)
... Tennis Fan (não creditado)
... Tennis Girl (não creditado)
... Tennis Match Spectator (não creditado)
... Próprio (não creditado)
... Gallery Member (não creditado)
... Stadium Crowd (não creditado)
... Ball Girl (não creditado)
... Dancer (não creditado)
... Overzealous Bobby Riggs Fan (não creditado)
... Crowd attendee (não creditado)
... Dancer (não creditado)
... TV Reporter (não creditado)
... Cantina Waiter (não creditado)
... Tog (não creditado)
... Tennis Match Date (não creditado)
... Formal Ball Attendee (não creditado)
... Cameraman (não creditado)

Trilha Sonora


“If I Dare ”Escrita por Sara Bareilles e Nicholas Britell
Interpretada por Sara Bareilles
Produzido por Sara Bareilles e Nicholas Britell
Publicada por Tiny Bear Music (ASCAP) administered by Sony/ATV Tunes LLC, Lake George Entertainment LLC (ASCAP) administered by MRD America Music, T C F Music Publishing, Inc. (ASCAP)
Sara Bareilles performs

Trailer



Comentários


31/10/2017 - Sérgio Sarmento (64 anos)

31/10/2017
Sérgio Sarmento (64 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA nesta data. Em mais uma pré estreia do grupo Espaço Itaú no seu programa VIVER MAIS. Olha! Bom filme! A obra é uma cinebiografia de uma das maiores vencedoras na modalidade tênis que se tem noticia. Falo da campeã Billie Jean King que reinou nos anos 1960 e começo dos 1970. Na realidade este filme de título ridículo, em nosso atrasado Brasil, nos fala mais de uma personagem que lutou pelas liberdades individuais dentro da comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros) do que propriamente de sua profissão de tenista. O que é legal, pois o fato se deu há mais de 40 anos. Em uma época, portanto, de imensas dificuldades. Pelo fechamento social/cultural de certos tabus e do atraso sexual vigente. Hoje em dia seria mais fácil, até uma novela e em um horário nobre, na televisão brasileira, expôs de uma maneira francamente agressiva uma problemática de uma pessoa transgênero. O filme no geral não tem nada demais. A televisão em uma futuro próximo poderá até apresentar Guerra dos Sexos em sua "sessão da tarde". Mesmo porque os filmes norte americanos, em matéria de sexo, são muitos pudicos para o meu gosto. E isto, cidadão, já faz anos que acontece. E isto eles, atrevo a dizer, não mudarão nunca. Mas só pela indicação, no roteiro, em um filme deste calibre, já é um avanço, diríamos (com algum medo), lá e aqui. Vemos no filme uma bela reconstituição de época. No caso de 1972. Uma fotografia legal. Atores de primeira. Quem faz o papel de protagonista é a sempre espetacular Emma Stone. Mesmo não parecendo, para os mais carentes, em matéria de CINEMA. A atriz é muito boa! Já Steve Carell conserva aquela aptidão para sempre atuar bem. E mais uma vez é quase irreconhecível em seu papel. Enfim, seria mais uma beleza de filme que todos deveriam prestigiar. Quanto muito por ser um filme fácil de ser assistido. Por sua temática sempre instigante e que de maneira alguma nos deixa indiferentes sob qualquer hipótese que se apresentar. Mas principalmente pelo seu numeroso e coeso casting de atores maravilhosos. Amém!

08/01/2018 - Lucas Fera (21 anos)

08/01/2018
Lucas Fera (21 anos)

  Ótimo
Denunciar
"Biografia é equilibrada entre drama pessoal e luta contra o machismo nos anos 70". Pois é, mas um filme de 2017 que agrada a minha pessoa. Emma Stone interpreta uma tenista que luta contra o machismo e lida com sua orientação sexual. Emma está cada vez mais talentosa, além de bonita. O mais engraçado é que ela ficou mais bonita do que a própria Billy da vida real, com aquele corte preto e óculos. Atraente demais, rs. Steve Carrell é outro que se destaca em uma biografia, interpretando um cara machista que só pensa em vencer. O que mais me surpreendeu no filme foi como o machismo era algo descarado e direto na época. Não sabia que era assim. Mostrar Spoiler Só acho que o cartaz no filme não condiz com o filme. Quem vê pensa que eles se dão bem no filme, mas na verdade eles subestimam e provocam um ao outro. Olha, eu acho que uma mulher pode vencer um homem no tênis sem problema algum. Mas sejamos sensatos: o condicionamento físico entre um homem e uma mulher realmente tem a diferença. Não sou eu que estou falando isso, mas a biologia. Pra quem viu o caso do transgênero que quer lutar MMA vai me entender. Uma coisa é bater uma raquete em uma bola, outra é socar a sua mão na cara de outra pessoa, aí não dá né. Estamos falando de um HOMEM batendo em uma MULHER, ponto. É disso que estou falando.

17/02/2018 - Breno (26 anos)

17/02/2018
Breno (26 anos)

  Ótimo
Denunciar
Uma excelente biografia. Prende atenção do início ao fim, empolga, diverte e é cheio de ótimas atuações. Com mensagens bem atuais sobre igualdade de gênero. Um dos melhores de 2017.

24/02/2018 - Kassio (20 anos)

24/02/2018
Kassio (20 anos)

  Regular
Denunciar
Um bom filme, e com belíssimas interpretações dos protagonistas, a trama em si vai numa disputa de sexos por espaço, nada que não tenhamos visto antes, mas a trama segura pela ótima atuação dos atores, não me empolguei tanto assim.

05/03/2018 - Sandra (54 anos)

05/03/2018
Sandra (54 anos)

  Ótimo
Denunciar
Entretenimento certo.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho (spoiler), mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiler? /    
Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:


Últimos Visitados

A Guerra dos Sexos (Battle of the Sexes)

Copyright © 2021 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.